quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Garanhuns: Uesg realiza congresso Estudantil já no próximo dia 31

Congresso contará com a presença de representantes e lideranças políticas, como o deputado federal
Fernando Rodolfo (PL), o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB) e o prefeito Izaías Régis (PTB).

A União dos Estudantes Secundaristas de Garanhuns – UESG, entidade que representa mais de 30 mil estudantes de escolas públicas e privadas de Garanhuns, realizará seu 9° congresso. Além de eleger a nova direção da entidade, o congresso promoverá debates, atividades culturais e atos políticos. O congresso será realizado no próximo dia 31 de agosto na Câmara Municipal de Garanhuns a partir das 8 horas.

Segundo informações da UESG, são esperados cerca de 300 estudantes garanhuenses "para debater os rumos das lutas estudantis diante dessa conjuntura difícil de retrocessos no setor da educação e debater questões de lutas locais e os desafios que precisaremos superar em Garanhuns".

O congresso contará com a presença de diversos representantes e lideranças políticas, caso por exemplo do deputado federal Fernando Rodolfo (PL), do deputado estadual Sivaldo Albino (PSB), do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), além de instituições partidárias, sindicatos e movimentos da sociedade civil.

A UESG tem como pautas de lutas para os anos seguintes a defesa de: creches, educação básica, educação técnica e superior, acesso a cidade, Garanhuns respira cultura, literatura e arte e a participação da juventude na política e nas eleições.

PROGRAMAÇÃO
8H00 – Credenciamento
9H00 - Mesa de abertura
10H30 - Café da manhã
11H00 - GD 01 Educação
12H30 – Almoço
14H00 – GD 02 Juventude e Política
15H30 – Plenária Final UESG
16H20 – Plenária Final UESAMPE
17H00 – Encerramento

Izaías apoia redução de impostos para atrair empresas tecnológicas

Nesta quarta, chefe do executivo tratou sobre a criação de instrumentos de fomento à
inovação na cidade, com um grupo de professores e empresários. Saiba como foi:

Na tarde de ontem (21), estiveram presentes, no gabinete do prefeito Izaías Régis, os professores Alixandre Thiago e Luís Filipe, do curso de Ciência da Computação da UFRPE-UAG; Leonardo Soares, do curso de Tecnologias em Desenvolvimento de Software do IFPE; e os empresários Mauro Pacheco e Petros Barreto. O tema da reunião foi a importância da criação e de instrumentos de fomento à inovação na cidade de Garanhuns por meio de um projeto de lei de inovação.

Para o prefeito Izaías, além da vocação natural do turismo da cidade, Garanhuns também pode se beneficiar da aplicação de conhecimento de tecnologia da informação e outros saberes presentes oriundos das universidades pelas empresas e indústrias locais. “Isso é a economia do futuro”, defendeu o gestor.

O professor Alixandre explanou a minuta do projeto de lei, que foi criada e revisada por integrantes de um grupo de profissionais chamado de TEIA (Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação para o Agreste Meridional), que se basearam em experiências já existentes em Florianópolis (SC), considerada cidade referência na criação de instrumentos legais de inovação no país.
.

A minuta de lei prevê, dentre outros, a criação de um conselho municipal de inovação, um fundo municipal de inovação, o programa de incentivo à inovação e o plano de inovação do executivo municipal. O prefeito apoiou ainda o estudo sobre a adoção de um mecanismo de redução do imposto sobre serviços (ISS) para atração de empresas de base tecnológica para a cidade e reafirmou o apoio para tornar Garanhuns uma cidade cada vez mais moderna e com geração de empregos qualificados.

Os dois empresários confirmaram a importância do instrumento, além de terem apresentado um pouco da atuação deles no segmento de tecnologia na cidade, um deles gerando inclusive 17 vagas de estágios e empregos na área de computação, a partir de projetos financiados pelo Sebrae.

De acordo com o assessor Wanderley Lopes, a minuta da lei será encaminhada à procuradoria jurídica da prefeitura para análise e posterior envio ao legislativo municipal para as devidas discussões.
.

Câmara aprova projeto que amplia posse de arma na propriedade rural

Atualmente; posse é permitida apenas na sede. Com nova Lei, uso de arma 
será permitido em toda a propriedade. (Agência Brasil, com informações do G1).

O Plenário da Câmara dos Deputados, aprovou na noite da última quarta-feira, dia 21 de agosto, por 320 votos a 61, o Projeto de Lei 3.715/19, que autoriza a posse de arma em toda a extensão de uma propriedade rural aqui no Brasil.

A medida garante ao dono de uma fazenda, por exemplo, o direito de andar com uma arma de fogo em qualquer parte de sua propriedade. Atualmente, de acordo com o Estatuto do Desarmamento, a posse de armas é permitida apenas na sede da propriedade rural.

Como o texto já foi aprovado na Câmara, ele seguirá para a sanção do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que decidirá se sanciona, veta parcialmente ou veta a íntegra. Durante a votação, os deputados rejeitaram uma emenda que permitiria incluir um dispositivo, que alteraria o Estatuto do Desarmamento para garantir o porte de arma ao proprietário rural.

A segurança no campo foi o elemento central durante as discussões do projeto da proposta. Os defensores da proposta argumentaram que os agricultores precisam ter condições de se defender da criminalidade, enquanto os que se posicionavam contra o PL diziam que a medida poderia agravar a violência no campo.

O relator do projeto, deputado Afonso Hamm (PP-RS), disse a proposta tem o apoio do setor rural e que vai beneficiar os pequenos proprietários. “A arma, que nas mãos dos bandidos é uma ameaça à sociedade, nas mãos do cidadão de bem é garantia da paz social, porque ele vai usá-la em defesa da sua vida e de seus familiares”, disse.

Lembrando que posse de arma é a permissão de se manter armado dentro de casa, o contrário do direito ao porte, que é a autorização de transportar a arma fora de sua residência. O que foi aprovado, nesta quarta-feira (21), foi o direito à posse.
.