sexta-feira, 8 de março de 2019

Compesa anuncia racionamento d'água em Garanhuns e São João

Enquanto São João contará com dois dias com água e dois sem; bairros de Garanhuns receberão 
o líquido precioso por quatro dias a cada quinzena. Racionamento ocorrerá até o fim de março.

A Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa precisou implantar um calendário provisório de abastecimento para os municípios de Garanhuns e São João em virtude de sucessivos problemas nos sistemas do Cajueiro, Mundaú e Inhumas. As intercorrências começaram na segunda-feira de Carnaval, 04, quando foi registrado um vazamento de grande porte na adutora do Cajueiro e queima de um dos motores de bombeamento da Elevatória 1 (sistema de bombeamento da água), também no Sistema Cajueiro. Houve ainda a queima de um dos conjuntos motobombas do Sistema de Inhúmas e problemas elétricos no Sistema Mundaú. O calendário entrará em vigor já nesta sexta-feira, dia 8 de março, e se estenderá até o dia 31 deste mês.

A maioria dos bairros de Garanhuns terá ciclos de abastecimento de quatro dias com água na primeira quinzena deste mês e voltará a receber água na última quinzena, também por quatro dias seguidos. O distrito de Frecheiras, que fica em Garanhuns, também entrará no esquema de rodízio. As alterações também atingirão São João e o distrito de São Pedro (localizado em Garanhuns) também abastecidos pelos Sistemas Mundaú, Inhúmas e Cajueiro. São João foi dividido em dois setores. Os bairros terão 2 dias com água e 2 sem. Já os moradores de São Pedro terão um dia com água nas torneiras e nove sem.

As equipes estão em campo desde a última segunda-feira, mas devido à complexidade dos serviços, foi necessário instituir um calendário provisório de abastecimento. “Para atender Garanhuns normalmente, sem rodízio, a vazão total dos três sistemas é de 410 litros por segundo. Por causa desses problemas, estamos com apenas 110 litros por segundo. Com a diminuição da oferta, precisamos recorrer ao rodízio até que a situação se normalize”, explicou o Gerente de Unidade de Negócios, Igor Galindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário