terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Aeronáutica: edital com 220 vagas para curso de sargentos é publicado

Inscrições; devem ser realizadas entre
17 de fevereiro e 18 de março. Taxa custa R$ 60.

O edital do concurso da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR) para o Curso de Formação de Sargentos foi publicado. Ao todo, são 220 vagas de nível médio. O curso de formação de sargentos (CFS) será ministrado em internato militar, em Guaratinguetá (SP). A duração aproximada é de dois anos.

As etapas do exame incluem provas escritas, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico, procedimento de heteroidentificação complementar e validação documental. A prova escrita está prevista para o dia 7 de junho e as disciplinas são língua portuguesa, inglês, matemática e física.

As provas escritas serão realizadas em Belém (PA), Recife (PE), Natal (RN), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), Campo Grande (MS), Canoas (RS), Santa Maria (RS), Curitiba (PR), Brasília (DF), Manaus (AM), Porto Velho (RO) e Boa Vista (RR).

Inscrições; devem ser realizadas entre 17 de fevereiro e 18 de março. O formulário para solicitar o registro no concurso só estará disponível no período. A taxa custa R$ 60.

Para participar, é preciso ser maior de 17 anos e menor de 25 até o fim de 2020. O concurso reserva 20% das vagas para candidatos negros. O EA CFS 1/2021 tem prazo de validade de cinco dias corridos, contados a partir da data subsequente da concentração final.

Paulo Câmara: "Debate sobre redução de ICMS exige seriedade"

Em Brasília, governador advertiu que proposta deve
ser discutida durante a reforma tributária.

Reunido nesta terça-feira (11), em Brasília, o Fórum dos Governadores do Nordeste discutiu temas importantes, como segurança pública e a renovação do Fundeb. O ponto de destaque da pauta, porém, foi a proposta do presidente Jair Bolsonaro, desafiando os gestores dos Estados a zerarem as alíquotas de ICMS como forma de baixar o preço final dos combustíveis. O governador Paulo Câmara advertiu, no encontro, que o atual momento do Brasil exige seriedade, e defendeu a discussão aprofundada sobre novas formas de cobrança e redistribuição dos valores de todos os impostos no âmbito da Reforma Tributária e do Pacto Federativo.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também participou da reunião, e ouviu as ponderações dos governadores. Atualmente, de 20% a 30% de toda a arrecadação do ICMS vem das transações com combustíveis, e nenhum Estado tem condições de abdicar dessa receita, sob o risco de ser penalizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal. O Governo Federal concentra o recebimento de 68% da arrecadação, restando apenas 32% para distribuição entre Estados e municípios.

“É um debate que a gente precisa ter muita serenidade e muito pé no chão. São 27 governadores eleitos pelo povo e que não vão se omitir de ajudar o Brasil, mas precisa ter muita seriedade para fazer o debate adequado, correto e transparente. Se plantou no imaginário popular que existe uma saída rápida, mas nós entendemos que não é assim”, frisou Paulo Câmara.

Para o governador pernambucano, a atitude do Governo Federal, de abordar o tema de maneira improvisada, está longe de resolver o problema. Somente com uma reforma tributária responsável e uma discussão séria e prioritária sobre a federação e a distribuição dos seus recursos, será possível falar em reduzir a carga de impostos no país.  “Esse é o debate que precisa ser feito durante as discussões da Reforma Tributária. É uma saída que todos nós, governadores, queremos construir junto com o Governo Federal”, concluiu.

TCE recomenda Aprovação de Contas de Izaías Régis referentes a 2016

Agora, a expectativa é de que os vereadores de Garanhuns sigam
o parecer do TCE e também aprovem as contas de Izaías.

O Tribunal de Contas de Pernambuco emitiu parecer favorável à aprovação, com ressalvas, das contas do Prefeito Izaías Régis, referentes ao exercício financeiro de 2016.

A análise das Contas de Régis já tramita nas Comissões Internas da Câmara de Vereadores de Garanhuns. A expectativa é que os Parlamentares sigam o parecer do TCE e aprovem as contas de Izaías.

Vale registrar que Izaías já teve as contas referentes aos anos de 2013, 2014 e 2015 aprovadas pelo Tribunal de Contas e pelo Poder Legislativo Municipal.

Com informações do Blog do Carlos Eugênio

Eleições: Izaías será o fiel da balança na disputa pela Prefeitura este ano

Bem avaliado pela população; o atual Prefeito tem realizações e presença 
política por toda a cidade; o que será determinante na corrida eleitoral deste ano.

Com uma aprovação batendo níveis históricos, conforme pesquisas divulgadas ano passado, e contando que sua boa avaliação ainda pode melhorar; devido os investimentos que serão realizados no município em 2020 pela gestão municipal; o Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), tem motivos abundantes para acreditar que a eleição deste ano será marcada por mais uma vitória incontestável a favor do seu grupo político.

Com a cabeça em dias com tudo que lhe cerca; e com a capacidade de compreender as mudanças frenéticas de nosso tempo; considerando o que deu certo no passado, para seguir acertando no presente e ainda mais no futuro, Izaías divide seu tempo em duas tarefas básicas; mas consideradas por ele como prioritárias.

Na primeira, ele administra Garanhuns de uma maneira peculiar; visionária; capaz inclusive de colocar o município no rumo do desenvolvimento; o que, aliás, corresponde as expectativas em torno de sua gestão desde o início do seu primeiro mandato; em 2013.

Na segunda, ele faz política como ninguém, ou melhor, como Izaías Régis. Nesse quesito, diga-se de passagem; é nítida a habilidade do atual Prefeito quando o assunto é construir um coletivo em torno de si com musculatura capaz de encarar a disputa pela prefeitura com chances reais de vitória; e ainda com favoritismo; eu diria.
.

Izaías é um democrata visceral; por isso, ele tem a capacidade de dialogar com todas as frentes de Garanhuns; sejam elas, políticas, religiosas ou de trabalho.

Ele também não costuma dá vez a inconformismos dentro do seu grupo. Foi assim mais recentemente com o vereador Alcindo Correia; que está de saída do PCdoB. Como desde o início do ano; rumores davam conta de que ele poderia migrar para oposição; o Prefeito cuidou em aparar as arestas que vinham credenciando a saída do vereador da base governista. Resultado: ontem, segunda-feira (10), Alcindo foi recebido por Izaías na Prefeitura; e após  uma conversa, o próprio vereador pôs um fim nas especulações; assegurando publicamente que segue reforçando o projeto político do atual Prefeito.

“Quando surgiram essas fofocas, logo tratei de desconsiderar, pois, conheço Alcindo e sei da sua fidelidade e compromisso. Ao logo dos mandatos dele como Vereador, realizamos diversas ações no Distrito de São Pedro e aqui na cidade, sempre atendendo as suas solicitações. Trata-se de um importante aliado que vai seguir contribuindo muito com o nosso trabalho”, declarou o Prefeito Izaías Régis.
.

CENÁRIO / ALIANÇAS - Em 2020, quatro candidaturas competitivas buscam viabilidade para disputar a Prefeitura; a de Silvino Duarte (PL), a de Haroldo Vicente (PTB), a de Sivaldo Albino (PSB) e a de Zaqueu Naum Lins (PR). Esse cenário, segundo avaliação de alguns articuladores políticos; permite identificar variáveis diversas como resultado final; sobretudo quando se considera a possibilidade de alianças em torno de apenas uma candidatura; o que mudaria radicalmente a disputa pelo Governo de Garanhuns.

FIEL DA BALANÇA - Sivaldo e Zaqueu tem maior penetração na periferia. O vereador é melhor acolhido entre os religiosos; sobretudo os evangélicos; o mesmo que ocorre com os trabalhadores informais; simpatizantes do parlamentar.

Já o deputado, que é aliado de primeira hora do Governador Paulo Câmara (PSB), tende a se apoiar mais efetivamente em outras frações da sociedade garanhuense; a exemplo da juventude, dos servidores estaduais e dos profissionais liberais; enquanto que Haroldo e Silvino disputam com mais eficiência os votos da classe média; do empresariado local; e ainda daqueles mais experientes e idosos.

O trabalhador rural está mais próximo de Haroldo, a medida que os servidores municipais estão divididos entre o médico e o vice-prefeito. Divididos também estão os desportistas; neste caso entre Sivaldo, Zaqueu e Haroldo. Aqui, Silvino não aparece bem.

E quanto a Izaías? Simples. Ele tem voto em abundância em todos os setores; daí ele poder decidir a eleição deste ano a favor do seu indicado à sucessão municipal; portanto, ser a figura conhecida como “fiel da balança” da disputa eleitoral de Garanhuns.
.