segunda-feira, 4 de maio de 2020

Vereador Alcindo Correia Vira Alvo de Fake News no Aplicativo Whatsapp

Mídia que circula pelo aplicativo, consta de um áudio com a voz do vereador; que foi editado com
o objetivo de ofender a honra e manchar a sua reputação diante da opinião pública, lhe causando vexame.

Duas vezes eleito vereador, líder do Governo Izaías ao longo de 2018, um dos parlamentares mais atuantes e um dos mais cotados a conseguir a reeleição à Câmara Municipal, o vereador Alcindo Correia (PTB), foi vítima de uma Fake News no aplicativo Whatsapp.

Tudo aconteceu na noite deste domingo (3). Após publicar resposta a uma conselheira tutelar sobre um sepultamento realizado no Distrito de São Pedro na noite da última sexta-feira, dia 1 de maio, um áudio gravado por Alcindo passou por uma edição grotesca e logo em seguida foi publicado fora do contexto no Whatsapp.

No áudio original, Alcindo pergunta a conselheira envolvida na conversa, qual seria o problema de um; ou mesmo 200 cidadãos de São Pedro, vítimas da covid 19, serem sepultados no cemitério do Distrito seguindo as orientações da Vigilância Sanitária, da Organização Mundial da Saúde (OMS), e devido a vontade da família do falecido, que por sinal; é proprietária de túmulos no cemitério do Distrito. Essa é a pergunta feita pelo vereador.

Mas, na mídia distribuída pelo Whatsapp, entretanto, o ouvinte é levado a acreditar que Alcindo estaria afirmando que não haverá problema acaso 200 pessoas venham a óbito pela covid 19 no Distrito; o que não é verdade, e foge completamente ao contexto do que foi dito, melhor dizendo, do que foi perguntado pelo vereador no áudio.

Na mídia criminosa distribuída pelo Whatsapp também há uma expressão que busca ofender a honra e manchar a reputação do parlamentar diante da opinião pública, lhe causando vexame. Trata-se de um texto cunhado com vistas a eleição de 2020; com o objetivo de lesar a possível candidatura de Alcindo, afirmando que o vereador garanhuense não goza das suas faculdades mentais. “Esse louco não merece seu voto”, diz a expressão. Para este caso, compete perguntar qual foi o médico/autoridade de saúde que emitiu tal diagnóstico de "louco" à Alcindo, bem como o que lhe descredencia a obter o voto da população?

          Tem mais, da forma como o vídeo foi montado, o ouvinte/telespectador é levado a entender que Alcindo não dá nenhum valor a vida humana, sobretudo a vida dos moradores de São Pedro, dado que ele estaria supostamente afirmando que não tem problema nenhum morrer 200 pessoas com a covid-19 no Distrito, o que já ficou claro, não passa de uma mentira, e o pior, forjada por motivação política rasteira, rasa e escusa; pura politicagem. Caso de Polícia.

Os textos em questão, associados a manipulação/edição do áudio e a consequente distribuição da mídia pelo Whatsapp, configuram alguns crimes previstos pelo ordenamento jurídico brasileiro, motivo pelo qual o vereador Alcindo Correia tomará as medidas judiciais cabíveis contra quem produziu, bem como contra quem está distribuindo a mídia gratuitamente com o objetivo de injuriar e difamar o seu nome e sua reputação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário