sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Pedro Falcão é empossado para segundo mandato de reitor da UPE

Professor da universidade, ele fica no cargo pelo quadriênio 2019-2022. Falcão, recebeu investidura 
do cargo pelas mãos do governador de Pernambuco, Paulo Câmara. (Diário de Pernambuco).

O professor Pedro Falcão foi empossado na manhã desta sexta-feira (11) como reitor da Universidade de Pernambuco (UPE) para exercer o segundo mandato. A cerimônia, foi realizada na Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco (Fcap), na Madalena, Zona Oeste do Recife. Também tomou posse a vice-reitora da instituição, Socorro Cavalcanti. Eles foram reeleitos para o quadriênio 2019-2022 por servidores, docentes e alunos da instituição, em eleições realizadas em setembro de 2018.

Pedro Henrique de Barros Falcão é bacharel em ciências biológicas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), mestre em ciências na área de biologia celular e molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e doutor em ensino, filosofia e história das ciências, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). É professor adjunto com dedicação exclusiva da Universidade de Pernambuco. Foi presidente do Conselho Regional de Biologia da 5ª Região e coordenador de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão; vice-diretor e diretor do campus Garanhuns e pró-reitor Administrativo da UPE. Entre abril e agosto de 2014, ocupou o cargo de secretário-executivo de ciência e tecnologia de Pernambuco.

Já Maria do Socorro de Mendonça Cavalcanti é farmacêutica-bioquímica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Tem mestrado em bioquímica também pela UFPE e doutorado em biologia molecular pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É professora associada com regime de dedicação exclusiva da Universidade de Pernambuco. Foi vice-chefe do departamento de Ciências Fisiológicas, Coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão e diretora do Instituto de Ciências Biológica. Ocupou os cargos de vice-coordenadora e coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde; de avaliadora do Ministério da Educação e Cultura e como membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UPE. É sócia-ordinária da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular e docente permanente do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde e do Programa de Biologia Celular e Molecular Aplicada, ambos da UPE. Também docente permanente do doutorado Rede Nordeste de Biotecnologia.
.

Ao empossar o reitor reeleito, o Governador Paulo Câmara, destacou que o trabalho realizado até o momento elevou o Estado a um honroso primeiro lugar no Brasil. “A educação hoje, no ensino médio, por exemplo, é referência no País. Temos a menor taxa de abandono e a menor diferença entre ensino público e o privado”, comemorou.

Nesse contexto, o governador lembrou em seu discurso as últimas conquistas da UPE, que em 2007 oferecia apenas um único curso de doutorado, e em oito anos ampliou essa oferta para três cursos, dobrando esse número entre 2015 e 2018. “Hoje temos seis cursos de doutorado com ótimas avaliações, o que se estende para todos os cursos, que tiveram ampliações e melhorias, como o de Medicina e o de Direito, o que mais aprova no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”, explicou.

          Paulo Câmara reiterou também nesta sexta, que a avaliação positiva do curso de Medicina fez com que ele também se tornasse referência em todo País. Ainda segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a Escola de Aplicação do Recife, integrante da rede pública estadual e vinculada à UPE, está em primeiro lugar no ranking das escolas públicas de Ensino Médio de todo o Brasil.
.

Pedro manifesta sua primeira fala - Reempossado, o reitor Pedro Falcão disse considerar uma honra seguir no comando da UPE, e prometeu uma nova gestão no quadriênio que se inicia. A chapa foi reeleita por servidores, docentes e alunos da instituição, em eleições realizadas no último mês de setembro. “Cumprimos 80% das nossas propostas de trabalho. Agora, temos novas metas, e me sinto honrado em assumir mais esse compromisso”, reforçou, agradecendo o apoio do Governo do Estado destacando a nomeação de 455 servidores para as unidades do Complexo Hospitalar da UPE como um grande feito da gestão para a universidade.

          Estrutura - A Universidade de Pernambuco  (UPE), tem 15 campi e oferece 54 cursos de graduação. No primeiro mandato, os professores implantaram o Instituto de Inovação Tecnológica (IIT) e regulamentaram a dedicação exclusiva como regime de trabalho na universidade. O reitor inaugurou também os campi da UPE em Arcoverde e Serra Talhada, além do auditório e da clínica de psicologia da unidade de Garanhuns.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário