segunda-feira, 27 de abril de 2020

A beira de um colapso na saúde, Pernambuco já tem 98% de seus leitos de UTI ocupados. Quanto as enfermarias, ocupação já chega a 86%.

Das 400 novas vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) anunciados pelo Governo de Pernambuco 
há cerca de 40 dias, 333 leitos já foram montados, restando apenas 67 a serem implantados.

O Boletim COVID-19 divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde nesse domingo, dia 26, traz uma informação preocupante para todos os pernambucanos. É que dos 712 leitos disponíveis para tratamento de pacientes da COVID-19, em todo Estado, 92% já estão ocupados.

Dos 333 leitos de UTI disponíveis no Estado, 98% estão ocupados. Ou seja: no momento em que você lê essa reportagem restam apenas 7 leitos de Terapia Intensiva, equipados com respiradores, prontos para receber os pacientes graves da doença em todo o Estado. Já a situação dos leitos de Retaguarda (àqueles que podem servir como uma enfermaria e necessários para pacientes em menor gravidade e para aqueles que têm alta da UTI) também é crítica. Dos 379 leitos disponíveis em Pernambuco, 86% estão ocupados, restando apenas 53 leitos disponíveis.

Das 400 novas vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) anunciados pelo Governo de Pernambuco há cerca de 40 dias, 333 leitos já foram montados, restando apenas 67 a serem implantados. Já dos 600 leitos de retaguarda anunciados, 379 já estão instalados, restando 221, desses estão incluídos àqueles prometidos para Garanhuns, tanto de UTI, quanto de retaguarda, que servirão para atender a população de todo o Agreste Meridional. Nesses números não estão somados os leitos de enfermaria ofertados pelas Prefeituras em suas unidades municipais.
.

Apesar dos percentuais sinalizarem para um colapso do Serviço de Saúde, através de nota, também publicada no JC, a Secretaria Estadual de Saúde informou que a disponibilização de vagas pela Central de Regulação de Leitos para internamento de casos de COVID-19 é extremamente dinâmica. “Todo dia entram dezenas de pacientes e outras dezenas saem transferidos para Hospitais de Referência. Além disso, os pacientes que estão aguardando, momentaneamente, a transferência para centros de referência do Novo Coronavírus, são assistidos em unidades de saúde que geralmente contam com estrutura de salas de estabilização, inclusive com pontos de oxigênio e respiradores”, registra a Nota.

É importante registrar que mesmo vivenciando um momento de sub-notificações em que os casos de COVID-19 devem ser superiores aos divulgados pelas autoridades sanitárias, já que não há testes suficientes para todos aqueles que apresentam síndrome gripal, o Governo de Pernambuco vem liderando, pela quarta semana consecutiva, o ranking de transparência semanal feito pela organização não-governamental Open Knowledge Internacional (Rede pelo Conhecimento Livre). “Além disso, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) divulga, diariamente, boletins epidemiológicos detalhados, inclusive com a divulgação dos dados sobre a ocupação dos leitos”, finalizou a Secretaria Estadual de Saúde.

Cinthya Leite e Edilson Vieira / do JC Online
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário