quinta-feira, 14 de maio de 2020

Coronavírus: profissionais da enfermagem representam 55% dos infectados na rede de saúde de Pernambuco

Pela primeira vez, a Secretaria Estadual de Saúde detalha o adoecimento desses  trabalhadores 
por categoria profissional.(Com informações do JC Online – Foto: Andrew Theodorakis/AFP).

Levantamento divulgado nesta quarta-feira (13), pela Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES), revela que, entre os 2.892 profissionais de saúde que tiveram diagnóstico de covid-19 confirmado no Estado, 2.153 são de trabalhadores da rede estadual de saúde. Entre eles, 939 são auxiliares, atendentes ou técnicos de enfermagem e outros 258 são enfermeiros. Juntos, eles somam 55% do universo de profissionais de saúde que já se infectaram pelo novo coronavírus em unidades vinculadas à SES. Foi a primeira vez que a pasta detalhou o adoecimento desses trabalhadores por categoria profissional. 

Do total de infectados da rede estadual de saúde, 390 são médicos, 246 são de áreas administrativas, 20 são assistentes sociais, 35 gestores, 19 farmacêuticos, 45 fisioterapeutas e 9 nutricionistas, além dos 939 auxiliares, atendentes ou técnicos de enfermagem e dos 258 enfermeiros. Outros 192 profissionais de saúde são de categorias diversas, que não foram detalhadas pela SES neste primeiro levantamento.

Além disso, a SES informou que, entre os trabalhadores da rede estadual que adoeceram pelo novo coronavírus, 21 foram a óbito. Quatro eram auxiliares/técnicos de enfermagem, quatro enfermeiros, dois médicos, um fisioterapeuta, um cirurgião-dentista, um maqueiro, um condutor de ambulância e um técnico de laboratório. Para outros seis casos de morte, a SES informa que não foi informada a categoria profissional. 

O mapeamento inclui servidores efetivos, cargos comissionados, contratos por tempo determinado, profissionais cedidos à SES, terceirizados, profissionais celetistas contratados por Organizações Sociais de Saúde que se encontram nas unidades da rede estadual, como hospitais, Unidades de Pronto Atendimento Atenção Especializada (UPAEs) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário