terça-feira, 30 de julho de 2019

ATENÇÃO MOTORISTAS: Veículos com final de placa 6, 7 e 8 tem até o próximo dia 31 de julho deste ano para circular com CRLV 2018

Circulação sem o porte, seja físico ou digital do CRLV 2019 acarretará
em 3 pontos na CNH e ainda infração leve no valor de R$ 88,38.

O prazo limite para circular com o Certificado de Registro e Licenciamento Veicular - CRLV 2018, dos veículos com placa terminada em 6, 7 e 8 segue até o próximo dia 31 de julho deste ano. O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, lembra que o CRLV 2019 só é emitido depois que são quitadas todas as taxas que compõem o Licenciamento. São elas: Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o chamado IPVA, taxas (bombeiros, licenciamento), possíveis multas de transito vencidas e ainda seguro obrigatório, chamado de DPVAT.

Quem optou por não pagar a taxa de postagem, o proprietário ou procurador legal, após quitar as demais taxas que compõem o Licenciamento, é preciso agendar atendimento para emissão do CRLV 2019 no site www.detran.pe.gov.br, onde é possível escolher o ponto de atendimento do DETRAN para receber documento. Quem deixar para quitar o licenciamento 2019 no último dia, ou seja, 31 de julho, deverá agendar para receber o CRLV.

É possível ao cidadão que optou por pagar a taxa de postagem, rastrear o envio do CRLV 2019, depois de sua devida emissão, por meio do site do DETRAN-PE. Para isso, digite a placa do veículo na seção “Consultar Placa”, localizada na parte superior esquerda da página principal do site. Depois disso, o cidadão clica no botão “Detalhamento de débito” e lá na opção de rastreamento do CRLV. Só o proprietário registrado ou seu procurador legal estão habilitados a receber o CRLV do veículo.

A circulação sem o porte, seja físico ou digital, do CRLV 2019 acarretará em 3 pontos na CNH, infração leve no valor de R$ 88,38. Já com licenciamento vencido, acarretará na remoção do veículo para depósito do DETRAN-PE, 7 pontos na CNH, infração gravíssima no valor de R$ 293,47, e taxas para a liberação.

MULTAS DE TRÂNSITO ATRASADA TERÃO COBRANÇAS DE JUROS

O DETRAN-PE alerta que o pagamento do licenciamento conta com um diferencial, pelo terceiro ano consecutivo. De acordo com o órgão, as multas não constarão no carnê de licenciamento, ou seja, no demonstrativo de débitos. Portanto, para pagar, o usuário deverá acessar o site www.detran.pe.gov.br, pois nele, os proprietários de veículos poderão gerar o boleto com as multas vencidas já com juros e correção. 

Os acréscimos se basearão na taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais acumulada mensalmente, calculados a partir do mês subsequente ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% (um por cento) relativamente ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado. As mudanças estão contidas na referida Lei, no artigo 284, inciso 4º.

          O licenciamento veicular exige, além do pagamento das taxas, o pagamento de multas (infrações de trânsito) vencidas ou em atraso, que deverão ser impressas com valor atualizado pelo site do Órgão www.detran.pe.gov.br.

Funcionários dos Correios anunciam greve a partir desta quarta-feira

Categoria protesta contra a ''retirada de direitos básicos''
e também o reajuste salarial. (Com informações do JC Online).

Os trabalhadores dos Correios anunciaram que entrarão em greve a partir da noite desta quarta-feira (31). Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a categoria realiza na manhã desta terça-feira, 30, a última reunião prevista no calendário de negociação com os Correios, em Brasília.

De acordo com Fischer Moreira, secretário de imprensa da Fentect, a categoria protesta contra o baixo "reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria". Uma das alterações propostas pela empresa é a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do plano, que hoje está por volta de 30%. O reajuste salarial proposto é de 0,8%, valor considerado irrisório pela federação.

A greve foi anunciada ao presidente dos Correios, Floriano Peixoto, na última segunda (29). Apesar do indicativo de paralisação, os trabalhadores não descartam novas negociações. "Ainda que tenha uma data marcada para greve, o comando continua a disposição de negociar. Entendemos o momento da empresa, mas é necessário também ver o lado do trabalhador", afirma Moreira.

Privatização - Os Correios estão em meio a uma possibilidade de privatização, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. Os planos do governo, por enquanto, são de investir esforços na reforma da Previdência, enquanto as privatizações ficariam para um segundo momento. Fischer Moreira alega que a base aliada do governo no Congresso Nacional, como a deputada Joice Hasselmann, do PSL de São Paulo, divulga informações sobre a empresa que "faltam com a verdade".

"Não necessariamente a privatização vai trazer preços mais acessíveis, inclusive para regiões periféricas, e a precarização de serviços vai ser ampliada. A gente sabe que existe esse fantasma da privatização e combate essa perspectiva", diz ele.

Em nota, os Correios afirmaram que "continuam em negociação com representações dos empregados", com mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e que "não é oportuno tratar de greve neste momento".

CORUMBÁ, NA FRONTEIRA COM A BOLÍVIA: Polícia prende Zé Maria, fazendeiro condenado por mandar matar promotor de Itaíba

Condenado a 50 anos de prisão, fazendeiro estava foragido da Penitenciária
Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, desde o dia 14 de fevereiro.

(Com informações do JC Online – Foto: Ricardo B. Labastier/ Arcevo JC Imagem).

A polícia capturou, nesta segunda-feira (29/07), em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, na fronteira com a Bolívia, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado pelo assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, em outubro de 2013.

O acusado estava foragido desde 14 de fevereiro deste ano, quando fugiu da Penitenciária Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá. O anúncio da captura do fazendeiro foi feito pelo atual secretário de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado de Pernambuco, Pedro Eurico, em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta segunda.

Mais conhecido como Zé Maria, ele e outros seis detentos conseguiram fugir durante um resgate e uma intensa troca de tiros. O sargento da Polícia Militar Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, que tentou impedir a fuga, foi baleado na cabeça e morreu. Os presos teriam usado escadas e cordas para deixar a penitenciária.

Condenação - José Maria foi condenado a 50 anos e quatro meses de prisão depois de ser apontado pela Polícia Federal como o mandante do assassinato do promotor Thiago Faria, que atuava no município de Itaíba, no Agreste do Estado. As investigações apontaram que o motivo do crime foi a disputa por terras na região. Outros quatro acusados de participação no homicídio também foram condenados.