quinta-feira, 2 de abril de 2020

Izaías tem tomado medidas equilibradas para enfrentar o coronavírus

Se desagrada alguns, é porque ele é determinado, sabe governar, tem espírito
Público; e está sobretudo na linha de frente de combate ao covid-19.

Neste momento difícil em que se encontra todo o país; devido a crise de saúde pública provocada pela disseminação do coronavírus, que tem desdobramentos já aparentes na economia brasileira, o Governo Municipal de Garanhuns se viu obrigado a adotar medidas emergenciais de contingenciamento de gastos públicos, que visam minimizar as despesas durante o período em que vigorar a pandemia.

Essa medida ocorre, entre outros motivos; devido ao fechamento do comércio e a consequente queda da arrecadação fiscal, sobretudo aquela oriunda do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). O ITBI; tributo pago por quem compra bens imóveis, e ainda o IPTU e as taxas que são pagas pela emissão de alvarás de licenciamentos, seguem infelizmente, a mesma dinâmica, com tendência de queda brusca.

Diante desse cenário; com o comércio fechado e sem a certeza de que contará com recursos dos Governos do Estado e Federal, na terça-feira (31), o Prefeito de Garanhuns Izaías Régis, anunciou as primeiras medidas de contingenciamento.

Via decreto, e como iniciativa mais impactante, definiu que ele, o seu vice, além dos secretários e comissionados do executivo terão os salários reduzidos em 30%; enquanto que contratados em 25%. Já as gratificações a servidores serão reduzidas em 50% e 100%.

Essa iniciativa do Prefeito tem por objetivo evitar uma demissão em massa; o que certamente seria mais nocivo ao servidores municipais, sobretudo para aqueles que são contratados e comissionados, já que eles não tem estabilidade; como os efetivos.
.

Criticado ou não, Izaías tem implantado medidas necessárias para esse momento de muitas incertezas. Fechou o comércio quando se viu obrigado a fazer isso em benefício da saúde pública dos garanhuenses, é bem verdade, mas permitiu a reabertura das feiras, sob orientação das autoridades de saúde e do próprio Procurador Geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco, Dr. Francisco Dirceu.

Essa decisão, aliás, irá impactar positivamente na economia da cidade; visto que elá permitirá aos feirantes retornarem às suas atividades; e justamente agora; diante de uma pandemia onde eles estão dentre os primeiros atingidos pela escassez de recursos.

É bom que se diga, quando Izaías libera as feiras, ele está pensando nas famílias garanhuenses de uma forma geral; que precisam abastecer, claro, sua dispensa, mas está pensando também no produtor rural do município; que busca escoar sua produção; e pensando sobretudo nos mais humildes; estes que tem como fonte de renda, único e exclusivamente as feiras, caso dos carroceiros, banqueiros e feirantes.

Quanto ao comércio, vale lembrar, ele segue fechado não por vontade do Prefeito, mas por força de um decreto do Governador Paulo Câmara, e devido as orientações das autoridades brasileiras de saúde; unânimes em dizer que o momento é de quarentena, de isolamento social, já que essa é a única forma, nesse momento, de combater a disseminação em grande escala do novo coronavírus, que já matou milhares de pessoas mundo afora.
.

GOVERNO MUNICIPAL COOPERA COM O GOVERNO ESTADUAL

Semana passada, vale registrar; Izaías deu uma boa demonstração de como deve agir um chefe de estado, neste caso, o chefe do Executivo Municipal.

Em sua casa, ele abriu as portas para o seu maior adversário político, Sivaldo Albino; já que neste momento, a preservação da vida da população está acima de qualquer outra disputa, seja ela ideológica, política, partidária ou eleitoral.

Na ocasião, o Prefeito fez o que a altura do cargo exige, e de imediato celebrou uma parceria de cooperação, por meio da qual o Governo de Garanhuns cederá máscaras, luvas e álcool em gel para o Hospital Regional Dom Moura.

No mesmo encontro, o Prefeito também definiu que a UPA 24 horas será reformada e posteriormente cedida para abrigar leitos de retaguarda do mesmo HRDM, para se necessário, atender pacientes infectados pelo coronavírus aqui em Garanhuns.

Também por decisão do chefe do Executivo, e visando somar esforços para tratar possíveis infectados pela COVID-19, cinco unidades básicas de saúde do município passaram a atender a população em regime excepcional; até as 22 horas; o que decerto diminuiu a procura pelo HRDM; hospital que atende toda a região Agreste Meridional.

TEM MAIS –  Em virtude da emergência de saúde pública internacional, decorrente da pandemia do novo coronavírus, e do cenário nacional de transmissão comunitária, reconhecido pelo Ministério da Saúde, o Prefeito de Garanhuns, por meio de decreto, declarou estado de calamidade pública em todo o município. Com o decreto, todas as medidas da administração pública serão direcionadas para o enfrentamento da pandemia. 

          Para ser editado, o documento levou em consideração, dentre outros; o risco a vida dos garanhuenses causado pela pandemia, a queda na arrecadação fiscal e a ainda a elevação dos gastos públicos no município; principalmente com a saúde. Com isso, o executivo poderá pleitear recursos junto ao Governo do Estado de Pernambuco e a União.

ALIADOS DE ONTEM SÃO OS "ADVERSÁRIOS" DE HOJE

Amado ou odiado, uma coisa é certa, até aqui Izaías tem tomado medidas equilibradas para combater a pandemia do novo coronavírus em Garanhuns. Se desagrada alguns, sobretudo aqueles que fazem politicagem para desgastar sua imagem e em seguida pedir voto a população, é porque ele é determinado, sabe governar, tem espírito público, guarda o interesse coletivo e está na linha de frente de combate ao Covid-19.

Tudo isso, associado ao fato de Izaías ser o político mais admirado e mais vitorioso da história de Garanhuns, faz muita gente se contorcer de inveja, gente aliás, que até bem pouco tempo declarava profunda admiração por Régis; por ser lotado em cargo municipal; mas que agora, sobretudo movido pela sua conveniência financeira, mudou de lado, para tentar, sem sucesso; “caçar” Izaías com críticas pelas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário