sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

Alepe: Álvaro Porto toma posse para o 2º mandato de deputado

Empossado, Porto assegurou seu compromisso
com trabalho e fiscalização em favor dos pernambucanos.

Reeleito em outubro de 2018, o deputado Álvaro Porto (PTB) tomou posse nesta sexta-feira (01.02) para o exercício do segundo mandato consecutivo na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O petebista também deve renovar sua presença na composição da Mesa Diretora da Casa. Seu nome deverá ser chancelado para o comando da quarta-secretaria no biênio 2019-2020, em eleição que ocorre ainda na noite desta sexta.

Na retomada das atividades legislativas da Casa Joaquim Nabuco, Porto reiterou o seu compromisso de intensificar o trabalho em defesa do povo de Pernambuco, em especial ao do Agreste Meridional. Reafirmou também que seu mandato vai aprofundar as ações de fiscalização, buscando sempre soluções junto à sociedade pernambucana e por meio de cobranças ao governo estadual e aos órgãos competentes.

Como ocorreu em 2014, Porto inicia o novo mandato como o deputado estadual mais votado proporcionalmente em um município. Canhotinho, sua terra natal, lhe garantiu 7.557 votos, o que representou 68,13% dos votos válidos. Em 2014, ele já chegara à marca de 68,47%.  No total, o petebista obteve 38.712 votos em 2018. 

TRAJETÓRIA - Nascido em 27 de julho de 1965, Álvaro Porto é o mais novo de seis irmãos, filho de Lourival Mendonça de Barros e Edite Porto Mendonça de Barros. Cresceu em meio à política e desde cedo mostrou interesse em seguir os passos do pai, que foi prefeito de Canhotinho por dois mandatos. Também sofreu influência do irmão Carlos Porto, deputado estadual por três legislaturas, entre 1979 e 1990. A trajetória na vida pública começou em 2004, quando saiu vitorioso da disputa pela Prefeitura de Canhotinho. 

Em 2008, como reflexo da administração bem aprovada – reconhecida com o troféu dos Cem Melhores Prefeitos do Brasil – foi o primeiro prefeito a ser reeleito em Canhotinho. Obteve, na ocasião, mais de 63% dos votos válidos.  Ao final do segundo mandato na prefeitura, sua administração atingiu aprovação de 97%. A repercussão positiva se propagou pelo Agreste Meridional e lhe abriu caminho para o primeiro mandato na Assembleia Legislativa, em 2014. Foi eleito com 44.622 votos, sendo o deputado mais votado daquela região, com 33.988 votos. 

EM AÇÃO – No primeiro mandato na Alepe, assumiu a quarta-secretaria na Mesa da Casa e teve uma atuação marcante na bancada de oposição. Exerceu fiscalização permanente, especialmente nas áreas de saúde, segurança e agropecuária, apresentando denúncias, cobranças e propostas.

Percorreu todo o Estado, ouvindo servidores e população sobre deficiências nos serviços públicos, dentro do programa Pernambuco de Verdade. Ao final do levantamento, encaminhou ao Governo pedidos de informações e apresentou propostas de soluções para as demandas elencadas. “Vamos continuar nossa missão na oposição, acompanhando, fiscalizando e cobrando políticas do governo do estado e apresentando projetos de lei que representam melhorias e avanços para os pernambucanos. É isso que nos estimula e é este o nosso compromisso”, salienta.
.

.

 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário