terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Política: Gersinho Filho é cotado para ser o vice na chapa de Haroldo

Secretário não confirma, mas também não esconde 
que pode e topa ser escalado para o posto

No comando da pasta de Agricultura do Governo Municipal desde janeiro deste ano; eleito vereador para o terceiro mandato em 2016, advogado por formação, Gersinhho Filho tem sido cotado para ser o vice-prefeito na chapa a ser apoiada por Izaías Régis; que disputará a Prefeitura de Garanhuns no próximo ano.

Gerson tem circulado com frequência ao lado do vice-prefeito Haroldo Vicente. Juntos eles tem concedido entrevistas em rádios, participado de reuniões e até mesmo fiscalizado o andamento de diversas obras espalhadas pelo município. Todo esse alinhamento tem dado margem a especulação. O próprio Gersinho não confirma, mas também não esconde que pode e topa ser escalado como vice de Haroldo.

Faz sentido, afinal; ele é o vereador em atividade que mais evoluiu em mandato; tendo em vista que já ocupou a presidência da Câmara e ainda conseguiu um feito nunca antes alcançado por um parlamentar; o de se tornar secretário; posto onde aliás; ele vem empreendendo um trabalho com excelência ao longo de 2019.

Todas as pesquisas de avaliação do Governo mostram isso. Nelas os entrevistados fazem questão inclusive de comentar a atuação do secretário. Os mais satisfeitos chegam a dizer que a zona rural de Garanhuns era uma, antes, e é outra depois de Gersinho; o que certamente deve encher de orgulho o jovem secretário.

MMA: Garanhuense Jonathan Testa vence Bruno Pegado em Natal (RN)

Capoeirista, praticante de boxe, kickboxing, luta olímpica, Muay Thai e de jiu-jitsu; Testa foi anunciado vencedor do combate, após três rounds de muita trocação. Em abril, ele fará a sua primeira defesa de cinturão; já que é o atual campeão dos meio-médio do MMA Brasileiro.

O lutador Garanhuense Jonathan Carlos, o “Jonathan Testa”, deu mais um orgulho a Garanhuns. No último final de semana, mais precisamente no sábado, 30 de novembro, em Natal (RN), ele venceu mais uma luta no MMA; desta vez, contra Bruno Pegado, o “Mago”; lutador que é primo de Renan Barão do UFC.

No combate, válido pela categoria meio médio que bate até 77 quilos, Pegado representou a equipe Hikari de Natal; enquanto que Testa, representou o CT Rodrigo Siberiano; que é onde ele treina aqui em Garanhuns. A luta foi organizada pela Natal Fight Championship (NFC); evento que em 2019, chegou a sua 17ª edição reunindo os melhores lutadores do MMA profissional do Brasil.

Bruno lutou em casa, enquanto que Testa era o visitante. A torcida, toda a favor de Pegado, pressionou o atleta garanhuense durante todo o combate, gritando desde “vai perder”, até “vai morrer”. Focado; Testa não cedeu a pressão; e mesmo com envergadura menor que a do seu oponente; e ainda após receber uma joelhada que abriu o seu supercílio esquerdo; Jonathan conseguiu reagir; e acabou dominando a luta.

Capoeirista, praticante de boxe, kickboxing, luta olímpica, Muay Thai e ainda de jiu-jitsu; Testa foi anunciado vencedor do combate por unanimidade, após três rounds de muita trocação; onde prevaleceu a disciplina e o jogo do garanhuense; que está nos rings desde os 12 anos. Determinado, ele imprimiu o ritmo da luta desde o início; mas sem perder o fôlego, o que aconteceu com Pegado, que nos momentos finais do combate quase foi finalizado. 

A luta de sábado não valeu o cinturão dos meio-médio; que Testa defenderá em abril do próximo ano, mas valeu para provar que ele está em forma; encarando cada combate como se fosse o último e pronto para nocautear o seu próximo desafiante. Aos 23 anos, o jovem lutador garanhuense vive uma boa fase no MMA. Atualmente ele é o campeão dos meio-médio Brasileiro e Pernambucano. Quanto a vitória em Natal, ela foi a terceira seguida. Antes, Testa havia detonado Eduardo Andrade, em João Pessoa, no “Paraibafight e Juliano Gladiador, também em Natal (RN); na luta que lhe valeu o cinturão dos meio-médio.

Ainda sobre sábado passado; o que se viu no octógono de Natal, não foi uma luta; foi uma guerra; por sinal digna de dois grandes lutadores, mas sobretudo a altura de Testa; um verdadeiro campeão não só do octógono, mas da vida; tendo em vista a sua origem humilde e o pouco incentivo financeiro que ele conta para seguir no esporte orgulhando Garanhuns.
.