quinta-feira, 11 de julho de 2019

SDS: "FIG 2019 terá reforço de quase 3 mil homens em sua segurança"

Ainda de acordo com Secretaria de Defesa Social, apenas para o caso da PM, 2.403 
postos de trabalho serão ativados no período que compreende o evento; 18 a 27 de julho.

O Festival de Inverno de Garanhuns chega, em 2019, a sua 29ª edição e, com o intuito de garantir que os moradores e turistas curtam o evento de forma tranquila e segura, a Secretaria de Defesa Social conta com um plano estratégico especial para a região, que será colocado em prática entre os dias 18 e 27 de julho. Ao todo, mais de R$ 158 mil estão sendo investidos na ação, que contará com um reforço de 2.943 postos de trabalho ativados.

Neste período, a Polícia Militar de Pernambuco, responsável pelo policiamento ostensivo e preventivo, ativará 2.403 postos de trabalho, o que garantirá reforço na segurança de todos os polos de festa, como a Praça Mestre Dominguinhos e o Parque Euclides Dourado. Neste primeiro, será montada uma Plataforma de Observação Elevada, que será responsável pelo videomonitoramento nos locais de shows e apresentações.

Também fortalecendo o trabalho preventivo, o Corpo de Bombeiros montará plataformas elevadas na Praça Mestre Dominguinhos, assim como terá viaturas de prontidão no local. Ao todo, 180 postos de trabalho serão ativados pela unidade para garantir a segurança de quem for conferir a festa nos palcos de evento. Além disso, o 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros, localizado em Garanhuns, estará de prontidão para dar apoio aos profissionais em campo. De acordo com a Secretaria de Defesa Social, antes da festa, o Centro de Atividades Técnicas (CAT) estará empenhando profissionais nas atividades prévias para autorização das estruturas que participarão das festividades.

Para o atendimento a população, a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) terá um reforço de 240 postos de trabalho durante e o período e montará uma Delegacia Móvel na Praça Mestre Dominguinhos. No local, poderão ser realizados boletins de ocorrências. Já os casos que precisem de confecção de TCOs e lavratura de prisão em flagrante serão encaminhados para a estrutura física montada no Posto de Comando Interligado ou para a Delegacia de Plantão da 134ª Circunscrição Policial.

Por fim, o trabalho da Polícia Científica será realizado normalmente na Unidade Regional de Polícia Científica de Garanhuns, inaugurada no ano passado. O serviço, que funciona 24 horas, já realiza perícias criminais em local de crime, drogas, balística e identificação veicular, assim como perícias médico-legais em vivos: traumatologia e sexologia forense, além de identificação criminal e elaboração de retrato falado.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário