quarta-feira, 27 de março de 2019

Sesc Garanhuns recebe 1ª etapa do Pernambucano de Natação Master

Competição acontece neste sábado (30/3)
na piscina da Unidade, a partir das 9h.

Nadadores da categoria Master se reúnem em Garanhuns para a abertura do 22º Circuito Pernambucano de Natação. A competição, promovida pela Associação dos Nadadores Master de Pernambuco (ANMPE), será realizada no Sesc, neste sábado (30/3), a partir das 9h. A entrada para o público prestigiar as provas é gratuita.

Este é o terceiro ano consecutivo que o Sesc Garanhuns recebe a competição. A disputa por medalhas será em três modalidades: livre (crawl), costas e medley. Os atletas são de várias cidades do estado, com destaque para a equipe do Sesc Regional, que inclui atletas das unidades de Garanhuns, Caruaru e Piedade, que sagrou-se campeã nos anos de 2015 e 2016 e ainda vice-campeã em 2017 e 2018.

“Poder abrir essa competição tão importante é uma honra para o Sesc. E ter uma equipe que sempre aparece entre os melhores mostra que o nosso trabalho com a natação é de excelência”, afirma Fabiana Santos da Silva, professora de esportes do Sesc Garanhuns. Para esta etapa, o Sesc conta com a parceria do Corpo de Bombeiros e da Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer.

           A entrada para acompanhar a competição é gratuita. Mais informações podem ser obtidas através do telefone: (87) 3761-2658.

Garanhuns realiza Conferência Municipal de Saúde no próximo 4 de abril

Evento será realizado pelo Conselho Municipal da área, e contará  com o apoio
do Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde. (Secom/PMG).

Será realizada no dia 04 de abril, a partir das 08h, no auditório da Universidade de Pernambuco (UPE), a VIII Conferência Municipal de Saúde de Garanhuns, com o tema “Democracia e Saúde”. O evento é realizado pelo Conselho Municipal de Saúde de Garanhuns, e conta com o apoio do Governo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde.
Estão convidados para a conferência, profissionais de Saúde e a população em geral; tendo como objetivo a elaboração de propostas para a II Conferência Macroregional de Saúde, que será realizada em Garanhuns nos próximos dias 07 e 08 de maio.

Após o credenciamento dos participantes e abertura do evento, será realizada uma palestra com o tema “Democracia e Saúde no Sistema Único de Saúde (Sus)”, com o enfermeiro mestre em Saúde da Família, Robervam Pedroza, às 09h30min. Logo após, “O Financiamento no Sistema Único de Saúde” será o tema abordado, na palestra ministrada pelo secretário-adjunto de Saúde de Garanhuns, Harley Davidson.

Às 10h30min haverá a plenária entre os participantes, seguida pela divisão dos eixos temáticos. Encerrando a programação, às 12h30min, acontece o debate e as considerações finais a respeito da conferência.

UBS Magano I promove ação social para moradores da localidade

Segundo Governo, mais de 200 pessoas participaram 
do mutirão, realizado na última terça-feira (26). (Secom/PMG).

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Núcleo de Promoção à Saúde (NPS), e da equipe Unidade Básica de Saúde (UBS) Magano I, realizou, nesta terça-feira (26), uma ação social com a população do bairro. O momento, promovido na rua Capitão Tomaz Maia, teve a participação de cerca de 200 pessoas da localidade.

Os participantes foram beneficiados com serviços de aferição de pressão arterial e glicemia, testes rápidos, atividades físicas, aplicação de flúor, vacinação e palestras com profissionais da Secretaria sobre combate e prevenção da dengue, tuberculose e esquistossomose — além de coleta laboratorial de materiais para diagnóstico da doença.

A moradora Maria Alves da Silva, de 78 anos foi uma das pessoas atendidas durante a ação e agradeceu o empenho da pasta. “Estou achando a iniciativa ótima, pois a equipe do postinho sempre atende a gente muito bem. Por isso estou sempre me cuidando”, afirmou.

Caged: "PE tem pior saldo de empregos do Brasil em fevereiro de 2019"

De acordo com órgão, Estado registrou 12.396 demissões durante o mês,
devido à queda sazonal do emprego na produção da cana-de-açúcar. (G1 PE).

Pernambuco registrou o pior saldo de empregos do Brasil em fevereiro de 2019, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia. No mês em que o Brasil gerou 173.139 empregos com carteira assinada, o estado fechou 12.396 postos de trabalho. Em janeiro, Pernambuco perdeu 7.242 empregos formais.

O setor que registrou o pior saldo de empregos durante fevereiro foi a indústria de transformação, com 12.149 demissões. O subsetor que mais afetou o resultado foi a indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico, com 11.512 postos de trabalho fechados.

Segundo o Ministério da Economia, isso se deve à queda sazonal do emprego na produção da cana-de-açúcar. Além de Pernambuco, os estados que tiveram mais demissões no referido mês foram Alagoas (-2.255) e Rio Grande do Norte (-2.249).

Pelo oitavo ano consecutivo, o mês de fevereiro teve variação negativa de empregos em Pernambuco. No comparativo, fevereiro de 2019 foi o terceiro pior, atrás do segundo mês de 2017, com 16.342 demissões, e do referido mês em 2016, que teve 15.874 dispensas.

Dos oito setores da economia analisados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, seis tiveram resultado negativo. O segundo pior saldo foi o da agropecuária, com 1.952 postos de trabalho formal a menos. Em seguida, vêm o comércio, com 587 demissões; a construção civil, que perdeu 271 vagas de emprego; a indústria extrativa mineral, com 14 baixas; e a administração pública, que demitiu quatro pessoas.

O setor de serviços foi o que obteve o melhor saldo de geração de empregos, com 2.458 novas vagas. O subsetor responsável por esse resultado foi o do ensino, com 1.724 admissões. No setor de serviços industriais de utilidade pública, foram abertos 123 postos.

Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, o que mais sofreu com a baixa de empregos foi Sirinhaém, no Litoral Sul do estado. O saldo registrado em fevereiro foi de 2.991 demissões. O segundo pior foi o Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, que finalizou o mês com 1.223 postos de trabalho fechados.

O Recife obteve o melhor saldo do estado, com 1.722 admissões, seguido por Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, que gerou 481 empregos formais.

Pedido de prisão do prefeito de Camaragibe é negado pela Justiça de PE

Além do prefeito, mais oito agentes públicos também estão
sendo investigados. (JC Online – Foto: Divulgação).

Na manhã desta quarta-feira (27), em coletiva para a imprensa, a pela Polícia Civil disse que o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB) e outros sete agentes públicos, foram autores de um esquema de corrupção que teria desviado dinheiro dos cofres da cidade. A polícia também contou que solicitou a prisão e o afastamento cautelar do gestor municipal para a Justiça, mas os dois pedidos teriam sidos negados pelo desembargador Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Mauro Alencar. 

Os suspeitos foram alvo da Operação Harpalo, deflagrada na última terça-feira (26). De acordo com o a operação, o petebista teira cometido os crimes de organização criminosa, fraude à licitação, peculato e ainda lavagem de dinheiro. 

Segundo o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), serviços como fornecimento de merenda escolar, compra de matéria gráfico, distribuição de material médico hospitalar, publicidade e locação de imóveis são algumas das atividades suspeitas investigadas. 

"Estamos investigando basicamente o diferente do que foi contratado e na execução não é realizado aquilo que foi previsto.O Tribunal está auditando contratos de fornecimento de medicamentos, fornecimento de refeições, tanto hospitalar quanto de merenda escolar. A gente está analisando o fornecimento de material escolar, materiais gráficos. Tudo ainda está sob análise, mas que há sim irregularidades nesses contratos", afirmou o gerente regional da Metropolitana Sul do TCE, Elmar Pessoa.  

As empresas envolvidas no esquema de corrupção, até o momento, foi a vencedora do contrato, C.A. Construções Civis LTDA, localizada em Natal (RN) e a empresa concorrente Esfera Construções, que fica em São Lourenço da Mata, interior de Pernambuco.  

Além de Camaragibe, foram cumpridos mais quatro mandados em São Lourenço da Mata, Recife, Jaboatão dos Guararapes, Gravatá e dois no Rio Grande do Norte.

Respostas - O JC Online, autor desta matéria, entrou em contato com a prefeitura de Camaragibe, mas o órgão afirmou que manterá a mesma nota que foi encaminhada na última terça-feira (26), onde afirma que todos os processos de licitação têm sido realizados de "forma transparente e legal".

Confira a nota completa:

"A respeito da Operação Harpalo da Polícia Civil em Camaragibe, a Prefeitura Municipal esclarece que todos os processos de licitação têm sido realizados de forma transparente e legal. O órgão municipal irá aguardar as investigações para que todas as medidas legais e necessárias sejam tomadas, a fim de que tudo seja esclarecido."

Já a resposta do Tribunal de Justiça sobre a decisão que negou a prisão e o afastamento do prefeito de Camaragibe, informaram que ainda será possível que outras medidas poderão ser tomadas durante a investigação. Confira:

O desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco, Mauro Alencar, é o relator do inquérito policial que apura supostos crimes praticados pela Administração Municipal de Camaragibe. O magistrado informa que, analisando os autos, deferiu algumas medidas cautelares requeridas pela autoridade policial e pela Procuradoria da Justiça. No entanto, como a investigação ainda não foi concluída, outras medidas ainda poderão ser adotadas para subsidiar eventual oferecimento da denúncia pelo procurador geral da Justiça. Por fim, informou o desembargador relator que o inquérito tramita no âmbito do TJPE sob sigilo, e qualquer pronunciamento do Judiciário fora dos autos poderá prejudicar a fase inquisitiva.

Operação  - Ainda nessa terça (26), o delegado Jean Rockfeller, responsável pela Diretoria Integrada Especializada (Diresp), afirmou que todos os crimes investigados pela Operação Hárpalo, deflagrada na manhã desta terça-feira (26), aconteceram na gestão do atual prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB).

"Tudo faz parte da administração do prefeito. Isso é objeto da operação da Polícia Civil, que está investigando a gestão do prefeito e seus auxiliares", disse o delegado Jean Rockfeller ao ser questionado sobre o envolvimento de Meira nos crimes de fraude em licitação, corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Segundo o delegado Jean, o secretário de Serviços Públicos e Infraestrutura de Camaragibe, Silvano Queiroz, foi afastado cautelarmente de suas funções. Na operação também foram cumpridos dois mandados de medida protetiva contra o prefeito Demóstenes Meira e um de seus assessores. "A medida serve para proteger a testemunha de possíveis agressores. Portanto, o prefeito e o assessor não podem se aproximar da testemunha, para não atrapalhar as investigações", falou o delegado.