domingo, 16 de fevereiro de 2020

GARANHUNS: Presidente da Câmara decreta Luto no Legislativo e cancela expediente desta segunda; em virtude do falecimento de servidora da casa

Velório de Márcia Mello, ocorrerá na sede do Poder Legislativo a partir das 15 horas 
deste domingo (16). Sepultamento será em Paranatama, na segunda-feira.

NOTA OFICIAL

“É  com muito pesar que decreto luto oficial na Casa Raimundo de Moraes; em virtude do falecimento precoce da servidora, Márcia Mello, ocorrido durante a semana, em São Paulo. Com isso, nesta segunda, (17), não haverá expediente no Legislativo.

O corpo de Márcia será velado nas dependências da Câmara Municipal de Garanhuns a partir das 15 horas deste domingo (16); ocasião em que receberá a visita de amigos e familiares. De lá, o corpo seguirá em cortejo fúnebre rumo à cidade de Paranatama; onde será sepultado nesta segunda-feira.

Toda assistência está sendo oferecida à família da funcionária. Eu e os demais Vereadores; assim como os funcionários desta Casa Legislativa; nos solidarizamos com a família enlutada.”

Daniel da Silva – Presidente da Câmara Municipal de Garanhuns

CARNAVAL COM DINHEIRO NO BOLSO: Izaías vai antecipar Pagamento dos Funcionários da Prefeitura

De acordo com Régis, todos os servidores municipais de Garanhuns
receberão seus salários no próximo dia 20 deste mês.

O Prefeito Izaías Régis (PTB) anunciou na última sexta-feira, 14, a antecipação do pagamento dos salários dos funcionários da Prefeitura de Garanhuns. De acordo com Régis, os servidores municipais receberão seus salários no próximo dia 20 deste mês.

“A nossa intenção é que todos possam vivenciar o feriado de Carnaval com o salário no bolso, podendo quitar seus compromissos, viajar e se divertir. Nossa administração tem buscado sempre mais e mantém a folha de pagamento rigorosamente em dia e antecipando em datas especiais. Essa é mais uma prova desse zelo pelos servidores municipais”, pontuou Izaías, relembrando que também já concedeu o reajuste de 12,84% aos Professores da Rede Municipal de Ensino.

          Blog do Carlos Eugênio

IATI Água consumida pela população contém bactéria presente em fezes

Com isso, Ministério Público está recomendando ao atual Prefeito, que proceda
com a desinfecção da água, a fim de restabelecer a sua potabilidade.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao Prefeito de Iati, Antônio José de Souza, o Tonho de Lula (PSB), que mapeie os pontos de contaminação da água gerida pelo Sistema de Abastecimento de Água do Município e proceda a desinfecção, cloração ou filtração, a depender do caso, a fim de restabelecer a potabilidade da água. Foi recomendado ainda à Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) que realize o acompanhamento das medidas adotadas por Iati, monitore a qualidade da água em locais que comportam grupos populacionais de risco e de grande circulação de pessoas, tais como escolas, hospitais, creches, USF, asilos.

Caso a gravidade da situação exija, o promotor de Justiça Eduardo Pimentel Aquino recomenda ainda que se estabeleça a interdição e/ou o racionamento, adotando mecanismos tarifários de contingência, com objetivo de cobrir custos adicionais e garantindo o equilíbrio financeiro da prestação do serviço e da gestão da demanda; determine e fiscalize o preenchimento mensal do Sistema de Vigilância da Qualidade da Água (Sisagua); e, caso não ocorra esse preenchimento, proceda à responsabilização disciplinar do servidor.
.

A Prefeitura deve ainda, depois de aplicadas as medidas de correção, ampliar o número mínimo de amostras, aumentar a frequência de amostragem e realizar análises laboratoriais de parâmetros adicionais. Depois disso, a prefeitura deve remeter o relatório sobre as medidas e as análises ao MPPE no prazo de 90 dias.

A Promotoria de Justiça de Iati tem registro de informe de um surto de doença transmitida pela água, que atingiu 200 pessoas no período de janeiro a setembro de 2016, e que foi noticiado, também, que o município de Iati não preencheu corretamente o Sisagua de 2013 a 2016. Além disso, em relação à rede de distribuição de Iati, foi constatada a presença de coliformes totais e da bactéria escherichia coli em ponto anterior à reservação. Há um documento de 2014 que aponta que já foi verificada a presença de coliformes totais em mais de 95% das amostras coletadas, bem como a presença de escherichia.

Escherichia coli é o nome de uma bactéria que habita o intestino de animais endotérmicos (aves e mamíferos); ela está presente em fezes animais e indica aspectos relativos à qualidade da água e de alimentos. A E. coli também pode provocar doenças, como infecções urinárias, diarreia e a colite hemorrágica e síndrome hemolítico-urêmica.

Em dezembro de 2018, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor (Caop Consumidor) informou que as análises de 2018 constataram, novamente, a presença de escherichia coli na água distribuída em Iati.
.