terça-feira, 30 de julho de 2019

ATENÇÃO MOTORISTAS: Veículos com final de placa 6, 7 e 8 tem até o próximo dia 31 de julho deste ano para circular com CRLV 2018

Circulação sem o porte, seja físico ou digital do CRLV 2019 acarretará
em 3 pontos na CNH e ainda infração leve no valor de R$ 88,38.

O prazo limite para circular com o Certificado de Registro e Licenciamento Veicular - CRLV 2018, dos veículos com placa terminada em 6, 7 e 8 segue até o próximo dia 31 de julho deste ano. O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, lembra que o CRLV 2019 só é emitido depois que são quitadas todas as taxas que compõem o Licenciamento. São elas: Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o chamado IPVA, taxas (bombeiros, licenciamento), possíveis multas de transito vencidas e ainda seguro obrigatório, chamado de DPVAT.

Quem optou por não pagar a taxa de postagem, o proprietário ou procurador legal, após quitar as demais taxas que compõem o Licenciamento, é preciso agendar atendimento para emissão do CRLV 2019 no site www.detran.pe.gov.br, onde é possível escolher o ponto de atendimento do DETRAN para receber documento. Quem deixar para quitar o licenciamento 2019 no último dia, ou seja, 31 de julho, deverá agendar para receber o CRLV.

É possível ao cidadão que optou por pagar a taxa de postagem, rastrear o envio do CRLV 2019, depois de sua devida emissão, por meio do site do DETRAN-PE. Para isso, digite a placa do veículo na seção “Consultar Placa”, localizada na parte superior esquerda da página principal do site. Depois disso, o cidadão clica no botão “Detalhamento de débito” e lá na opção de rastreamento do CRLV. Só o proprietário registrado ou seu procurador legal estão habilitados a receber o CRLV do veículo.

A circulação sem o porte, seja físico ou digital, do CRLV 2019 acarretará em 3 pontos na CNH, infração leve no valor de R$ 88,38. Já com licenciamento vencido, acarretará na remoção do veículo para depósito do DETRAN-PE, 7 pontos na CNH, infração gravíssima no valor de R$ 293,47, e taxas para a liberação.

MULTAS DE TRÂNSITO ATRASADA TERÃO COBRANÇAS DE JUROS

O DETRAN-PE alerta que o pagamento do licenciamento conta com um diferencial, pelo terceiro ano consecutivo. De acordo com o órgão, as multas não constarão no carnê de licenciamento, ou seja, no demonstrativo de débitos. Portanto, para pagar, o usuário deverá acessar o site www.detran.pe.gov.br, pois nele, os proprietários de veículos poderão gerar o boleto com as multas vencidas já com juros e correção. 

Os acréscimos se basearão na taxa referencial do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) para títulos federais acumulada mensalmente, calculados a partir do mês subsequente ao da consolidação até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% (um por cento) relativamente ao mês em que o pagamento estiver sendo efetuado. As mudanças estão contidas na referida Lei, no artigo 284, inciso 4º.

          O licenciamento veicular exige, além do pagamento das taxas, o pagamento de multas (infrações de trânsito) vencidas ou em atraso, que deverão ser impressas com valor atualizado pelo site do Órgão www.detran.pe.gov.br.

Funcionários dos Correios anunciam greve a partir desta quarta-feira

Categoria protesta contra a ''retirada de direitos básicos''
e também o reajuste salarial. (Com informações do JC Online).

Os trabalhadores dos Correios anunciaram que entrarão em greve a partir da noite desta quarta-feira (31). Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a categoria realiza na manhã desta terça-feira, 30, a última reunião prevista no calendário de negociação com os Correios, em Brasília.

De acordo com Fischer Moreira, secretário de imprensa da Fentect, a categoria protesta contra o baixo "reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria". Uma das alterações propostas pela empresa é a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do plano, que hoje está por volta de 30%. O reajuste salarial proposto é de 0,8%, valor considerado irrisório pela federação.

A greve foi anunciada ao presidente dos Correios, Floriano Peixoto, na última segunda (29). Apesar do indicativo de paralisação, os trabalhadores não descartam novas negociações. "Ainda que tenha uma data marcada para greve, o comando continua a disposição de negociar. Entendemos o momento da empresa, mas é necessário também ver o lado do trabalhador", afirma Moreira.

Privatização - Os Correios estão em meio a uma possibilidade de privatização, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. Os planos do governo, por enquanto, são de investir esforços na reforma da Previdência, enquanto as privatizações ficariam para um segundo momento. Fischer Moreira alega que a base aliada do governo no Congresso Nacional, como a deputada Joice Hasselmann, do PSL de São Paulo, divulga informações sobre a empresa que "faltam com a verdade".

"Não necessariamente a privatização vai trazer preços mais acessíveis, inclusive para regiões periféricas, e a precarização de serviços vai ser ampliada. A gente sabe que existe esse fantasma da privatização e combate essa perspectiva", diz ele.

Em nota, os Correios afirmaram que "continuam em negociação com representações dos empregados", com mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e que "não é oportuno tratar de greve neste momento".

CORUMBÁ, NA FRONTEIRA COM A BOLÍVIA: Polícia prende Zé Maria, fazendeiro condenado por mandar matar promotor de Itaíba

Condenado a 50 anos de prisão, fazendeiro estava foragido da Penitenciária
Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, desde o dia 14 de fevereiro.

(Com informações do JC Online – Foto: Ricardo B. Labastier/ Arcevo JC Imagem).

A polícia capturou, nesta segunda-feira (29/07), em Corumbá, no Mato Grosso do Sul, na fronteira com a Bolívia, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado pelo assassinato do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, em outubro de 2013.

O acusado estava foragido desde 14 de fevereiro deste ano, quando fugiu da Penitenciária Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá. O anúncio da captura do fazendeiro foi feito pelo atual secretário de Justiça e Direitos Humanos do Governo do Estado de Pernambuco, Pedro Eurico, em entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta segunda.

Mais conhecido como Zé Maria, ele e outros seis detentos conseguiram fugir durante um resgate e uma intensa troca de tiros. O sargento da Polícia Militar Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, que tentou impedir a fuga, foi baleado na cabeça e morreu. Os presos teriam usado escadas e cordas para deixar a penitenciária.

Condenação - José Maria foi condenado a 50 anos e quatro meses de prisão depois de ser apontado pela Polícia Federal como o mandante do assassinato do promotor Thiago Faria, que atuava no município de Itaíba, no Agreste do Estado. As investigações apontaram que o motivo do crime foi a disputa por terras na região. Outros quatro acusados de participação no homicídio também foram condenados.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Condenado por matar promotor de Itaíba vai para presídio federal

José Maria Rosendo foi preso nesta segunda-feira, na cidade de Corumbá,
em Mato Grosso do Sul. Ele foi condenado há 50 anos de prisão em 2016. (JC Online).

Capturado nesta segunda-feira (29), em Mato Grosso do Sul, o fazendeiro José Maria Pedro Rosendo Barbosa, condenado pela morte do promotor de Justiça Thiago Faria Soares, na cidade de Itaíba em 2013, será enviado a um presídio de segurança máxima.

Condenado há 50 anos de prisão, Zé Maria, como é conhecido, ainda será investigado por tráfico internacional de drogas durante os cinco meses que esteve foragido, após fugir Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, em fevereiro deste ano.

A prisão do acusado aconteceu na madrugada desta segunda na cidade de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, fronteira com a Bolívia. Segundo a Polícia Civil, ele estava na cidade há cerca de duas semanas. Enquanto esteve foragido, José Maria chegou a passar por cinco cidades da Bolívia e há informações de que teria se envolvido com tráfico internacional de drogas, o que justificaria o fato de estar capitalizado.  

"Após cinco meses, nós encontramos o rastro dele pela Bolívia, continuamos o trabalho de investigação com policiais civis e na madrugada foi confirmada a localização dele no Mato Grosso do Sul. Ele deu algumas informações que nortearão as investigações dos crimes cometidos ou o envolvimento em ações criminosas, como tráfico internacional de drogas a partir da Bolívia. Esse envolvimento fez com que ele estivesse capitalizado para empreender a fuga", adiantou o chefe da Polícia Civil, Joselito Amaral. 

José Maria está sendo trazido para Pernambuco, onde deve permanecer em um presídio até que seja feita a transferência para uma unidade Federal. A expectativa é que sua vinda ao Estado ajude a elucidar as investigações quanto à fuga. "Ele vai ficar em um dos nossos presídios, mas já estamos solicitando a transferência dele para um presídio federal, porque ele é um preso federal. O júri foi na Justiça Federal, onde ele foi condenado há 50 anos e quatro meses pelo homicídio do procurador. Posteriormente teremos que investigar o homicídio do sargento (morto durante a fuga), a fuga e mais importante ainda, temos que investigar quem deu fuga, quem patrocinou", pontua o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico.

Fuga - Ele e outros cinco detentos conseguiram fugir durante um resgate e uma intensa troca de tiros no dia 13 de fevereiro. O sargento da Polícia Militar Rinaldo Azevedo Campelo, 49 anos, que tentou impedir a fuga, foi baleado na cabeça e morreu. Os presos teriam usado escadas e cordas para deixar a penitenciária. José Maria foi o terceiro fugitivo recapturado. Outros três ainda continuam foragidos. 

Relembre - O crime aconteceu em 14 de outubro de 2013 e teve repercussão nacional. Thiago Faria seguia com a noiva e o tio dela para Itaíba, onde trabalhava, quando teve o carro interceptado no quilômetro 19 da PE-300, no município de Águas Belas. Os suspeitos efetuaram os disparos contra o promotor e fugiram em seguida. A motivação do crime, segundo a PF, envolveu a disputa pelas terras da Fazenda Nova.

O acusado José Maria Pedro Rosendo Barbosa teria perdido a posse em um leilão para Mysheva Freire, noiva do promotor, e teve que deixar sua casa. Como vingança, teria planejado o atentado. A investigação foi marcada por divergências entre a Polícia Civil e o Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Enquanto a polícia seguia a linha de de que o crime teria sido motivado pelas terras, os promotores consideravam que o assassinato poderia ter sido motivado por vingança ou ciúmes. Devido ao empasse, o caso passou para as mãos da Polícia Federal em 13 de agosto de 2014.

Passado o FIG, Garanhuns já conta os dias para A Magia do Natal

Este ano, evento deve ser ainda maior que 2018. Programação completa, com 
atrações locais e regionais deve ser divulgada já nos próximos dias pelo Prefeito Izaías.

O Festival de Inverno de Garanhuns nem bem acabou, e os garanhuenses já estão em contagem regressiva para realização de mais uma edição de A Magia do Natal. Depois do sucesso do FIG, é hora de preparar tudo para um grande Natal, e para isso a Prefeitura de Garanhuns já trabalha na divulgação e nos preparativos para a festividade natalina.

Este ano, o evento acontecerá entre os dias 08 de novembro e 31 de dezembro, com mais de 130 artistas se apresentando em mais de 10 polos, distribuídos entre o centro da cidade, bairros, distritos rurais e comunidades quilombola. Como tradição, a decoração natalina permanece instalada na cidade até o Dia de Reis, celebrado, anualmente em 06 de janeiro. Mais de 1 milhão de pessoas são esperadas para os mais de 50 dias de festa.

As atrações incluem projetos com foco na temática natalina, além de  diversos artistas locais, valorizando a produção garanhuense. Entre os nomes confirmados, estão: Adilson Ramos, Os Incríveis, Elymar Santos, Gilbertto e Banda, The Fevers, Orquestra Super Oara, José Augusto, Marina Elali e Maestro Eduardo Lages e Altemar Dutra Júnior. Nos próximos dias, o Prefeito Izaías Régis deve anunciar as atrações locais e regionais do evento.
.

Além dos shows, que atraem diversos turistas, o tradicional Desfile do Papai Noel dá um brilho a mais para a festa. Aos sábados e domingos, crianças e adolescentes dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s) desfilam na Avenida Santo Antônio e encantam a multidão que se reúne no Centro, a partir das 18h. 

A decoração também é uma das partes mais especiais de A Magia do Natal, com peças produzidas por artesãos locais e muitas lâmpadas espalhadas pela cidade. Os principais pontos de Garanhuns, como o pórtico de entrada, o Relógio das Flores; a Praça Souto Filho, conhecida como Fonte Luminosa; a Avenida Santo Antônio, principal via do Centro; e o Palácio Celso Galvão, sede da Prefeitura, receberão ornamentações. Os distritos também são enfeitados especialmente para os festejos natalinos.
.

NO CLIMA – Responsável pelas mudanças que conceberam a Magia do Natal, e o sucesso em que se tornou o evento, o Prefeito de Garanhuns Izaías Régis já está no clima da festividade. Nas oportunidades em que falou publicamente ao longo do FIG 2019, ele externou que a edição deste ano da Magia do Natal será ainda maior.

Ano passado, de acordo com informações da Prefeitura Municipal, a Magia do Natal movimentou mais de R$ 35 milhões de reais na economia local. Este ano, com a divulgação da programação antecipada, a expectativa do Prefeito e do vice, Haroldo Vicente, é de que esse montante seja ainda maior. “O Natal é seguramente a festa que mais atrai turistas para a nossa Cidade; fato esse, que aquece a nossa economia local”, registra o Prefeito.
.

Izaías rasga elogios ao Governador e a equipe responsável pela realização do FIG. Este ano, evento recebeu mais de 600 mil pessoas

Régis: “O Festival deste ano foi grande demais! Por isso, parabenizo os Secretários Municipais, 
além do Presidente da Fundarpe; o secretário de Cultura e o Governador Paulo Câmara."

A jornalista Roberta Jungman, vem repercutindo na coluna que assina no Jornal Folha de Pernambuco, na capital pernambucana, que o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), rasgou elogios ao atual presidente da Fundarpe, e seu amigo pessoal, Marcelo Canuto, na coletiva de encerramento do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). Durante o momento, que ocorreu no último sábado do FIG, dia 27, no Garanhuns Palace Hotel, o chefe do executivo fez questão de exaltar ainda o trabalho da pasta de Cultura do Estado; responsável pela realização do maior festival de cultura da América latina. 

No encontro; ao lado do secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre, e de Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe, Régis divulgou um balanço positivo com dados sobre os dez dias do evento. De acordo com os números oficiais, mais de 600 mil pessoas circularam pelos 21 polos do evento durante o FIG. Foram mais de quinhentas apresentações artísticas e mais de três mil artistas circulando pela cidade. O frio e a chuva também registraram presença, mas para dar um tom ainda mais especial para o evento.

O resultado apresentado na coletiva, foi comemorado pelo Presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto. De acordo com ele, o FIG de 2019 foi o melhor dos últimos tempos. "O público, incluindo os artistas contratados, reconheceu a qualidade das atrações selecionadas lotando todos os polos de atração, a rede hoteleira e as ruas, com restaurantes cheios e forte movimento do comércio. Tivemos ainda uma ampla cobertura da imprensa, inclusive a nacional, o que no final resultou no FIG alegre, de paz e celebração”, destacou Canuto.

O Prefeito de Garanhuns, Izaías Régis também fez sua avaliação em torno da realização do FIG. Para Régis, o evento se sobressaiu, se comparado a edição passada. “O Festival deste ano foi grande demais em relação a de 2018! Por isso parabenizamos os Secretários Municipais; de forma veemente, além do presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto; o secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto e o Governador Paulo Câmara. Contamos com hotéis e restaurantes lotados; comércio faturando; a nossa gente e os turistas felizes. Estou muito satisfeito com o sucesso dessa edição do Festival. O Festival é isso que vivemos este ano”, destacou Izaías a imprensa.
.

Última noite do Festival de Inverno mesclou ritmos e mensagens políticas

No sábado (27), questões raciais, religiosas, políticas e populares 
marcaram o tom  das apresentações. (Por Malu Didier, da Folha de Pernambuco).

O 29º Festival de Inverno de Garanhuns chegou ao fim no último sábado, dia 27 de julho. A última noite na Esplanada Dominguinhos trouxe gêneros como rock, samba, manguebeat, coco e maracatu rural com apresentações de artistas locais e convidados de fora em uma das noites mais mistas desta edição. 

De acordo com a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), estima-se que 60 mil pessoas circularam pelos polos por dia, totalizando 600 mil pessoas juntando os 10 dias do evento. Subiram no palco principal a garanhuense Andrea Amorim, o rebequeiro Maciel Salu, a banda Mundo Livre SA, Mariene de Castro e Maria Rita, que encerrou a edição com maestria e samba no pé.

A primeira atração da noite chegou de uma turnê no Japão diretamente para performar em sua terra natal. “Eu posso cantar em qualquer lugar do mundo, mas Garanhuns é meu coração pulsando", disse a roqueira Andrea Amorim. Ela fez de seu palco sua casa e, com vocais líricos e das pinturas em seu corpo corpo, comemorou calorosamente os 20 anos de carreira com músicas autorais internacionais das bandas britânicas Eurythmics e Queen. 

O olindense Maciel Salu traz de berço o talento da música popular de raiz. Filho de Mestre Salustiano e neto de João Salustiano, desde cedo é familiar com o cavalo-marinho e a rabeca do avô, que aprendeu a tocar ainda jovem. Ele apresentou o repertório de seu álbum mais político, “Liberdade”, comemorando ter chegado onde está hoje mesmo com todo preconceito que a cultura popular sofre. “Seja por política ou por outros artistas, eu nunca abaixei a cabeça. Tenho fé no meu Deus, no caboclo e na minha jurema."
.

O manguebeat se fez presente na última noite do palco Dominguinhos na voz de Mundo Livre SA. Clientela antiga no Festival de Inverno de Garanhuns, a banda injeta a energia dos manguezais aonde pisa. Em um tom político, a banda pediu “Fora Moro, Fora Deltan” e exibiu no telão imagens do ex presidente Michel Temer com intervenções sobre humanas. “No FIG, é muito legal ver que a gente planta uma semente que vai florescendo. Cada vez que a gente chega, tem mais gente curtindo nosso show", celebrou Fred Zero Quatro, vocalista da banda.

Em paralelo ao show de Mundo Livre SA, a Catedral de Santo Antônio recebia o show acústico de João Bosco, que retornava aos palcos após um tempo de recesso. O cantor trouxe os clássicos de seu álbum “Mano Que Zuera”, além de outros sucessos como “Jade” e “Corsário” e Memória de Pele”. O polo da Catedral teve lotação completa por conta do show. 

Quem não quis perder a apresentação assistiu por um telão do lado de fora, sob chuva e um frio de 17º, o espetáculo acústico do cantor. Dentro, o eco da catedral fazia reverberar a voz do público, que sabia de cor todas as canções e acompanhava o show harmonizando como um grande coral junto aos vocais de João Bosco.

De volta a Esplanada Dominguinhos, Mariene de Castro trouxe toda sua ancestralidade negra e baiana para o palco principal performando canções como “É D'Oxum” e “Cordeiro de Nanã.” Um dos momentos mais emocionantes da noite foi quando a cantora convidou a cirandeira Lia de Itamaracá para uma participação especial, onde juntas cantaram e dançaram “Minha Ciranda”, originalmente interpretada pela própria Lia.
.

O fechamento da 29ª edição do FIG foi prestigiado pela cantora Maria Rita, por quem o público aguardou ansiosamente. A sambista saudou o homenageado Jackson do Pandeiro, que, segundo ela, está vivo no inconsciente coletivo dos músicos e do público brasileiro.

Retornando ao Festival de Inverno de Garanhuns, após 10 anos, ela relembra o quanto o festival marcou sua carreira. “É muito simbólico, principalmente agora que vivemos dias estranhos.” Músicas como “Cara Valente”, de Marcelo Camelo, “Não Deixe O Samba Morrer”, de Alcione, “Meu Lugar”, de Arlindo Cruz e “O Bêbado E O Equilibrista”, da sua mãe Elis Regina foram algumas das que integraram o repertório da noite. 

Próximo ano, o Festival de Inverno de Garanhuns segue para sua 30ª edição, quando será lançado um selo em homenagem as três décadas do festival. Segundo os apresentadores do evento, a edição será focada completamente em sustentabilidade.
.

sábado, 27 de julho de 2019

Salvador, Bahia: Morre ex-guitarrista da banda Chiclete com Banana

Conforme informações da família, músico morreu em casa, no bairro da Pituba,
por volta das 6h. Ele tinha 54 anos e há 20 lutava contra a ataxia cerebelar.

Edmar Lyra - João Fernandes da Silva Filho, conhecido como Cacick Jonne, ex-guitarrista da Banda Chiclete com Banana, morreu em Salvador, na manhã desta sexta (26).

Conforme informações da família, o músico morreu em casa, no bairro da Pituba, por volta das 6h. Ele tinha 54 anos e há 20 lutava contra a ataxia cerebelar, que é uma doença degenerativa. Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

O músico se consagrou ao fazer parte da Banda Chiclete com Banana por duas décadas. Durante os shows, ele se aprestava com visual diferenciado, ostentando um cocar e pinturas indígenas no rosto.

Samba para uns, rap para outros e passinho para quem quis, em mais um dia do Festival de Inverno de Garanhuns

No Palco Dominguinhos, Alcione reinou na já tradicional noite do samba, enquanto no 
Palco Pop o público compareceu em peso para o show do rapper MV Bill. (Secult/Fundarpe).

Se for possível definir um dia para representar como é democrática a programação musical do Festival de Inverno de Garanhuns, esta sexta-feira (26) seria uma boa opção. Enquanto no Palco Dominguinhos Alcione reinou na já tradicional note do samba, no Palco Pop o público lotou o espaço para ver o show do rapper MV Bill, mostrando que quem decide aproveitar o FIG dificilmente ficará sem programação por causa de gosto musical. Mais cedo, a Chef Carmem Virgínia, do Altar Cozinha Ancestral, restaurante localizado no Recife, preparou pratos inspirados no grande homenageado da festa, Jackson do Pandeiro.

A noite dedicada ao samba começou com Belo Xis e suas convidadas, Gracinha do Samba e Luiza Pérola. O show de tributo a Beth Carvalho levantou o público. “Estou muito satisfeito por estar aqui mais um ano. É minha sétima participação no festival de inverno e espero voltar muitas outras vezes”, disse o sambista, que abriu alas para Karynna Spinelli, Carla Rio e Gerlane Lops, antes de Alcione.

O Palco Pop teve uma grande noite com MV Bill, que atraiu público de 5 mil pessoas, aproximadamente para acompanhar o som de protesto do rapper. O assédio dos fãs após o show demonstrou o prestígio do músico. Antes dele, se apresentaram a Banda Uscafuçu, Abacaxepa e Mulamba. Mas nada agitou tanto o público quanto os jovens do Batekoo, plataforma de entretenimento, cultura e informação com foco na juventude urbana, negra e LGBT+. O passinho era a coreografia principal de quem quis acompanhar o ritmo das DJs e dançarinos. Antes deles, a paraense Tuyo abriu a noite no polo do Euclides Dourado.
.

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Brasília: Rodolfo e Givaldo lutam pela obra de duplicação da BR 423

Deputado tem feito de seu mandato um instrumento para tirar a obra do papel. Já 
o empresário, vem pedindo apoio a bancada federal de Pernambuco na Câmara, em Brasília.

Por Ezandra Ribeiro – Assessoria de Comunicação

O empresário, acadêmico e figura pública Givaldo Calado de Freitas, junto com o Deputado Federal pernambucano, Fernando Rodolfo, que é vice-líder do PL na Câmara Federal, e os vereadores Daniel da Silva, Luzia Cordeiro, Audálio Machado e Zaqueu Naum estiveram na sede Departamento Nacional de Transportes e Infraestrutura (DNIT), a fim de tratar, junto à presidência daquele órgão, da duplicação da BR 423.

A reportagem Givaldo destacou que essa luta não pode ter trégua;  que deve ser tratada por todos como uma verdadeira obsessão por ser vital à economia de Garanhuns, e acrescentou ainda que no seu discurso na Câmara dos Deputados, pediu a todos os parlamentares para juntarem esforços junto à Fernando Rodolfo no sentido de cobrarem do executivo federal a consecução da tão sonhada obra.

Em audiência, com o Diretor Geral do DNIT o General Antônio Leite dos Santos Filho, foi dito aos presentes que a empresa que vencer a licitação para fazer o projeto executará também a obra, o que tornará o processo mais rápido. De acordo com o DNIT, a última estimativa dos custos da duplicação dos 80 quilômetros do trecho entre São Caetano e Garanhuns é da ordem de R$ 600 milhões, com previsão de conclusão em dois anos e meio.

O diretor do DNIT informou, no mês passado, ao Deputado Fernando Rodolfo de que estão garantidos, este ano, R$ 10 milhões para elaboração do projeto de duplicação.
.

.

Prefeito se reúne com Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde e define comissão para criar Plano de Cargos e Carreiras para categoria

Izaías: “Vamos fazer o que estiver em nosso alcance, dentro dos limites permitidos por Lei, para que os ACS
e ACE continuem tendo na administração municipal uma aliada na luta pelos seus direitos”. (Secom/PMG).

O prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB), recebeu na tarde da última quarta-feira (24), em seu gabinete, no Palácio Celso Galvão, a diretoria do Sindicato Estadual dos Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias do Estado de Pernambuco (SINDACS/PE). O encontro aconteceu no Gabinete do Prefeito e contou com a participação do vice-prefeito Haroldo Vicente, do secretário de Governo, Articulação Política e Ouvidoria, Mewitton Araújo, e dos vereadores Ary Júnior e Marinho da Estiva.

Durante o diálogo ficou definida a criação de uma comissão especial para elaboração do Plano de Cargos e Carreiras para os Agentes Comunitários de Saúde – ACS e para os Agentes de Combate à Endemias - ACE de Garanhuns, para isso a advogada do SINDACS/PE, Dra. Fernanda Resende, vai discutir, junto com Procuradoria Municipal, o melhor modelo a ser aplicado para o município.

Na próxima semana haverá uma nova reunião para decidir os integrantes dessa comissão especial e uma agenda de trabalho. Os representantes do SINDACS/PE também solicitaram o reconhecimento e registro do tempo de serviço para alguns ACS e ACE, oportunidade em que requereram um parecer da Secretaria de Administração de Garanhuns.

O prefeito Izaías Régis reconheceu a importância do momento ocorrido nesta quarta. “Foi uma reunião produtiva, com diálogo, sem imposições. É necessário ouvir e atender aos pedidos dessa categoria tão importante para o bem-estar da nossa população, estamos abertos ao diálogo e vamos fazer o que estiver em nosso alcance, dentro dos limites permitidos por Lei, para que os ACS e ACE continuem tendo na administração municipal uma aliada na luta pelos seus direitos”, finalizou o gestor garanhuense.

O encontro contou com a participação de diversos representantes do sindicato estadual: as Diretoras Izabel Lígia e Cristiane Melo, o Diretor Alexsandro Pereira, o Delegado de Base da subsede em Garanhuns, Sr. Teofanio Maciel e com uma das sete advogadas do SINDACS, Dra. Fernanda Resende.

quarta-feira, 24 de julho de 2019

Deputado questiona valores das diárias pagas a policiais durante o FIG

De acordo com o Joel da Harpa, a insatisfação é geral. Valor das diárias pagas
pelo Governo do Estado, R$ 54 reais, é considerado irrisório pelos Militares.

Edmar Lyra - O deputado Estadual Joel da Harpa (PP) esteve aqui em Garanhuns, no primeiro final de semana do FIG, para, mais uma vez, verificar a estrutura oferecida aos policiais e bombeiros militares escalados para trabalharem no Festival de Inverno. De acordo com o Deputado, a insatisfação é geral. É que o valor das diárias pagas pelo Governo do Estado, R$ 54 reais, é considerado irrisório pelos Militares.

“Apesar do Governo ter antecipado o pagamento, os valores não custeiam as necessidades mínimas dos profissionais que são deslocados de outros municípios para trabalharem no Festival e precisam de local para um descanso decente e alimentação”, questiona o Parlamentar. Joel lembra ainda que as diárias para viagem são valores pagos habitualmente ao empregado para cobrir despesas necessárias, tais como: alimentação, transporte, hotéis, alojamento, para realização de serviços externos. 

Segundo o parlamentar, basta um levantamento sobre os valores com hospedagem em Garanhuns, o preço médio, por uma noite, é de R$ 80 reais, numa pousada simples, garantindo apenas o café da manhã. Somando os custos com almoço e jantar, tendo por base o valor médio de 25 reais por refeição, chegaríamos, entre alimentação e hospedagem, a R$ 180 reais, diários. “Isto significa que as diárias pagas aos PMs custeiam menos de 50% das despesas”, concluiu o Deputado.
.

Governador convoca 511 novos agentes para o quadro da Polícia Civil

Aprovados no concurso já iniciam em agosto o curso de formação e
passarão a atuar nas delegacias no início de 2020. (Fotos: Hélia Scheppa/SEI).

O governador Paulo Câmara assinou, na manhã desta quarta-feira (24.), no Palácio do Campo das Princesas, a convocação da segunda turma de aprovados no concurso de agente da Polícia Civil. Ao todo, 511 candidatos iniciam no próximo dia 12 de agosto, o Curso de Formação Profissional de Agentes de Polícia Civil, no Campus de Ensino Recife da Academia Integrada de Defesa Social (Acides-SDS), no bairro da Boa Vista.

A iniciativa vem reforçar um importante conjunto de ações em favor da segurança pública no Estado dentro do Pacto pela Vida, que tem garantido reduções significativas dos índices de criminalidade há 19 meses consecutivos. Logo após a assinatura, um grupo de novos alunos da academia foi recebido no Palácio do Campo das Princesas pelo secretário de Defesa Social Antônio de Pádua e pelo chefe da Polícia Civil Joselito Kehrle.

O curso de formação de agentes terá duração de quatro meses e meio, com aulas de Investigação Policial; Inteligência de Polícia Judiciária; Abordagem Policial; Armamento, Munição e Tiro; Direitos Humanos; Criminalística; Prática Policial; e Gerenciamento de Crises e Desastres. De acordo com o Governo de Pernambuco, durante o período das aulas, os futuros agentes receberão uma bolsa no valor de R$ 1,1 mil reais.

Segundo informações repassadas pela Secretaria de Defesa Social, logo no início de 2020 os novos policiais estarão aptos a reforçar as equipes das delegacias em todo o Estado. A iniciativa vai ampliar ainda mais o contingente da Polícia Civil, que no início de 2018 já havia recebido o reforço de mais de 1,2 mil profissionais aprovados por concurso, sendo 822 para a Polícia Civil e 392 da Polícia Científica.
. 

Alepe promove 2ª etapa do Circuito Pernambucano de Queijos Artesanais em Garanhuns, durante o FIG

Evento, tem por objetivo incentivar os produtores de queijo a melhorar a
qualidade do produto, bem como aperfeiçoar sua comercialização.

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realiza no sábado (27), durante o Festival de Inverno de Garanhuns, a 2ª etapa do Circuito Pernambucano de Queijos Artesanais. O evento é uma parceria da Alepe com a Prefeitura municipal, a Adagro (Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco), o Sindicato dos Produtores de Leite do Estado (Sinproleite) e o Instituto de Tecnologia de Pernambuco (ITEP).   

O circuito acontece no Parque Euclides Dourado, a partir das 9 horas, e tem por objetivo incentivar os produtores de queijo a melhorar a qualidade do produto e a aperfeiçoar sua comercialização. Segundo os organizadores, além de beneficiar a cadeia leiteira do estado, a iniciativa contribui para atender o consumidor com um produto de qualidade, dentro dos padrões exigidos pela vigilância sanitária. 

A Assembleia Legislativa instalou este ano a Comissão Especial da Bacia Leiteira para tratar de questões e demandas do setor, presidida pelo deputado Claudiano Martins (PP). O parlamentar é autor de um Projeto de Lei, já sancionado pelo Executivo, que ajuda a desburocratizar a produção de queijos, com promoção de incentivos fiscais, e facilita a instalação de empresas no Estado.

A Comissão conta ainda com a participação dos deputados Fabrizio Ferraz (PHS), Clovis Paiva (PP), Henrique Queiroz Filho (PR), Aglailson Victor (PSB), Antonio Fernando (PSC) Roberta Arraes (PP) e Priscila Krause (DEM).

Além do Circuito de Queijos Artesanais, a Alepe tem marcado presença no Festival de Inverno de Garanhuns em outras ações. O presidente da Casa, deputado Eriberto Medeiros (PP), acompanhou o governador Paulo Câmara (PSB) em vários atos governamentais e, numa ação conjunta com o governo do Estado, contribuiu com o Projeto “Ouvidoria em Ação” que incluiu palestras e serviços como o de escuta ativa da população. 

O ouvidor da Assembleia Legislativa, Douglas Moreno, foi um dos debatedores do painel. “Ouvidoria: um aporte necessário”. “De modo geral, os temas debatidos se referiram às ações realizadas por cada Ouvidoria em suas respectivas instituições e eventuais projetos a serem realizados no futuro”, informou o ouvidor. Também participaram da mesa ouvidores do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
.

No meio da chuva, Roberta Miranda comanda a terça-feira de FIG

No palco, cantora exaltou sua ligação com o Nordeste após a declaração preconceituosa de Jair Bolsonaro,
mas sem referência direta ao presidente: “Eu, Roberta Miranda, sou nordestina e amo o povo nordestino”.

(Por Diogo Guedes, do JC Online – Fotos: Felipe Souto Maior/Fundarpe e Hilton Marques)

          A chuva que caiu leve durante quase toda a noite desta terça -feira, 23 de julho aqui em Garanhuns apertou um pouco durante o show de Roberta Miranda, que terminava a programação do dia. Ainda assim, disposta a se aproximar do público, a eterna rainha do sertanejo pegou um guarda-chuva emprestado para andar pela área descoberta do palco Dominguinhos do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG),

Depois de uma noite aquecida pelo forró, com Nando Azevedo, um show especial de Anastácia e Terezinha do Acordeon para Dominguinhos e o repertório consagrado de Maciel Melo, a abertura da apresentação de Roberta veio com Majestade, o Sabiá, um dos seus maiores sucessos. Aí, ela já mostrou que o show não teria nada de protocolar: Roberta soa espontânea mesmo nos gestos mais casuais. No palco, comemorou o fim das saudades de sete anos do FIG (“eu devia vir todo ano”) e exaltou sua ligação com o Nordeste após a declaração preconceituosa de Jair Bolsonaro, mas sem referência direta ao presidente: “Eu, Roberta Miranda, sou nordestina e amo o povo nordestino”.

A cantora paraibana chamou o intérprete de libras para o centro do palco, aceitou um ursinho de pelúcia de presentes (que disse que ia passar ao seu xodó, o cachorro Frederico, várias vezes citado na apresentação), fez discretamente o passinho recifense e falou de si mesmo na terceira pessoa (mas sem nenhuma afetação). Sobre o guarda-chuva, confessou brincando que o pegou emprestado “à força” de alguém do público.

Sempre acompanhada pelo público em uma Praça Guadalajara cheia, tocou violão na faixa Apesar de Não Te Ver e entoou Meu Grande Bem(em versão bolero) De Igual para Igual e Cadê Você?. O show reforça a presença constante de Roberta no imaginário da canção popular brasileira, com sua presença em rádios e trilhas de novelas. Como não podia deixar de ser, ela homenageou Dominguinhos cantando Forrépeando com sua letra simbólica: “O meu pai pernambucano/ A minha mãe da Paraíba/ Aqui dentro de mim tem a força do nordeste/ Um pouco de Lampião/ Outra metade, paulista”.
.

terça-feira, 23 de julho de 2019

Renovada, Roberta Miranda volta ao Festival de Inverno de Garanhuns após sete anos. “Estou sempre me reciclando”, diz ela em entrevista

Com 32 anos de carreira, 25 discos de estúdio, Rainha do Sertanejo sobe ao 
palco Mestre Dominguinhos nesta terça-feira (23) às 23h30. (G1 Caruaru e Região).

Considerada a “Rainha do Sertanejo”, Roberta Miranda é uma das atrações desta terça-feira (23) no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). A cantora sobe ao palco Mestre Dominguinhos a partir das 23h30. Além dela, Maciel Melo, Nando Azevedo, Anastácia e Terezinha do Acordeon também se apresentam.

Com 32 anos de carreira, 25 discos de estúdio e sendo responsável por sucessos como “Majestade, o Sabiá”, “Meu Dengo” e “Vá com Deus”, Roberta Miranda foi uma das precursoras do sertanejo feminino no Brasil, quebrando recordes de vendas de discos e se tornando um marco para a música brasileira.

Em conversa por telefone com o Portal G1 Caruaru e Região, a artista falou sobre a alegria de estar de volta aos palcos do Festival de Inverno de Garanhuns, após sete anos; sua relação com os fãs e seu processo de renovação durante a carreira. Roberta também falou sobre o show que realizou aqui em 2012, e sobre ter declarado que ele foi um dos que mais marcaram a sua carreira. Diante da afirmação do passado, o G1 quis saber da cantora se ela espera que isso se repita esse ano?”.

A eterna “Rainha do Sertanejo”, respondeu assim: “O show foi emocionante, tão emocionante que eu esqueci Majestade Sabiá, esqueci de cantar Majestade Sabiá. É uma satisfação muito grande, um prazer, eu gosto muito. Lembro da vez que eu estive aí, público excelente, maravilhoso, um mar, um mar de emoção e um mar de gente. Eu espero muito que isso se repita esse ano, estou ansiosa. Graças a Deus a gente tem um fã clube muito intenso, tanto é que está nas redes sociais, em todos os lugares por onde eu passo. É porque o repertório é muito bom, o público canta do início ao final, não se para, é um show pra cima, com muito forró e com canções que não podem ser retiradas, como “Duas taças”, “Majestade Sabiá”, a “Mulher em Mim e outras mais”…

Para conferir a entrevista feita pelo G1
com Roberta Miranda, na ítegra, clique aqui.