domingo, 17 de fevereiro de 2019

Garanhuns: Prefeito convoca dez guardas aprovados em concurso

Convocados, devem comparecer, a partir da próxima segunda-feira (18),
na sede da Secretaria Municipal de Administração. (Secom/PMG).

O prefeito Izaías Régis, juntamente do secretário de Administração, Bruno Gomes, assinou, na última sexta-feira (15), em seu Gabinete, no Palácio Celso Galvão, a portaria n° 255/2019, referente à homologação do Concurso Público Municipal, realizado em 29 de março de 2015, para o cargo efetivo de Guarda Municipal. Na ocasião, o gestor também convocou os dez primeiros candidatos classificados no concurso, e que concluíram o Curso de Formação para Guarda Municipal, finalizado em janeiro deste ano.

Os convocados devem comparecer para nomeação do referido cargo, a partir da próxima segunda-feira (18), das 08h30min às 14h, na sede da Secretaria Municipal de Administração, localizada na avenida Rui Barbosa, n° 1440, no bairro Heliópolis. Os candidatos devem portar toda a documentação exigida, cuja lista está disponível na portaria n° 261/2019, disponível no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco de hoje.

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, destaca a importância do trabalho que será desempenhado pelos novos servidores. “Sem dúvidas a segurança pública é um dos nossos principais compromissos de gestão. Tenho certeza de que todos convocados vão exercer um papel fundamental na garantia do bem-estar da população de Garanhuns, além de promover o zelo do patrimônio público”, afirmou o gestor municipal.

Abaixo, segue a lista de candidatos convocados que devem comparecer na sede Secretaria Municipal de Administração:
.

Ação leva serviços de saúde e lazer à quilombolas de Garanhuns

Atividades promovidas pelo Sesc serão realizadas na Creche Bethesda,
no Castainho, nesta terça-feira (19/2), das 14h às 17h.

O Sesc Garanhuns realiza, nesta terça-feira (19/2), uma ação de saúde e atividades recreativas para as crianças da Creche Bethesda, localizada na comunidade quilombola de Castainho, área rural do município. Os pais e responsáveis também serão contemplados. A creche é uma das instituições atendidas pelo Banco de Alimentos do Sesc e beneficia cerca de 165 crianças da localidade. A ação começa às 14h e segue até às 17h.

A garotada vai participar de brincadeiras dinâmicas e aprender a forma correta de escovar os dentes. Já os adultos também vão receber orientações sobre higiene bucal e alimentação saudável. “Atender a população que carece de serviços básicos é uma das missões do Sesc. Por isso, escolhemos a Creche Bethesda, que está distante do centro urbano, onde a maioria das crianças nunca teve acesso a uma tarde de lazer”, explica a assistente social do Sesc Garanhuns, Lucélia Mendes.

Secretaria busca encaminhar moradores de rua para rede de apoio

Na última sexta (15), pasta de Ação Social de Garanhuns realizou uma 
ação externa de identificação dessas pessoas. (Secom/PMG).

Servidores da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) realizaram uma abordagem social noturna na última sexta-feira (15) com o intuito de identificar e acolher pessoas em situação de rua em Garanhuns. A abordagem foi realizada em pontos estratégicos como a rua Joaquim Távora — em frente ao Ministério Público de Pernambuco  —, na avenida Santo Antônio e no Terminal Rodoviário de Garanhuns. A ação externa contou com a participação da equipe técnica do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas).

A abordagem tem o intuito de coletar dados das pessoas em situação de rua, como nome, renda e endereço, para que elas possam ser encaminhadas para órgãos específicos da rede de apoio. A SASDH promove abordagens regularmente nas principais vias da cidade em períodos diurnos e noturnos, com cunho educativo e preventivo envolvendo também períodos de grandes eventos do município.

O serviço de abordagem social ofertado pelo Creas é um processo planejado de aproximação e escuta qualificada, a fim de identificar quais situações envolvem o contexto social em que o indivíduo está inserido e garantir direitos, realizando as intervenções e encaminhamentos necessários para superação desta situação”, explicou a supervisora de Programas e Projetos Sociais, Gleslany Lima.

Procuradoria abre investigação sobre possível caixa 2 de Bivar

Investigação busca esclarecer se Deputado contratou a empresa de seu próprio filho e ainda teria recebido
uma doação de R$ 8 mil reais de uma pessoa desempregada há mais de quatro meses. (Estadão Conteúdo).

A Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco instaurou um procedimento para apurar possível prática de caixa dois do deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente nacional do PSL, partido de Jair Bolsonaro, na campanha eleitoral de 2018. A investigação tem como foco o uso de recurso do fundo partidário para contratar a empresa de um de seus filhos e também o recebimento de doação de R$ 8 mil de uma pessoa desempregada há mais de quatro meses. O caso foi revelado pelo O Estado de S. Paulo.

Em nota enviada à reportagem, a Procuradoria informou que os “os possíveis fatos delituosos imputáveis” a Bivar são o “crime de contabilidade clandestina ou de ausência de contabilização de recursos na prestação de contas da campanha, de natureza eleitoral – o chamado “caixa dois eleitoral”.

Sediada em Jaboatão dos Guararapes (PE), cidade a cerca de 20 quilômetros do Recife, a Nox Entretenimentos está registrada em nome de Cristiano de Petribu Bivar, filho do deputado. Foi o segundo maior gasto da campanha do parlamentar no ano passado.

A apuração foi aberta pela Procuradoria, mas encaminhada para a Promotoria da 5ª Zona Eleitoral de Recife porque, no entendimento dos investigadores, os fatos ocorreram antes de Bivar se tornar deputado e, portanto, possuir foro privilegiado

Além da contratação da empresa do próprio filho, o procedimento instaurado mira uma doação de R$ 8 mil recebida pela campanha de Bivar e proveniente de uma pessoa que estava desempregada a mais de 120 dias. Tanto a doação como a contratação da Nox Entretenimentos foram citadas em parecer da Procuradoria Eleitoral que aprovou as contas do candidato com ressalvas e apontou a necessidade de se aprofundar a apuração sobre esses dois pontos.

“A transferência do caso para a primeira instância justifica-se porque os possíveis fatos delituosos imputáveis ao então candidato, caso confirmados na investigação, teriam sido praticados durante a campanha eleitoral de 2018. Portanto, não guardariam relação com as funções de deputado federal”, afirmou a Procuradoria Eleitoral por meio de nota.

Bivar é presidente do PSL desde 1998 e, atualmente, ocupa o cargo de segundo-vice-presidente da Câmara. O parlamentar deixou o comando da sigla apenas durante a eleição a pedido de Bolsonaro para dar lugar a Bebianno. Ele foi um dos candidatos do PSL que mais recebeu valores do fundo eleitoral. Dos R$ 9,2 milhões, sua campanha amealhou R$ 1,8 milhão, o que representa 19,5% do total.

COM A PALAVRA, LUCIANO BIVAR - O Deputado Federal Luciano Bivar informa que ainda não tem conhecimento do processo, mas ressalta que sua candidatura obedeceu rigorosamente à Lei e suas contas de campanha foram aprovadas pela Justiça Eleitoral. Ele afirma ainda que está completamente à disposição para eventuais esclarecimentos à Justiça e ao Ministério Público, instituições em que confia plenamente.

A assessoria jurídica do deputado informa que a doação da senhora Evane Maria Buril de Macedo havia sido questionada pelo TRE logo após ter sido feita e depois de apresentada defesa foi aceita pelo próprio tribunal.

       COM A PALAVRA, NOX - “O serviço foi efetivamente prestado à preço de mercado. Inexiste impeditivo legal na contratação. Tendo inclusive as contas do candidato sido aprovadas sem ressalva pelos órgãos competentes”.