terça-feira, 23 de junho de 2020

Governo Bolsonaro vai investir R$ 900 milhões no Ramal do Agreste

No total, o Ramal do Agreste custará R$ 1,3 bilhão
e beneficiará 2,2 milhões de pessoas.

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), visitou nesta segunda-feira (22), em Sertânia, no Sertão do Moxotó, as obras do Ramal do Agreste, maior obra de infraestrutura hídrica do governo federal em Pernambuco. Acompanhando o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o senador lembrou que a obra receberá R$ 900 milhões de investimentos do governo do presidente Jair Bolsonaro e ficará pronta em junho de 2021. No total, o Ramal do Agreste custará R$ 1,3 bilhão e beneficiará 2,2 milhões de pessoas.

“É uma obra importante para Pernambuco, porque vai pegar a água do Rio São Francisco, no Eixo Leste, e levar para 70 municípios”, explicou. “Hoje, fico feliz por ser o senador que vai ajudar Pernambuco a conquistar o Ramal do Agreste e a impulsionar a Adutora do Agreste. E se faço isso é porque tive o prestígio daqueles que tiveram a oportunidade de governar o Brasil para trazer recursos para o nosso estado.”

Ao assinar a liberação de recursos para o Ramal do Agreste, o ministro Rogério Marinho destacou que as obras de infraestrutura hídrica da região Nordeste são prioridade para o governo federal. “Fomos orientados pelo presidente Bolsonaro, desde o primeiro dia em que chegamos ao ministério, a ter um olhar especial para o Nordeste e para as obras que estavam em andamento ou que estavam paralisadas. E nós acertamos desde o início que a nossa espinha dorsal é segurança hídrica. Em 2021, o Brasil vai comemorar a transposição das águas do Velho Chico.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário