sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Gesto nobre: Tonho de Belo pede Perdão a Carla de Zé de Vilaço

Na manhã desta sexta (15), em entrevista na Rádio Marano, Belo justificou 
o seu pedido de desculpas: “Qual é o ser humano que nunca errou?”.

O vereador Tonho de Belo do Cal (PSDB) admitiu ter errado e pediu perdão a Vereadora Carla Patricia (PTB), a Carla de Zé de Vilaço. O Parlamentar esteve hoje pela manhã, dia 15, no programa o Arraiá de Glaúcio Costa, veiculado pela Marano FM, para reconhecer o erro e se justificar junto a Vereadora, bem como aos familiares, sobretudo ao ex-vereador Zé de Vilaço, pai de Carla.

“Qual é o ser humano que nunca errou?”, questionou Tonho, complementando em seguida: “estou aqui para pedir desculpas a Vereadora Carla de Vilaço (...); pedir perdão, em público, primeiro a Deus, e a Vereadora Carla, porque eu já conversei com toda a (sua) família”, registrou Tonho de Belo, com a voz engasgada pela emoção.

A polêmica foi gerada após a gravação de uma conversa informal entre Vereadores e Assessores, que segundo Tonho de Belo teria acontecido no gabinete do vereador Professor Márcio (PHS), dentro da Câmara de Vereadores, ter vindo a público através do aplicativo WhatsApp. Na ocasião, Belo do Calcensurou posturas dos vereadores Alcindo Correia (PCdoB); Daniel da Silva (PSC) e atingiu diretamente a ex-presidente da Câmara, a vereadora Carla de Zé de Vilaço.
.

Em resposta aos comentários do Vereador, levados ao conhecimento público pela viralização do áudio no aplicativo de celulares, a Vereadora Carla Albuquerque emitiu uma Nota de Repúdio, em que registrou que Tonho de Belo ocupa “indignamente a nobre função de Vereador”, haja vista ter, no áudio, “me acusando de forma direta de adultério e prostituição”, chamou a atenção a Vereadora, que garantiu acionar judicialmente Tonho de Belo para que “possa responder criminalmente pelos atos de injúria e difamação contra a minha pessoa”, afirmou Carla, em nota distribuída a Imprensa.

TONHO TAMBÉM VAI A JUSTIÇA – Ainda durante a entrevista ao radialista Gláucio Costa, o vereador Tonho de Belo registrou que as citações aos outros dois Vereadores (Alcindo Correia e Daniel da Silva) não passaram de uma brincadeira, que costumeiramente faz na Câmara. Ele também garantiu que vai acionar a Justiça para “saber se teve alguma armação, porque a gente tem que desvendar esse problema, que mais afetou a Vereadora Carla Vilaça”, pontuou Tonho de Belo.

          Com informações do Blog do Carlos Eugênio.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário