quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Presidente da UESG cobra pagamento dos precatórios do Fundef para os professores de Garanhuns e critica Fernando Rodolfo

Gustavo Henrique: "Ele (Rodolfo) se diz defensor dos professores, mas não tem a coragem de realizar uma
audiência sobre os precatórios do FUNDEF para os professores da rede municipal de Garanhuns".

Em junho deste ano, o deputado federal Fernando Rodolfo (PL) conseguiu aprovar o seu parecer que destina como adicional ao salário do magistério 60% dos precatórios do governo federal (valores devidos após condenação judicial definitiva) no Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental). Desde então, o parlamentar tem se intitulado de "defensor dos professores".

O parlamentar tem viajado Pernambuco e outros estados realizando audiências públicas para tratar do assunto, porém, nunca falou sobre a situação de Garanhuns, sua cidade natal. Fernando Rodolfo é aliado do prefeito Izaías Régis (PTB), o que tem levantado vários questionamentos na cidade sobre sua omissão.

Ao falar a imprensa local, o estudante garanhuense e presidente da União dos Estudantes Secundaristas de Garanhuns - UESG, Gustavo Henrique, criticou a omissão do deputado federal Fernando Rodolfo (PL) referente à questão dos precatórios do FUNDEF para os professores de Garanhuns. "Ele se diz defensor dos professores, mas não tem a coragem de realizar uma audiência sobre os precatórios do FUNDEF para os professores da rede municipal de Garanhuns", criticou o estudante.

Além de se omitir em relação a questão dos precatórios do FUNDEF para os professores de Garanhuns, o deputado nunca se pronunciou sobre as denúncias que foram feitas e protocoladas no Ministério Público Federal  pela professora Ana Paula, presidente do Conselho Municipal do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB). Na denúncia protocolada pela conselheira existe um desfalque de quase um milhão e meio de reais que saiu da conta do Fundeb e que não foi prestado contas ao conselho, segundo denúncia apresentada.

O estudante ainda criticou os vereadores Professor Márcio (PHS) e Andréa Nunes (PTB) que até agora não falaram sobre o assunto. "Os dois se dizem defensores da educação, mas se calam sobre a denúncia relacionada o FUNDEB em Garanhuns".

      O Blog está a disposição, acaso um dos mencionados nesta matéria queira se manifestar sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário