segunda-feira, 17 de junho de 2019

Garanhuns: Em Nota, Gidi Santos responde a assessor parlamentar

No sábado, Luiz Roldão divulgou que Santos ocupa cargo comissionado na Prefeitura. 
Nesta segunda, jornalista esclareceu que sua função no Governo, não se confunde com a editoria do Blog.


NOTA DE ESCLARECIMENTO

        Conforme antecipei no sábado (15), que voltaria a ocorrer, eu, Gidi Santos, fui mais uma vez alvo de ataque por parte do senhor Luiz Roldão Sobrinho Segundo. No dia em questão, o assessor parlamentar divulgou em suas redes sociais que ocupo cargo comissionado na Prefeitura Municipal de Garanhuns, ressaltando que essa condição laboral serve de pressuposto para “atacá-lo”.

Em seu perfil no Facebook, Roldão publicou informação extraída do Portal da Transparência do Governo Municipal de Garanhuns, cujo meu nome aparece com lotação no cargo de Supervisor de Gabinete, com salário mensal de R$ 2.416,67. Associado a essa informação, ele ponderou. “Agora está plenamente explicado porque esse rapaz vive a me atacar. Quase dois mil e 500 por mês.”

Lamento a forma rasteira com que mais uma vez, o senhor Luiz Roldão me atacou, e por consequência a minha conduta profissional, aproveitando para manifestar que novamente, ele buscou colocar a opinião pública contra mim; inaugurando outra narrativa. Agora, Roldão está associando o trabalho que executo com empenho, zelo e dedicação no Governo Municipal, com o cumprimento da devida carga horária, com a editoria do Blog, e isso, para fazer acreditar que as duas coisas se confundem, e que portanto, eu estaria a serviço da gestão, ou mesmo dos “poderosos”, como ele próprio escreveu em texto recente, para desgastar sua imagem pública no periódico, haja vista ser de conhecimento de todos sua atuação antagônica ao gestor municipal.

Passei a fazer parte do Governo de Garanhuns no último dia 2 de maio de 2019, portanto, a 45 dias, e no decorrer deste período, e mesmo antes, nenhuma matéria jornalística ou publicação feita noutro formato literário, teve viés político envolvendo o assessor, com o objetivo de enlamear a sua reputação. Isso pode ser facilmente comprovado por qualquer cidadão que lê diariamente o Blog do Gidi Santos.

Sendo assim, a publicação feita pelo senhor Luiz Roldão, neste sábado (15) no Facebook, só reforça nossa convicção de que ele está disposto a usar de qualquer expediente, mesmo que do tipo mais vil, para atingir o seu objetivo, que é o de ultrajar a ética e retidão da minha conduta como profissional de imprensa.

Estar em posto de agente público, neste caso ocupando a função de Supervisor de Gabinete na Gestão Municipal, não exige de mim um jornalismo com fins políticos, atendendo a orientação do chefe do executivo; como levianamente vem sendo insinuado por ele, muito pelo contrário, exige de mim compromisso com o exercício da função que me foi confiada; o que me faz jus ao devido salário de R$ 2.416,67; que o assessor tanto fez questão de alardear nas redes sociais.

O trabalho que desenvolvo no Governo Municipal está a serviço do funcionamento da máquina pública, e por extensão do povo de Garanhuns, que registro, vem manifestando apreço e estima por mim. Todo esse respeito, foi construído ao longo de 14 anos de atuação na imprensa local, com passagens desde jornais impressos, passando por apresentação de programas em rádios locais e chegando a edição do Blog do Gidi Santos, desde março do ano de 2009.

Devo tudo a essa cidade, pois ela me acolheu como um filho 20 anos atrás, quando eu ainda tinha 12 anos. Aqui eu cresci, amadureci e construí minha família. Desta terra tiro me honrado sustento. Não coleciono inimigos, minha conduta em nada me desabona, e por isso ando de cabeça erguida pelos quatro cantos da cidade, desde a periferia a localidades com maior concentração de moradores de classe média, alta e baixa, bem como ricos e até mesmo milionários.

Na vã tentativa de escarnecer com a minha imagem publicamente, Roldão esconde do que estou efetivamente a serviço no Blog: que é da verdade, imparcialidade e ética nas matérias jornalísticas assinadas por mim, que tem por único objetivo difundir notícias de interesse comum.

Dito isso, ressalto que embora eu ocupe função no Governo Municipal, isso por si, não me impede de comentar notícias ou mesmo emitir opinião sobre pessoa pública física ou jurídica, bem como de fato relevante ocorrido no município, por intermédio de duas formas literárias; que são a crônica e o artigo de opinião.

O meu trabalho como profissional de imprensa, que agora o senhor Luiz Roldão sustenta ser “sujo”, já foi solicitado por ele tempos atrás. Era início de 2018, quando em uma conversa informal, Roldão tentou viabilizar a criação de um site de notícias, cuja linha editorial seria alicerçada em torno de investigações e denúncias envolvendo a gestão municipal. Há época ele dizia que minha integração a proposta era dada como certa por ele, haja vista a minha experiência no segmento.

Apesar do argumento apresentado pelo assessor, a conversa não prosperou, pelo que logo descartei a proposta, a medida que identifiquei a finalidade eleitoreira da concepção do tal portal de notícias.

Por que Luiz Roldão tem sido notícia com frequência no Blog?

Ao mesmo tempo em que exerce oposição ao chefe do executivo, Roldão está envolvido em temas de grande relevância para a cidade, especialmente em função de suas denúncias. Assim sendo, e considerando que ele é pré-candidato a Prefeito e ainda parte em ações judiciais que envolvem temas públicos, Roldão é naturalmente notícia; e registramos, até mais que uma vez no decorrer da semana.

E como fica daqui para frente?

Não me dobrarei aos caprichos desse assessor parlamentar, pelo que adianto, que seguiremos acompanhando e publicando desdobramentos de casos públicos que ele esteja inserido, desde que reste identificado o interesse coletivo, descartado o âmbito privado, que da forma como versa a Constituição Brasileira, deve ser preservado.

O setor jurídico do Blog do Gidi Santos já estuda nova investida judicial em desfavor do senhor Luiz Roldão, haja vista ele ter cometido novo excesso, com o fito de me envolver em vexame público, ao difundir a função que ocupo no Governo local da forma como o fez.

Também estamos analisando diversos comentários postados em redes sociais, por motivo da publicação do senhor Luiz Roldão; sobretudo aqueles que partiram de pessoas públicas ou ligadas a partidos políticos, afim de detectar através de uma avaliação jurídica, se eles ultrapassaram o limite da liberdade de expressão, para ofensa e desonra da minha figura humana e pública.

Em dado comentário por exemplo, sou acusado abertamente de ter cometido crime, quando na verdade dedico meu tempo e empenho ao exercício da minha função na Prefeitura, no Blog e ainda junto aos meus estudos; estes por último, que me consagrarão justa realização pessoal e profissional, devido a minha formatura no curso superior de marketing ocorrer ainda em junho deste ano.

Por fim, agradeço a cada amigo, amiga, simpatizante e leitor do nosso Blog, além dos colegas de trabalho e familiares, que não se furtaram em externar apoio a mim, em virtude das investidas contra minha honra. A princípio, essas investidas podem parecer destrutivas, mas na prática, elas me tornarão ainda mais forte, mais determinado e mais seguro daquilo que sou e represento para esta cidade.

Dito isso, deixo uma uma passagem bíblica para meditação, pois nela me agarro diante daqueles que se insurgem contra mim. Ela foi escrita pelo Rei Davi, que fez Golias padecer em combate, está no Livro de Salmos da Bíblia Sagrada, capítulo 23, do versículo 1 ao 4, e diz assim: “O SENHOR é o meu pastor, ele não me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.”

Garanhuns, em 17 de junho de 2019
Gidi Santos – Jornalista – Registro Profissional SRTE/5416

Nenhum comentário:

Postar um comentário