segunda-feira, 8 de abril de 2019

Governo divulga edital para o Festival de Inverno de Garanhuns 2019

Interessados em se apresentar no evento, devem se inscrever entre 12 de abril e
7 de maio, por correspondência ou de forma presencial na Secult/Fundarp.

Está dada a largada para o 29º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG 2019): shows, cortejos, intervenções, recitais, concertos, vivências criativas, espetáculos, desfiles, exposições, mostras, ações de patrimônio cultural e outras atividades culturais reunidas numa dos municípios mais charmosos do agreste de Pernambuco.

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura (Secult) e divulgou o edital de inscrição e seleção de propostas, cujo prazo vai de 12 de abril a 7 de maio, de forma presencial na Secult/Fundarpe ou por correspondência. O FIG 2019 acontece na segunda quinzena de julho, em diversos polos e palcos espalhados em Garanhuns.

Poderão apresentar propostas pessoas físicas ou jurídicas, de todo território nacional, que comprovem sua atuação na atividade artístico-cultural. Serão aceitas inscrições em atividades artístico-culturais (shows, performances, recitais, exposições, desfiles, mostras, vivencias, etc) nos segmentos das: Artes Visuais, Audiovisual, Circo, Cultura Popular, Dança, Design e Moda, Fotografia, Gastronomia, Literatura, Música, Patrimônio Cultural e Teatro.

As propostas inscritas serão avaliadas em duas etapas. Na primeira, que é a análise preliminar, é verificado o cumprimento de todas as formalidades do edital. O resultado gera propostas habilitadas e inabilitadas (que ainda poderão recorrer da decisão). Num segundo momento, será feita análise artístico-cultural, que consiste na avaliação do conteúdo das propostas habilitadas na Análise Preliminar. As análises serão feitas por comissões constituídas de profissionais com experiência comprovada em suas áreas de atuação.

A listagem com as propostas classificadas na análise Artístico-Cultural estará disponível no portal Cultura.PE e na sede da Secult-PE/Fundarpe. A informação referente ao resultado será divulgada no Diário Oficial do Estado. O prazo estabelecido para a divulgação de todo esse processo é 18 de junho. A expectativa da Secretaria de Cultura e da Fundarpe é realizar mais um festival de grande impacto dentro da produção artística do Estado. 

          Confira o edital completo e todos os anexos no portal www.cultura.pe.gov.br.
.

Governo de Pernambuco vai reativar Cadeia Pública aqui de Garanhuns

Prédio, está desativado desde novembro de 2015, quando durante uma rebelião,
detentos atearam fogo nas instalações. (Fonte: Diário de Pernambuco/Carlos Eugênio).

O Governo do Estado de Pernambuco planeja reativar a Cadeia Pública de Garanhuns no próximo dia 16 de abril. A informação é do Diário de Pernambuco.

De acordo com o Jornal da Capital, a reforma estaria concluída e a data da reabertura foi definida pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Uma vez reaberta, segundo reportagem do periódico, a Cadeia terá capacidade para 210 detentos.

A Cadeia de Garanhuns está desativada desde novembro de 2015, quando durante uma rebelião, detentos atearam fogo nas instalações, danificando parte da Cadeia, sobretudo as instalações elétricas. Eles protestavam por conta de atrasos no pagamento do auxílio alimentação. Desde o fechamento da Unidade, presos de Garanhuns passaram a ser encaminhados para as Cadeias instaladas em cidades da Região, sobretudo para o município de Saloá, distante cerca de 40 quilômetros.
.

Gratuito: IFPE Garanhuns abre inscrições para curso de pós-graduação

Período de inscrição será de 22 a 26 de abril; Especialização
possui duração de 18 meses, com aulas presenciais. (Foto: Ilustração).

Garanhuns ganhará uma nova pós-graduação lato sensu, o curso de Especialização em Linguagem e Práticas Sociais, que será oferecido gratuitamente pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). O curso possui duração de 18 meses e uma carga horária de 420 horas, que incluem cumprimento de componentes curriculares obrigatórios e elaboração de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

As inscrições iniciam no dia 22 de abril e seguem até o dia 26, do mesmo mês. Para realizar a inscrição, os candidatos deverão se dirigir ao Campus Garanhuns de segunda a sexta-feira no horário das 8h às 11h e das 13h às 16h. De acordo com o edital, a inscrição somente será realizada de forma presencial.

O público-alvo do curso de Especialização em Linguagem e Práticas Sociais constitui-se, preferencialmente, de egressos de cursos superiores em Letras. Porém, o curso também se destinará a estudantes portadores de diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento, interessados em estudar a linguagem em sua imbricação com as práticas sociais de interação humana.

Ao todo serão ofertadas 30 vagas na seleção que serão distribuídas da seguinte forma: 23 para ampla concorrência, 5 para pretos, pardos e indígenas e 2 para pessoas com deficiência. No dia 29 de abril será divulgada lista de inscrições homologadas.

PROVA - A prova discursiva, única etapa da seleção, será realizada nas dependências do Campus Garanhuns, no dia 4 de maio, a partir das 8h, com duração máxima de 3h. A divulgação de resultado preliminar será realizada até 24 de maio. O resultado final, pós recursos será divulgado dia 31 de maio.

As aulas serão presenciais aos sábados, três vezes ao mês, integralmente nos turnos matutino (8h às 12h) e vespertino (13h às 17h). A solenidade de Aula Inaugural será dia 2 de agosto, às 19h, com início das aulas no dia 3.

A listagem completa de documentos necessário para realizar a inscrição está disponível no Edital nº 08/2019; que pode ser acessado, clicando no link, abaixo:


Garanhuns: Viana & Moura inicia melhorias a acesso de Residencial

Desde a última quinta que trabalho já vem sendo realizado. Empresa está
escavando um dreno provisório para facilitar o escoamento das águas das chuvas.

Quem passar pela estrada que dá acesso ao Residencial São Vicente, em Garanhuns, vai poder conferir de perto que a Viana & Moura Construções deu início, na última quinta-feira, 03, à desobstrução do acesso que, devido às ultimas chuvas, obra da Compesa e aterro dos terrenos de terceiros ao longo do trecho, acabou ficando comprometido.

A empresa iniciou escavando um dreno provisório para facilitar o escoamento das águas de chuva. As ações foram pactuadas durante reunião, na última quarta-feira, 02, com os moradores e que contou com a participação do prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, além de secretários municipais. Durante o encontro, também ficou definido que a drenagem definitiva deverá ser concluída até o mês de julho e será executada pela Viana & Moura.

“Firmamos o compromisso de, enquanto as chuvas persistirem, fazermos a limpeza diária do acesso para que os moradores tenham facilidade de transitar pelo local. Estamos abertos ao diálogo sempre que for necessário com toda a comunidade”, destacou Erickson Gama, Gerente de Infraestrutura da Viana & Moura Construções.
.

Sivaldo reivindica apoio do IPA para Agricultura Orgânica do Agreste

Cumprindo agenda no órgão, deputado ainda solicitou que seja feito um estudo de 
viabilidade para introdução de novas culturas agrícolas na região. (Ascom).

Em visita ao Presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco - IPA, Odacy Amorim, o deputado Sivaldo Albino fez uma série de reivindicações, todas elas voltadas para o desenvolvimento rural de Garanhuns e do agreste meridional de Pernambuco.

Dentre elas destacam-se a solicitação de capacitações e assistência técnica para agricultores familiares - voltadas ao desenvolvimento da agricultura orgânica na região - bem como pesquisa e estudos sobre a viabilidade de introdução de novas culturas agrícolas adequadas às condições da zona rural do agreste.

O parlamentar solicitou ainda a transformação do escritório do IPA, de Garanhuns, em ponto de coleta de água e de solo, para análise, como forma de reduzir os custos para os agricultores da região, que atualmente  precisam se deslocar até o Recife para entregar suas amostras, ou a fazer suas análises em laboratórios privados.

Segundo Sivaldo, essa foi uma reunião preliminar com o Presidente do IPA, que teve o objetivo de alertar o estado para o declínio da produção agrícola do agreste meridional e para a necessidade de busca de alternativas econômicas que possam estimular, sobretudo os mais jovens, a se estabelecerem e a sobreviverem no campo.

"Além de apoiar e fortalecer as culturas tradicionais da região, como é o caso do feijão, do milho e da mandioca, os agricultores de Garanhuns e região precisam ter acesso a informação e conhecimento sobre a produção orgânica de hortaliças, sobre novas culturas adaptáveis à região, sobre novas práticas agroecológicas, enfim, o que queremos é colocar o desenvolvimento rural do agreste na pauta de todos os órgãos governamentais ligados à agricultura, no Estado", disse Albino.