quinta-feira, 11 de julho de 2019

SDS: "FIG 2019 terá reforço de quase 3 mil homens em sua segurança"

Ainda de acordo com Secretaria de Defesa Social, apenas para o caso da PM, 2.403 
postos de trabalho serão ativados no período que compreende o evento; 18 a 27 de julho.

O Festival de Inverno de Garanhuns chega, em 2019, a sua 29ª edição e, com o intuito de garantir que os moradores e turistas curtam o evento de forma tranquila e segura, a Secretaria de Defesa Social conta com um plano estratégico especial para a região, que será colocado em prática entre os dias 18 e 27 de julho. Ao todo, mais de R$ 158 mil estão sendo investidos na ação, que contará com um reforço de 2.943 postos de trabalho ativados.

Neste período, a Polícia Militar de Pernambuco, responsável pelo policiamento ostensivo e preventivo, ativará 2.403 postos de trabalho, o que garantirá reforço na segurança de todos os polos de festa, como a Praça Mestre Dominguinhos e o Parque Euclides Dourado. Neste primeiro, será montada uma Plataforma de Observação Elevada, que será responsável pelo videomonitoramento nos locais de shows e apresentações.

Também fortalecendo o trabalho preventivo, o Corpo de Bombeiros montará plataformas elevadas na Praça Mestre Dominguinhos, assim como terá viaturas de prontidão no local. Ao todo, 180 postos de trabalho serão ativados pela unidade para garantir a segurança de quem for conferir a festa nos palcos de evento. Além disso, o 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros, localizado em Garanhuns, estará de prontidão para dar apoio aos profissionais em campo. De acordo com a Secretaria de Defesa Social, antes da festa, o Centro de Atividades Técnicas (CAT) estará empenhando profissionais nas atividades prévias para autorização das estruturas que participarão das festividades.

Para o atendimento a população, a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) terá um reforço de 240 postos de trabalho durante e o período e montará uma Delegacia Móvel na Praça Mestre Dominguinhos. No local, poderão ser realizados boletins de ocorrências. Já os casos que precisem de confecção de TCOs e lavratura de prisão em flagrante serão encaminhados para a estrutura física montada no Posto de Comando Interligado ou para a Delegacia de Plantão da 134ª Circunscrição Policial.

Por fim, o trabalho da Polícia Científica será realizado normalmente na Unidade Regional de Polícia Científica de Garanhuns, inaugurada no ano passado. O serviço, que funciona 24 horas, já realiza perícias criminais em local de crime, drogas, balística e identificação veicular, assim como perícias médico-legais em vivos: traumatologia e sexologia forense, além de identificação criminal e elaboração de retrato falado.
.

SALDO POSITIVO: Governo de Pernambuco registra redução recorde nos indicadores de homicídios no Estado

Resultado, foi apresentado nesta quinta (11), durante reunião do Comitê 
Gestor do Pacto pela Vida, que foi comandada pelo Governador Paulo Câmara.

O governador Paulo Câmara esteve à frente da reunião do Comitê Gestor do Pacto Pela Vida (PPV), na manhã desta quinta-feira (11.07), para um balanço do primeiro semestre de 2019, que registrou uma redução recorde no número de homicídios em Pernambuco, tornando este o semestre menos violento desde 2014.

O Estado computou 1.757 homicídios, nesses primeiros 6 meses, contra 2.284, no mesmo período do ano passado, o que representa 527 a menos, uma diminuição de 23% no comparativo com o primeiro semestre de 2018. O chefe do Executivo Estadual atribuiu a queda histórica ao caminho trilhado através das repactuações do Programa e aos investimentos. Quanto ao crime de feminicídio, ele teve uma redução de mais de 60% no mês de junho, quando comparado com o mesmo período de 2018.

Ainda sobre junho de 2019, ele representou o 19º mês consecutivo de redução dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) e o 22º de queda nos Crimes Violentos Patrimoniais (CVPs) em Pernambuco.
.

Nos homicídios, a diminuição em relação ao mesmo mês em 2018 foi de cerca de 25%. Houve 253 mortes no mês passado, contra 336 no período equivalente de 2018. Esse foi o segundo mês de junho menos violento de toda a série histórica iniciada em 2004. Ao todo, 27 municípios, mais Fernando de Noronha, não registraram nenhum CVLI nos primeiros seis meses deste ano.

A análise dos CVPs mostrou retração de 23,2% em junho (6.521 casos em 2019, contra 8.493 no ano anterior). A queda no primeiro semestre de 2019 foi de 16,44%. De 50.597 casos nos primeiros seis meses de 2018, passou para 42.281 este ano, o que representa uma diferença de 8.316 roubos a menos.
.