quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Bolsonaro confirma que privatizações começam pelos Correios; serão 17

Em entrevista, presidente afirmou ainda que as privatizações fazem parte do Programa de 
Parcerias e Investimentos (PPI). (JC Online com informações do Estado de São Paulo).

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quarta-feira (21) que as privatizações anunciadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, começarão pelos Correios e fazem parte do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI). Para Bolsonaro, o processo de privatização deve ser "bastante longo" por depender do aval do Parlamento.

"A lista do Programa de Parcerias de Investimentos para o processo de privatização começa pelos Correios, o resto não lembro de cabeça", disse o mandatário ao sair do Palácio da Alvorada, nesta quarta.

Apesar de não anunciar; levantamento feito pelo Blog do Gidi Santos indica que  dezessete estatais estão no planejamento para serem privatizadas. São elas, a Emgea, ABGF, Serpro, Dataprev, Casa da Moeda; Ceagesp, Ceasaminas, CBTU, Trensurb, Codesa, EBC, Ceitec, Telebras, Correios, Eletrobras, Lotex, Codesp.

Para privatizar os Correios, o Governo Federal tem se utilizado de inúmeros argumentos; os principais deles, que apontam para corrupção, ineficiência, greves constantes, perda de mercado e ainda interferências políticas na gestão da empresa. Parte dessas justificativas são utilizadas para as outras privatizações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário