segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Recife: Deputado alerta para ameaças a líder quilombola em Garanhuns

Doriel Barros: “É preciso que as autoridades tomem as devidas providências para
que a integridade física de Zé Carlos e de toda a comunidade seja garantida”.

O líder quilombola José Carlos Lopes, presidente da associação da comunidade quilombola de Castainho, localizada na zona rural aqui de Garanhuns vem sofrendo novas ameaças de morte, alertou o deputado Doriel Barros (PT), na Reunião Plenária desta segunda (23), na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O parlamentar pediu atenção ao caso à Comissão de Cidadania da Assembleia e às secretarias de Defesa Social e de Direitos Humanos do Governo do Estado de Pernambuco. 

“Seu Zé Carlos, como é conhecido, chegou a ser avisado no último dia 15 (domingo) que seria assassinado, e que os autores do crime teriam comprado toucas ninjas para executar o homicídio”, relatou o parlamentar. Barros registrou que José Carlos Lopes vem sofrendo ameaças de morte há alguns anos e, desde 2014, a liderança quilombola faz parte do Programa de Proteção a Defensores dos Direitos Humanos. “O preconceito e a violência contra lideranças dessas comunidades tem se intensificado nos últimos tempos, especialmente por causa de alguns discursos e posicionamentos do Governo Federal em relação aos territórios desses povos”, ressaltou Doriel. 

O deputado enfatizou a importância do trabalho de Zé Carlos para o movimento quilombola em Pernambuco. “A comunidade de Castainho se tornou um exemplo de luta para todo o País, por ser a primeira de Pernambuco a receber titulação da Fundação Palmares em 1997 e ser uma das primeiras a ter seu território demarcado no Estado. É preciso que as autoridades tomem as devidas providências para que a integridade física de Zé Carlos e de toda a comunidade seja garantida”, solicitou o parlamentar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário