terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Álvaro reivindica Serviço de Verificação de Óbito para Garanhuns

No texto da justificativa, o deputado destaca que, instalação do SVO em Garanhuns vai ter 
uma repercussão positiva em todos os 26 municípios da região que soma mais de 641,7 mil habitantes.

A inexistência do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) no posto do Instituto Médico Legal instalado aqui em Garanhuns obriga o traslado de corpos até o município de Caruaru para a realização de exames que comprovam a causa da morte e a consequente e necessária emissão de declaração de óbito.

Essa realidade causa transtornos às famílias do Agreste Meridional, que diante da perda de um ente querido - justamente um dos momentos mais dolorosos da vida - são obrigados a aguardar o deslocamento para Caruaru e a liberação do corpo e do documento. Em alguns casos, a demora ultrapassa 24 horas.

Os contratempos e o sofrimento das famílias enlutadas podem podem desaparecer caso o Instituto Médico Legal de Garanhuns passe a contar com o SVO. E é exatamente essa reivindicação feita pelo deputado Álvaro Porto (PTB). 

O petebista formalizou o pleito à Mesa Diretora da Alepe e solicita o encaminhamento da reivindicação ao governador Paulo Câmara (PSB), ao secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti, e à Gerente Geral da Polícia Científica, Sandra Santos.

Para fundamentar a sua reivindicação, Porto argumenta que implantação do SVO em Garanhuns beneficiará não só a população do Agreste Meridional, que terá agilizada a realização de exames tanatoscópicos, uma vez que estes serão realizados em local mais próximo. "A população do Agreste Central também será beneficiada. Isso porque, diante da diminuição da demanda, a espera pela realização dos exames em Caruaru será reduzida".

No texto da justificativa, o deputado destaca que de, acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Garanhuns possui uma população de 135,1 mil habitantes, sendo a cidade pólo do Agreste Meridional. Ou seja, a instalação do SVO em Garanhuns atenderá os 26 municípios da região, ficando a disposição de 642 mil pessoas.

"Tendo em vista ser uma importante reivindicação não só do município de Garanhuns, mas de toda a região Agreste Meridional do estado de Pernambuco, esperamos que as autoridades competentes atendam ao nosso pleito", salienta o deputado no documento.

Um comentário:

  1. ATÉ QUE ENFIM ! É UMA VERGONHA PARA O POVO DE GARANHUNS E DO AGRESTE ,TER QUE SE SUBMETER À UM ABSURDO DESSE DE ENVIAR OS CORPOS DOS ENTES QUERIDOS COM UM SOFRIMENTO TÃO GRANDE DE PERDIDO A PESSOA E AINDA FIACR NUM MARTÍRIO DESSE DE ESPERA , O COPO DA PESSOA IR PARA CARUARU ,SENDO QUE GARANHUNS TEM TODA CAPACIDADE DE FAZER ESSE TIPO DE COISA PARA AMENISAR O SOFRIMENTO DAS FAMILIAS ,GRAÇAS À DEUS ESSE SENHOR ILUMINOU ELE PARA REEVIDICAR ESSE IML PARA GARANHUNS

    ResponderExcluir