sexta-feira, 28 de junho de 2019

Garanhuns: Juiz ordena bloqueio de mais de R$ 2 milhões de empresa que executou obras com problemas no João da Mata e no Indiano

Decisão foi expedida pelo juiz da Vara da Fazenda Pública da Comarca Garanhuns, Glacidelson Antônio.
Ação engloba, ao todo, 5 contratos com a GL Empreendimentos. (ACSI – PMG Garanhuns).

Visando preservar o dinheiro público, sem comprometer a qualidade final das obras municipais, a Prefeitura de Garanhuns solicitou e a Justiça acatou o pedido de bloqueio dos valores pagos à GL Empreendimentos LTDA — ME, obrigando a empresa a, alternativamente, devolver os valores repassados para obras de infraestrutura no Município ou ainda o refazimento das mesmas — sendo elas obras de pavimentação asfáltica e em paralelepípedo nas localidades conhecidas como João da Mata, no bairro da Boa Vista, e Indiano, no bairro Severiano Moraes Filho. A decisão foi expedida pelo juiz da Vara da Fazenda Pública da Comarca Garanhuns, Glacidelson Antônio. 

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis comenta a decisão e enfatiza que a medida é bem recebida, visto que o Governo Municipal tentou, de várias formas, em contato direto com a GL Empreendimentos, novas possibilidades de resolver os problemas encontrados após a execução das obras nessas localidades. “Temos responsabilidade com as nossas ações e acompanhamos de perto o desenrolar das obras. Desde que identificamos o problema, buscamos solução, como não tivemos retorno da empresa, determinei que a Procuradoria acionasse judicialmente a empresa para a reparação das vias ou a condenação de devolução dos recursos”, completa o gestor.

Saso a empresa não consiga ou apresente motivações para não refazer as obras no João da Mata e no Indiano, a mesma terá que devolver à Prefeitura o quantitativo equivalente a mais de R$ 2 milhões e 300 mil reais, para que assim, a gestão municipal possa contratar uma nova empresa para refazer as obras com problemas.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário