terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Homem é detido por atuar ilegalmente como dentista em Garanhuns

No local da denúncia, foi encontrada toda a estrutura
para fazer atendimentos odontológicos.

Um homem foi detido nesta segunda-feira (27) suspeito de praticar a odontologia de forma ilegal aqui em Garanhuns, após fiscalização do Conselho Regional de Odontologia (CRO-PE). A ação foi realizada em conjunto com o 9º Batalhão da Polícia Militar. No local da denúncia, foi encontrada toda a estrutura para fazer atendimentos odontológicos. Os policiais e os fiscais identificaram o suspeito com instrumentais utilizados nos atendimentos.

"O local dispunha de toda estrutura de consultório odontológico, como cadeira odontológica e outros equipamentos, mas não apresentava nenhuma documentação junto à Vigilância Sanitária, prefeitura, Bombeiros e nem inscrição junto ao CRO. Também apresentava irregularidades de biossegurança", explicou o chefe do setor de fiscalização do CRO-PE, Vitor Souto Maior.

O suspeito não confirmou inicialmente os atendimentos, mas foram encontradas fichas clínicas nas quais ele prescrevia tratamentos odontológicos usando o nome dele com a numeração do CRO de um profissional de outro estado. Ele foi conduzido para a delegacia da 135ª Circunscrição de Garanhuns para prestar esclarecimentos. O suspeito deverá responder por exercer a profissão de dentista sem autorização legal. O caso será investigado.

Denúncias - De acordo com o CRO-PE, este é o quarto caso em janeiro de 2020 de exercício ilegal da odontologia que resulta em flagrante. O órgão alerta que práticas como esta colocam em risco a saúde da população, além de ser crime contra a saúde pública previsto no Código Penal Brasileiro. Denúncias devem ser encaminhadas para o conselho e para a polícia, com informações como endereço, nome do suspeito, frequência dos horários de atendimentos, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário