domingo, 27 de janeiro de 2019

Haroldo sobre relação com Izaías: “Juntos por uma grande cidade”

Manifestação do vice, ocorreu recentemente. Com ela, ele resumiu em
poucas palavras o vínculo que mantém com o chefe do executivo.

“Se tem um vice-prefeito trabalhador em Pernambuco, esse é Haroldo Vicente”.

A frase é do Prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB), e foi levada a público mais recentemente, na oportunidade em que o chefe do executivo participou da inauguração da nova academia de ginástica instalada no Parque Euclides Dourado, no final de dezembro.

Além de reconhecer a dedicação de Haroldo ao posto que ocupa, a declaração de Izaías serve para lembrar a meia dúzia de pessoas que insistem em dizer que ele é “sombra” do Prefeito, que Vicente está diuturnamente nas ruas, acompanhando e fiscalizando o bom andamento de obras ligadas a infraestrutura, como nos casos de implantação de pavimento em paralelepípedo ou em asfalto.

Funcionário de carreira do Governo Municipal por trinta anos, Haroldo é descrito como servidor de conduta irrepreensível; mesma opinião, de seus colegas de Câmara, onde ele exerceu a liderança do Governo Izaías, ao longo dos anos de 2015 e 2016.

Formado em Gestão Pública, atualmente ele tem se debruçado em torno de contratos, convênios e licitações que envolvem a Prefeitura Municipal. Com isso, o vice-prefeito pretende ampliar sua destreza com a máquina pública, já que essa perícia será determinante na eventualidade dele se tornar o sucessor de Izaías.

Pontual, Haroldo sempre demonstrou habilidade nas oportunidades em que lhe foi delegada alguma função. Na vice-prefeitura não tem sido diferente, tendo em vista que sua performance revela que ele está sobretudo a serviço de Garanhuns.

Recentemente, Haroldo comentou a boa relação que mantém com Izaías. Em poucas palavras, ele resumiu esse vínculo. “Estamos juntos por uma grande cidade”.

Empossado, Sivaldo será aliado do "pior Governador da história"

Em Garanhuns, Câmara carrega esse rótulo, devido a pouca atenção
dirigida ao município, sobretudo nas promessas que não cumpriu.

No próximo mês de fevereiro, o ex-vereador Sivaldo Albino (PSB), será empossado como deputado estadual. No posto, o socialista dará inicia uma nova página da sua trajetória política, e desta vez, de maneira inusitada. Na Alepe, Albino, que é primeiro suplente de sua coligação, assumirá uma cadeira que não lhe pertence, e que foi confiada pelo povo pernambucano ao deputado estadual reeleito, Rodrigo Novaes, do PSD.

Eleito em outubro passado com quase 66 mil votos, Novaes foi convocado pelo Governador Paulo Câmara (PSB) para assumir a Secretaria de Turismo do Estado. Em razão dessa convocação, Sivaldo assume o posto que oficialmente pertence a Rodrigo. Conforme adiantou a imprensa local, a chegada de Albino a Alepe representa uma manobra para fortalecê-lo na disputa pela Prefeitura Municipal de Garanhuns em 2020.

Muito embora o entendimento dos socialistas seja esse, na prática, ele pode não acontecer. Daqui pra frente, e mais do que nunca, Sivaldo terá sua imagem colada ao “pior Governador da história de Pernambuco”; posto este, que Câmara passou a ocupar, após levantamento feito pela Uninassau ainda no mês de abril de 2017 (clique aqui e relembre).

Não menos importante, o Governador que agora carrega status de seu maior aliado, é o mesmo que retirou direitos dos professores que estão a serviço do estado. Neste caso, falamos da retirada do pó de giz; da incorporação de gratificações no salário, e ainda do piso salarial, que passou a ser pago a esses educadores, sem que ele retroagisse aos meses inicias de 2018. Tendo em vista todas essas perdas para a categoria, chama atenção o fato do ex-vereador não deixar claro sua posição sobre o caso. Diante disso, surge a pergunta: "como ele se comportará daqui pra frente?

De que lado está – O mandato conferido à Sivaldo será crucial para saber de que lado ele está: se do Governador; ou dos professores da rede estadual e do povo de Garanhuns. Empossado, ele terá de lembrar a Paulo Câmara de suas promessas não cumpridas. Dentre as mais importantes, destaque para a construção do Hospital Regional Mestre Dominguinhos e para a recuperação do Aeroporto Municipal.

E não fica apenas nisso, pois a duplicação da BR 423, no trecho que compreende São Caetano e Garanhuns, passa necessariamente pelas mãos do Governador; já que desde abril de 2017, o Governo Federal delegou ao estado de Pernambuco, realizar o processo licitatório e tocar a obra, por meio da Secretaria Estadual de Transportes.

Não menos importante, Sivaldo terá de exigir uma resposta da Secretaria Estadual de Saúde, comandada por Câmara, naquilo que envolve a implantação de uma UTI Neonatal no Hospital Regional Dom Moura. Crucial para região Agreste Meridional, já que nenhuma cidade nessa área dispõe de uma estrutura semelhante, essa unidade tem como objetivo assegurar a vida de crianças recém-nascidas que estão na condição de prematuras e em estado de vulnerabilidade. Segundo apurou o Blog do Gidi Santos, cerca de R$ 1,5 milhões de reais são necessários para aquisição de uma UTI Neonatal; valor irrelevante, se considerarmos a sua finalidade, bem como o seu alcance.

Política - Com boa relação no Palácio do Campo das Princesas, de certo o ex-vereador desfruta de grande prestígio junto ao atual Governador Paulo Câmara, do contrário, não assumiria o mandato de deputado, a golpe de caneta de Paulo. Dito isso; resta saber se o povo de Garanhuns também desfruta de estima semelhante, ao ponto de Câmara atender essas demandas?