segunda-feira, 15 de abril de 2019

Garanhuns: Prefeito está decidido a calçar mais três bairros por completo

Localidades contempladas serão, a
Massaranduba, a Lacerdópolis e o João Capão.

Não bastassem as mais de 600 ruas pavimentadas em paralelepípedo no decorrer desses seis anos do seus dois governos, o Prefeito de Garanhuns Izaías Régis (PTB), trabalha agora para que mais três bairros do município sejam contemplados com a mesma ação, sendo eles, o João Capão, a Lacerdópolis e a Massaranduba.

Para isso, Régis conseguiu aprovar na Câmara, Projeto de Lei de autoria do Executivo que autoriza a gestão a contratar operação de crédito junto a Caixa Econômica Federal (CEF), na ordem de R$ 10 milhões de reais. A proposta encontra-se em análise na CEF.

De acordo com o Secretário de Planejamento, Carlos Carvalho, além de calçamento, os três bairros também serão contemplados com a construção de novas calçadas de passeio, bem como passarão a contar com a drenagem de águas superficiais.

Outras duas localidades também serão atendidas com parte do recurso desse financiamento, e assim, terão a aplicação de calçamento, que já está em curso, concluída. São elas, a Morada do Sol, que fica na Cohab 2 e o bairro Magano.

Com a iniciativa do Prefeito, o Governo dará mais qualidade de vida aos moradores dessas regiões. Contribuirá ainda para o desenvolvimento do município; especialmente na Massaranduba, localidade onde a população reivindica a obra há anos.

Oposição -  E por falar em Massaranduba; quem esteve na localidade semana passada, foi o vereador Tonho de Belo do Cal (PSDB). Acompanhado do Presidente do PP local, Rafael Peixoto, ele percorreu algumas ruas que necessitam do serviço de pavimento. Na ocasião, Belo revelou que acionou o Ministério Público de Pernambuco para que o órgão intervenha junto a Prefeitura, afim de que a região receba o calçamento.

Contradição - Muito embora Belo do Cal venha cobrando calçamento para aquela região; na Câmara, e por duas ocasiões, ele votou contra o projeto de Lei, que irá contratar financiamento junto a Caixa, para executar a obra na Massaranduba. Além dele, outro voto contrário foi registrado, neste caso, da vereadora Betânia da Ação Social.

Eles justificam que a contratação da operação de crédito irá comprometer as contas do Governo. Apesar da posição de ambos, a Secretaria do Tesouro Nacional assegura que o município de Garanhuns tem capacidade de adquirir até R$ 40 milhões de reais em financiamento; o que, portanto, afasta a tese dos parlamentares.

Na prática, ficou assim. Na Câmara, Belo votou contra o calçamento da Massaranduba; mas quando esteve na localidade, ele se disse a favor da obra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário