segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Saúde: Prefeitura de Garanhuns realiza mutirão de cirurgias de catarata

Ao total, e de acordo com a Prefeitura, 65 procedimentos foram realizados no último final de 
semana. Outra etapa do mutirão será realizada nos próximos dias 05 e 06 de outubro. (ASCI/PMG).

A Prefeitura Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria de Saúde, realizou um mutirão de cirurgias de catarata no último sábado (21) e domingo (22) no Hospital Infantil Palmira Sales. O mutirão ocorreu por meio de uma parceria com a equipe da Clínica Oftalmo PE A iniciativa teve como público-alvo pessoas acima de 70 anos.

A ação atendeu a demanda de pessoas que aguardavam pela cirurgia no município. Após os procedimentos iniciais de triagem e de exames pré-operatórios os pacientes foram convocados para a cirurgia de catarata. De acordo com a secretária Nilva Mendes a ação é muito mais do que o restabelecimento da saúde. “Nós estamos resgatando a dignidade e independência das pessoas, dando a oportunidade para aqueles que há muito tempo estavam limitados por causa da visão, a voltar a fazer as atividades do dia a dia”. Ao total, 65 pessoas foram beneficiadas nesses dois dias de mutirão. Outra etapa, será realizada nos próximos dias 05 e 06 de outubro ainda deste ano.

A aposentada Irinalva Oliveria, beneficiada pela iniciativa, destacou a independência que a cirurgia vai trazer para sua vida. “Para mim é a melhor coisa na vida. Ter o privilégio de voltar a enxergar, e com isso fazer minhas costuras; vale muito”, contou emocionada.
.

Presente no momento, o vice-prefeito Haroldo Vicente, conversou com pacientes que aguardavam pelo atendimento, conheceu a estrutura do hospital e acompanhou os procedimentos iniciais. “Parabenizo a todos os profissionais envolvidos nesta grande ação. Sabemos que ainda existem muitas pessoas que precisam fazer essa cirurgia, e por isso vamos continuar investindo na saúde para aumentar o número de beneficiados”, pontuou ele.

O médico responsável pelas cirurgias, Dr. Daniel Medeiros, parabenizou a iniciativa. “Para os pacientes conseguirem um acesso ao oftalmologista pelo SUS existe um tempo. Depois da consulta oftalmológica tem os exames, e até chegar ao procedimento cirúrgico às vezes é um caminho longo no qual a catarata vai evoluindo, tornado a visão cada vez pior. Então esse esse tipo de iniciativa é fundamental para que as pessoas consigam sua correção cirúrgica e voltem a sua rotina, sua vida normal”, destacou o especialista.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário