terça-feira, 18 de junho de 2019

Comissão da Alepe aprovada PEC que destina 0,5% da receita estadual aos deputados. Se aprovada em plenário, PEC permitirá acesso a R$ 2 milhões de reais aos parlamentares já este ano. Até então, deputados inscreviam no máximo R$ 1,2 milhões de reais no orçamento

Segundo a proposta, percentual do orçamento destinado às emendas sairá dos atuais 0,356% 
para 0,4%, em 2020; 0,43%, em 2021; chegando a 0,5%, em 2022. (Folha de Pernambuco).

Os deputados estaduais terão direito a 0,5% do orçamento estadual para as emendas parlamentares. Este percentual consta no substitutivo à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) das Emendas, que foi aprovado, por unanimidade, nesta terça-feira (18), na Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ). A atual proposta segue agora para a segunda e última discussão no Plenário da Casa.

Segundo o relator do substitutivo, deputado Romário Dias (PSD), foram realizadas algumas modificações ao texto original proposto pelo deputado Alberto Feitosa (SD). “O percentual do orçamento destinado às emendas sairá dos atuais 0,356% para 0,4%, em 2020; 0,43%, em 2021; chegando a 0,5%, em 2022. Outra mudança foi que retiramos da proposta inicial a criação das emendas de comissões”, detalhou. 

Ainda fica previsto que o Estado seja obrigado a inscrever para o ano seguinte a execução das emendas não efetivadas. “O governo fica na obrigação de pagar todas as emendas durante o ano, salvo aquelas que o parlamentar não apresentar a documentação exigida por lei e aí o recurso será inscrito em restos a pagar e será executado no orçamento do ano seguinte”, pontuou Romário.

Com a fixação do percentual para as emendas parlamentares, cada deputado passará a ter cerca de R$ 2 milhões, levando em consideração o orçamento deste ano. Atualmente, o montante equivale a aproximadamente R$ 1,2 milhões.

“A emenda parlamentar não vai para a conta do deputado ou para o gabinete do parlamentar. É uma capacidade que o deputado tem de fazer uma indicação ao orçamento já existente para destinar recursos, principalmente, para aqueles menos favorecidos. A gente destina as emendas para ações como, por exemplo, compra de medicamentos, manutenção de hospitais, compra de ambulâncias, calçamento, saneamento básico. E, muitas vezes, são benfeitorias que vão para distritos que carecem muito do poder público”, finaliza Feitosa.

Goleiro Magrão, ídolo do Sport cogita antecipar sua aposentadoria

Aos 42 anos, jogador tem contrato com o rubronegro
da Ilha do Retiro, até o final do ano. (JC Online).

Jogador mais vitorioso do Sport com dez títulos conquistados e considerado o maior atleta da história do clube, o goleiro Magrão cogita antecipar a sua aposentadoria. De acordo com informação obtida pela reportagem do Jornal do Commercio, mesmo com contrato até dezembro com o Leão, o veterano de 42 anos estaria pensando em aproveitar essa paralisação da Série B para encerrar a carreira.

Segundo apurou o JC, Magrão estaria planejando morar na Itália com a família, já que ele tem cidadania italiana e o seu filho mais velho, Lucas Beti, que é lateral-direito, atua na equipe amadora do Valgatara-ITA. Segundo informações obtidas pelo JC, o goleiro também deseja que o seu filho mais novo, Rafael Beti, siga com ele para a Europa. E, inclusive, já teria até um clube da Itália interessado em receber o caçula de Magrão, que também atua como goleiro do sub-17 do São Paulo - o clube paulista estaria dificultando a saída.

Lembrando que a filha de Magrão é formada em Direito e também mora na Europa. Gabriela Beti está em Portugal, cursando uma pós-graduação, e com essa possível mudança dos pais ficaria mais próxima da família - o que também estaria pesando na decisão.

Procurado pela reportagem, o presidente do Sport, Milton Bivar, desconversou sobre o assunto e disse não acreditar na possibilidade de Magrão se aposentar antes do término do contrato. "Não creio nisso. Ele (Magrão) não chegou a conversar comigo, mas não acredito nisso", declarou o mandatário leonino.

Magrão sofreu uma fratura no antebraço direito em outubro do ano passado, na partida contra o Athletico-PR, pela 29ª rodada da Série A, ficando três meses em recuperação após a cirurgia. Nessa temporada iniciou como titular, mas retornou aos gramados um pouco inseguro e, após cometer algumas falhas, acabou perdendo a posição para o jovem Maílson. A última partida do veterano foi no clássico contra o Santa Cruz, no Arruda, pelo Pernambucano. Partida que decretou a saída do técnico Milton Cruz.

Desde a chegada de Guto Ferreira, Magrão não teve mais oportunidade entre os titulares. Internamente, no clube, existia uma conversa de que o camisa 1 retornaria à titularidade no início da Série B, depois de um período treinando para recuperar a boa forma. Contudo, diante dos dois pênaltis defendidos por Maílson na final do Estadual contra o Náutico, a ida do prata da casa para a reserva ficou inviável, já que ele foi fundamental na conquista do título. Deixando-o decepcionado.

Diante desse impasse, a expectativa é se o Magrão vai aparecer no CT José de Andrade Médicis, na próxima sexta-feira (21), à tarde, quando o elenco rubro-negro se reapresenta para iniciar a inter-temporada nessa paralisação da Segundona.

HISTÓRICO - O goleiro Magrão chegou ao Sport no dia 21 de abril de 2005 e, nesses 14 anos, já disputou mais de 700 partidas pelo time rubro-negro, tendo conquistado oito títulos Pernambucanos (2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2014, 2017 e 2019), uma Copa do Brasil (2008) e a Copa do Nordeste (2014). O veterano de 42 anos também tem no currículo três acessos à Série A: 2006, 2011 e 2013.

Caruaru: Prefeitura abre processo seletivo com 706 vagas para professores, engenheiros e arquitetos

Ao total, 699 vagas estão sendo oferecidas para professores;
enquanto que 7, para outros profissionais. (G1 Caruaru e Região).

A Prefeitura Municipal de Caruaru, no Agreste do Estado de Pernambuco, abriu dois processos seletivos: um é voltado para seleção de professores, enquanto o outro é para engenheiros e arquitetos. No total, são 706 vagas disponíveis.

De acordo com a gestão municipal, são sete vagas temporárias para os profissionais de engenharia e arquitetura. A seleção será feita por meio de prova oral e análise de títulos. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente através da internet. O resultado será publicado no Diário Oficial do município. Serão aceitas inscrições até o dia 20 de junho.

Já para a seleção temporária de professores do ensino fundamental há 699 vagas. A seleção será realizada em três etapas: prova online, prova escrita e análise de títulos. As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente através da internet. As vagas são voltadas para profissionais das áreas de pedagogia, educação física, ciências biológicas, geografia, história, letras e matemática.