terça-feira, 30 de julho de 2019

CORUMBÁ, NA FRONTEIRA COM A BOLÍVIA: Polícia prende Zé Maria, fazendeiro condenado por mandar matar promotor de Itaíba

Condenado a 50 anos de prisão, fazendeiro estava foragido da Penitenciária
Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, desde o dia 14 de fevereiro.

(Com informações do JC Online – Foto: Ricardo B. Labastier/ Arcevo JC Imagem).

A polícia capturou, nesta segunda-feira (29/07), em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, na fronteira com a Bolívia, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado pelo assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, em outubro de 2013.

O acusado estava foragido desde 14 de fevereiro deste ano, quando fugiu da Penitenciária Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá. O anúncio da captura do fazendeiro foi feito pelo atual secretário de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado de Pernambuco, Pedro Eurico, em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta segunda.

Mais conhecido como Zé Maria, ele e outros seis detentos conseguiram fugir durante um resgate e uma intensa troca de tiros. O sargento da Polícia Militar Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, que tentou impedir a fuga, foi baleado na cabeça e morreu. Os presos teriam usado escadas e cordas para deixar a penitenciária.

Condenação - José Maria foi condenado a 50 anos e quatro meses de prisão depois de ser apontado pela Polícia Federal como o mandante do assassinato do promotor Thiago Faria, que atuava no município de Itaíba, no Agreste do Estado. As investigações apontaram que o motivo do crime foi a disputa por terras na região. Outros quatro acusados de participação no homicídio também foram condenados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário