quarta-feira, 26 de junho de 2019

Ação que Magrão move contra o Sport ultrapassa os R$ 5 milhões

Valor, consta na Petição Inicial do processo, cujo teor
o Jornal do Commercio teve acesso. (JC Online).

Uma ação milionária! Mesmo com segredo de justiça, a reportagem do Jornal do Commercio conseguiu obter informações sobre o processo que o goleiro Magrão está movendo contra o Sport na Justiça do Trabalho. O valor da causa trabalhista do goleiro rubro-negro passa dos R$ 5 milhões. Para ser mais exato: R$ 5.016.853,16. O processo ocorre na 10ª Vara do Trabalho do Recife.

Na petição inicial, que o JC teve acesso, o goleiro Magrão pede que "seja reconhecida a rescisão antecipada do CONTRATO ESPECIAL DE TRABALHO DESPORTIVO firmado com o reclamado (Sport) tendo em vista as irregularidades apontadas, o inadimplimento do FGTS e de verbas salariais, além da imagem". Além disso, que "seja concedida, liminarmente, a Tutela de Urgência assegurando ao reclamante a liberação do vínculo desportivo mantido com o reclamado.

Com relação às dívidas que estão abertas com o goleiro Magrão, a petição inicial aponta salários em aberto de outubro, novembro de 2018 (R$ 41.333,33). Também 25 dias de férias de 2018 (R$ 22.222,21). Além de contratos de imagem de fevereiro (duas parcelas), abril e maio de 2019 ( totalizando os três meses R$ 86.794,81). Valores referentes ao 13º de 2017, no valor de R$ 20.000,00). Gratificações de relacionados aos meses de dezembro de 2017, fevereiro, setembro e outubro de 2018 (totalizando R$ R$ 28.000,00).

Nenhum comentário:

Postar um comentário