segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Domingo: Idosa morre após carros colidirem na BR-423, em Garanhuns

Além da PRF, o Instituto de Criminalística e a Polícia Civil de
Garanhuns estiveram no local para investigar o acidente.

Uma idosa de 67 anos morreu após dois carros colidirem na tarde do domingo (15), na BR-423, aqui em Garanhuns. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, estava chovendo no momento do acidente.Ainda segundo a PRF, o motorista de um dos automóveis perdeu o controle do veículo, invadiu a contramão da rodovia e colidiu lateralmente com o outro carro.

A passageira de 67 anos morreu no local. Os motoristas realizaram o teste do bafômetro e o resultado foi normal. O condutor que perdeu o controle do carro não possuía a Carteira Nacional de Habilitação e o veículo foi recolhido por estar com o licenciamento atrasado e com pneus em mau estado de conservação.

Além da PRF, o Instituto de Criminalística e a Polícia Civil de Garanhuns estiveram no local para investigar o acidente.

Matrículas na rede municipal de ensino iniciaram nesta segunda (16)

De acordo com a Secretaria de Educação, só serão asseguradas as vagas para os estudantes que efetuarem
as matrículas no prazo estabelecido, e de acordo com a quantidade ofertada em cada unidade escolar.

A Secretaria Municipal de Educação (Seduc) inicia, nesta segunda-feira (16), o processo de matrículas para estudantes novatos que desejam ingressar nas creches do município de Garanhuns. O processo segue até a próxima sexta-feira, dia 20 de dezembro.

Já para os alunos que já pertencem a rede municipal de Ensino e que estão concluindo o infantil II e o 5º ano do ensino fundamental e pretende continuar na rede, as matrículas deverão ser feitas entre os dias 6 e 10 de janeiro de 2020. Quanto aos novatos, eles poderão se matricular entre os dias 13 a 17 de janeiro de 2020.

Para efetuar o procedimento é necessário que os pais ou responsáveis compareçam à Unidade de Ensino portando os seguintes documentos: requerimento de matrícula, assinado pelos pais, ou por responsável do(a) estudante menor, ou pelo(a) estudante quando maior de 18 (dezoito) anos; termo de responsabilidade assinado pelos pais ou por responsável do(a) estudante para efeito de compromisso, acompanhamento de frequência escolar e participação no processo de aprendizagem; ficha do perfil socioeconômico da família; termo de autorização de saída do estudante; declaração de utilização do transporte escolar; transferência da escola de origem (não deve conter emendas e/ou rasuras); cópia da certidão de nascimento ou da certidão de casamento; cópia do CPF; cópia do comprovante de residência atualizado com CEP; cópia da carteira de vacinação (Lei Estadual nº 13.770 de 18/05/2009); cópia do comprovante do tipo sanguíneo e do fator RH do(a) estudante (Lei Estadual nº 15.058 de 03/09/2013); cópia do cartão do SUS; 2(duas) foto 3x4 recente.

De acordo com a Secretaria de Educação, só serão asseguradas as vagas para os estudantes que efetuarem as matrículas no prazo estabelecido, e de acordo com a quantidade de vagas ofertadas em cada unidade escolar. Outras informações podem ser esclarecidas na sede da pasta, localizada na Rua Siqueira Campos, nº 75, avenida Santo Antônio, ou pelo telefone (87) 3762-7060.

Recife: Deputado Sivaldo Albino assume vaga no Conselho da ARPE

Órgão que o parlamentar passa a integrar a partir de agora, tem o papel de regular, fiscalizar e zelar 
pela qualidade dos serviços públicos delegados pelo Estado, ou por ele diretamente prestados.

Na manhã da última sexta-feira, dia 13 de dezembro, o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB) tomou posse no Conselho da  Agência de Regulação de Pernambuco – ARPE, na vaga destinada à Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE).

A ARPE tem o papel de regular, fiscalizar e zelar pela qualidade dos serviços públicos delegados pelo Estado, ou por ele diretamente prestados, a exemplo da energia elétrica, água e esgoto, gás natural canalizado, entre outros.

A Arpe atua como mediadora entre as empresas de serviços, seus usuários e o Estado como poder concedente, no encaminhamento de soluções para os problemas identificados.

“Como um dos oito membros que integram seu Conselho Consultivo, teremos agora, além dos encargos já assumidos na Alepe, a tarefa de discutir e opinar quanto aos critérios para fixação, revisão e reajuste de tarifas; examinar críticas, denúncias e sugestões feitas pelos usuários, bem como formular proposições à Diretoria da Agência”, destaca Sivaldo.