sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Durante entrevista, Armando descarta entrar na disputa de 2020 e ainda critica o Governador Paulo Câmara: "Pernambuco está sem voz"

"Crise não pode ser uma desculpa",
ainda disparou o ex-senador pernambucano.

O ex-senador e ex-ministro do Desenvolvimento, Comércio e Indústria Exterior, Armando Monteiro, esteve na manhã desta sexta-feira (13) em Caruaru, no Agreste Setentrional do estado, e concedeu uma entrevista para a Rádio Jornal Caruaru. Na ocasião, Armando falou sobre o governo de Pernambuco e eleições.

Ao ser questionado sobre como ele vê Pernambuco atualmente, o ex-senador disse que o estado está perdendo o protagonismo e não possui presença no âmbito nacional. "Não sinto a presença de Pernambuco fora de Pernambuco. Pernambuco está sem voz. O estado não se afirma no cenário nacional", avalia ele.

Em relação a possibilidade da crise no país estar afetando o desenvolvimento do estado, Armando diz que todos os estados brasileiros estão passando pela mesma situação e que a "crise não pode ser uma desculpa".

O ex-senador foi candidato a governador de Pernambuco nas eleições de 2018, mas foi derrotado por Paulo Câmara. Quando perguntado o que diria se tivesse a oportunidade de falar com ele, o ex-senador pediu que o governador assumisse o compromisso com Pernambuco: "Assuma as responsabilidades, faça o que tem que ser feito. Seu compromisso não é com seu partido e sim com Pernambuco. Assuma as posições que tem que assumir".

Armando disse também que pretende continuar exercendo atividade pública, mas ainda não pretende se candidatar a cargo político. "Tenho compromisso com Pernambuco. Quero estar nas eleições 2020 ao lado dos companheiros em todas as regiões de Pernambuco. Estarei sempre à disposição, mas não me coloco como candidato a nada, em princípio", finalizou o ex-senador pernambuco; presidente de honra do PTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário