sexta-feira, 20 de março de 2020

COVID-19: Em comunicado, Sivaldo revela que Governo do Estado pode reativar unidades privadas de saúde para tratar pacientes com Coronavírus em Garanhuns. Segundo Deputado, Dom Moura também deve atender parte da demanda; neste caso, com adequação de setores do Hospital

Albino: “Estamos integrados com Fé em Deus e Muito trabalho, para que 
tenhamos o menor impacto possível na vida dos pernambucanos”

O Governo de Pernambuco, junto com a prefeitura do Recife, divulgou na quarta-feira (18) o aumento de leitos de UTI e de retaguarda da rede estadual de saúde em tempos de coronavírus. São mais 1000 leitos, sendo 400 de UTI na capital e 600 de retaguarda no interior que se somam aos existentes. Até dois hospitais que estavam desativados foram assumidos pelo estado para a missão.

No primeiro momento, e de forma emergencial, o governo buscou leitos que já estivessem prontos e disponíveis por região. A prioridade foi a região metropolitana, por onde começou a pandemia no estado, e Caruaru, que já tinha quase 20 casos em investigação. A partir daí, regionalmente, a cada 100Km em direção ao Sertão, a Secretaria Estadual de Saúde conseguiu leitos também em Araripina, Serra Talhada e Petrolina.

Em Garanhuns, iniciou-se também na quarta-feira o processo de verificação de leitos que estarão à disposição para pacientes de Coronavírus, inclusive na rede privada. A missão vem sendo conduzida pelo deputado Sivaldo Albino e pela V GERES. “Visitei os hospitais em Garanhuns e estamos vendo inclusive antigas unidades de saúde particulares que possam ser reativadas pelo Governo do Estado para tratamento exclusivamente de pacientes com Coronavírus” – Afirmou o deputado.

O Hospital Dom Moura também deve atender parte desta demanda, com adequação de setores da unidade hospitalar.

Segundo Sivaldo Albino, o governo do estado tem dado respostas rápidas no enfrentamento à esta pandemia, com planejamento e monitoramento diário: “Estamos integrados para que tenhamos o menor impacto possível na vida dos pernambucanos. Com fé em Deus e muito trabalho.” – Finaliza.
. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário