segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Palmeirina: Prefeito não paga salário de servidores a quatro meses

Segundo recomendação do Ministério Público, Gestor tem um prazo de 30 dias para regularizar os 
vencimentos desses servidores, sob pena de adoção das medidas judiciais cabíveis. (MPPE).

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito de Palmeirina, Marcelo Neves, que adota as medidas necessárias para regularizar o pagamento dos salários de servidores públicos, aposentados, pensionistas e contratados do município. O gestor tem um prazo de 30 dias para comprovar ao MPPE a regularização dos vencimentos, sob pena de adoção das medidas judiciais cabíveis.

De acordo com o promotor de Justiça Carlos Henrique Almeida, o Sindicato dos Servidores Públicos de Palmeirina informou à Promotoria de Justiça local que havia atrasos no pagamento dos vencimentos referentes aos meses de outubro, novembro e dezembro de 2018 e de janeiro de 2019. O MP convocou uma reunião para discutir o tema e, na ocasião, os representantes do município não apresentaram qualquer justificativa para os atrasos.

“Além de desatender o direito dos servidores públicos, o atraso no pagamento pode repercutir no próprio serviço por eles prestado, o que enseja a tutela administrativa e judicial por parte do Ministério Público”, ressaltou o promotor de Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário