domingo, 23 de junho de 2019

AGORA É NOSSO: Festival Viva Dominguinhos é declarado Patrimônio Cultural Imaterial de Garanhuns

Expectativa agora é que o evento deixe de ser uma promoção do Governo Izaías 
Régis, que o criou em 2014, e passe a ser uma realização Municipal.

Essa é destaque no Blog do Jornalista Carlos Eugênio

Garanhuns vive a expectativa pelo anúncio da programação do 29º Festival de Inverno e contou ontem, dia 21, com a apresentação dos principais nomes que integrarão a grade artística da Magia do Natal. Mas outro grande evento da Cidade também tomar as atenções nos próximos dias. Trata-se do Viva Dominguinhos.

É que após aprovação da Câmara de Vereadores e a sansão por parte do Prefeito Izaías Régis (PTB), o Festival Viva Dominguinhos, criado em 2014, foi declarado como Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Garanhuns. A Lei Nº 4548/2019, publicada no Diário Oficial dos Municípios de ontem, dia 21, oficializa a Ação e pontua que o Evento seja “realizado sempre nos meses de abril de cada ano”. “Entende-se por Patrimônio Cultural Imaterial do Festival Viva Dominguinhos todos os bens e práticas e domínios da vida social, tais como: formas de expressão cênicas, shows, palestras e eventos congêneres da cultura Nordestina no tocante ao Forró”, registra trecho da Lei.
.

Consolidado como a abertura dos festejos juninos no Nordeste e trazendo cada vez mais turistas para Garanhuns, o Festival Viva Dominguinhos chegou a sua sexta edição neste ano, celebrando, com atrações de alto nível, a memória do garanhuense José Domingos de Moraes, o Mestre Dominguinhos. Após a declaração contida em Lei, a expectativa agora é que o Evento deixe de ser uma promoção do Governo Izaías Régis, que o criou em 2014, e passe a ser uma realização Municipal, tendo sequência nas gestões que sucederem o atual Governo Municipal.

POLÊMICA A VISTA – Mas a Lei que torna o Viva Dominguinhos como Patrimônio Cultural Imaterial do Município de Garanhuns não deve só render elogios a Câmara e a Prefeitura. É que a família de Dominguinhos, falecido em 2013, busca cobrar os direitos autorais pelo uso do nome e da imagem do Mestre da Sanfona no Evento. O Prefeito Izaías Régis cogitou até alterar o nome do Evento para ‘Viva Garanhuns’, caso a cobrança persistisse, todavia, a festividade seguiria com o mesmo formato e estilo do Festival atual. A expectativa agora fica por conta da reação dos familiares do homenageado.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário