sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Pelo menos 14 delegacias de PE estão com aluguéis atrasados

Em nota, a Polícia Civil de PE assegurou que “todos os esforços estão sendo feitos para 
quitar as dívidas. Há previsão para que os valores sejam pagos até o início de 2019”.

A situação da Delegacia de São José do Egito, no Sertão, que terá que trocar de endereço porque o Governo de Pernambuco atrasou os pagamentos do aluguel do imóvel, não é um caso isolado. Um levantamento preliminar aponta que pelo menos 14 delegacias estão em situação semelhante no Estado. Alguns casos já foram parar na Justiça.

Em Paulista, município situado na Região Metropolitana da capital, Recife, há um complexo policial que abriga quatro delegacias. Os donos pediram o espaço de volta por falta de pagamento do aluguel. Em Moreno, há um ano o proprietário verifica a conta bancária, mas não encontra nenhum valor pago pelo Governo do Estado.

Em Santa Cruz do Capibaribe, cidade localizada na região Agreste do Estado, especula-se que a dívida de aluguel já chegou a R$ 120 mil. No município de Solidão, no Sertão, o proprietário do prédio também já entrou na Justiça pedindo o despejo. As outras cidades que vivem o mesmo drama são: Tabira, Carnaíba, Parnamirim, Petrolina (DP da Mulher), Mirandiba, Sanharó, Ferreiros, Buíque e Salgadinho.

Em nota, a Polícia Civil de PE assegurou que “todos os esforços estão sendo feitos para quitar as dívidas. Há previsão para que os valores sejam pagos até o início de 2019”.

Desde a manhã da última quarta-feira (12), o Blog Ronda JC, responsável pela matéria, solicita à Polícia Civil a lista dessas delegacias que teriam sido transferidas, mas nenhuma resposta foi dada até a manhã desta sexta-feira (14).

Defesa de um dos Canibais quer ele em Hospital Psiquiátrico

Advogado pede que júri considere seu cliente inimputável por ter esquizofrenia
paranoide, uma doença sem cura. (JC Online – Foto: Polícia Civil de PE).

O advogado Giovanni Martinovich, que defende Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, um dos integrantes do trio que cometeu crimes de canibalismo aqui em Garanhuns, afirmou que acredita que seu cliente vai ser condenado e, por isso, pedirá ao júri que considere seu cliente inimputável por ter esquizofrenia paranoide, uma doença sem cura.

O promotor do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), André Rabelo, responsável pela acusação, afirmou que laudos provam que, na verdade, quem tem a doença é o irmão de Jorge Beltrão. Assim, para a Promotoria, não há razão em transferir o acusado para um centro de tratamento psiquiátrico. "Na realidade, essa alegação dele não encontra amparo. Quem sofre de esquizofrenia paranoide é o irmão dele", afirmou o promotor.

Após ser remarcado, o julgamento do trio acontece nesta sexta-feira (14), no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, Ilha de Joana Bezerra, área central do Recife. Para o início dos trabalhos, já foram escolhidos os sete jurados — cinco homens e duas mulheres — para compor o Conselho de Sentença.

Para o julgamento, MPPE solicitou que o delegado Wesley Fernandes Oliveira, que investigou o caso em Garanhuns, fosse ouvido. Após essa oitiva, segue o interrogatório dos réus. Em seguida, haverá o debate entre o promotoria e os advogados de defesa. Cada um terá até duas horas e meia para expor seus argumentos. Depois, pode haver a réplica para o promotoria, que dura até duas horas, e a tréplica para a defesa, com a mesma duração. Ao fim, ocorre o julgamento pelo Conselho de Sentença.

Crimes - Segundo as investigações, as vítimas, Alexandra da Silva Falcão, 20 anos, e Gisele Helena da Silva, 31 anos, foram atraídas pelo grupo com promessas de emprego e de “ouvir a Palavra de Deus”. De acordo com o inquérito, Jorge matou as mulheres com facadas no pescoço e os corpos de ambas as vítimas foram esquartejados com participação das outras duas acusadas. O trio teria usado parte da carne das vítimas para comer e rechear empadas, que eram comercializadas em Garanhuns.

Os três acusados respondem pelo crime de duplo homicídio triplamente qualificado, além de ocultação e vilipêndio de cadáver e furto qualificado, pois o grupo teria roubado os pertences das duas vítimas. Bruna Cristina de Oliveira também vai ser julgada pelo uso do RG de Jéssica Camila da Silva Pereira. A identidade pertencia a outra vítima do trio, que foi morta no ano de 2008 quando o grupo ainda morava no bairro de Rio Doce, Olinda, no Grande Recife. A filha desta vítima foi adotada pelo trio.

Em relação a este crime, os três acusados foram julgados condenados ainda no ano de 2014 por homicídio quadruplamente qualificado, além de vilipêndio e ocultação de cadáver, na 1ª Vara do Tribunal do Júri da cidade de Olinda. Naquela ocasião, Jorge Beltrão Negromonte foi condenado a pena de 21 anos e 6 meses de reclusão, mais 1 ano e 6 meses de detenção. Isabel Cristina, por outro lado, foi condenada a 19 anos de reclusão e 1 ano de detenção. Já Bruna Cristina, a 19 anos de reclusão e 1 ano de detenção.

UPAE Garanhuns elege nova equipe de Prevenção de Acidentes

Conforme a legislação, a CIPA conta com 14 integrantes, sendo sete eleitos pelos 
funcionários e sete indicados pela coordenação. (Com informações da Assessoria UPAE).

A coordenadora de enfermagem, Tayana Guerra, deu posse aos novos membros da CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – da UPAE Garanhuns, para a gestão 2018/2019. Todos os funcionários com vínculo com o IMIP Hospitalar, lotados na UPAE Garanhuns, puderam se inscrever e participar da escolha. A UPAE Garanhuns conta também com a técnica Nathália Monteiro, responsável pelo Setor de Segurança de Trabalho, que apresentou a nova formação da CIPA. 

Tayana Guerra, no encontro com a nova comissão, afirmou que a CIPA cumpre uma função imprescindível para a proteção das equipes de trabalho. "Parabenizamos a todos os envolvidos na eleição, e renovamos a parceria entre a gestão da unidade e a comissão, para melhor atender nossos colaboradores." - Afirmou a coordenadora.

Conforme a legislação, a CIPA conta com 14 integrantes, sendo sete eleitos pelos funcionários e sete indicados pela coordenação.

Confira a nova formação: 

          Edvaldo Xavier de Lima (presidente) 
          Breno Henriques de Souza Farias (vice presidente) 
          Wellington Jorge Vasconcelos Burgos
          Jefferson Rodrigo Ferreira Ferro
          André Ferreira dos Santos 
          Camila Barros de Moraes 
          Cleiton Oliveira de Albuquerque 
          Admagno Ramos Gama 
          Jonas Monteiro de Araújo
          Ana Cléa França Santos 
          Dávila de Souza Santos Soares 
          Carmem Daiane Góis de Macedo 
          Simone da Silva Pimentel 
          José Alexsandro da Silva Pereira

Garanhuns recebe nova Licença de Operação do Aterro Sanitário

Licença, também beneficiou os municípios de São João, Caetés, Capoeiras e Lagoa do
Ouro que depositam seus resíduos sólidos no Aterro de Garanhuns. (Secom/PMG).

Na manhã desta quinta-feira (13), o prefeito Izaías Régis recebeu Hellder Nogueira, Diretor de Controle de Fontes Poluidoras da Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH, na oportunidade, Hellder entregou ao município de Garanhuns a Licença de Operação do Aterro Sanitário Municipal por parte da CPRH. Isso significa que o aterro de Garanhuns está dentro das normas estabelecidas pelo órgão de proteção do meio ambiente.

Garanhuns tem convênio com outros quatro municípios, quais sejam, São João, Caetés, Capoeiras e Lagoa do Ouro, estes também foram beneficiados com a Licença de Operação. Representantes dos municípios participantes do convênio estiveram na reunião de entrega da Licença e também receberam do prefeito Izaías Régis uma cópia da licença.

Entre os presentes estavam a prefeita de Capoeiras, Neide Reino, o prefeito de Caetés, Armando Duarte, e o secretário de Obras e Serviços de Lagoa do Ouro, Cláudio Laurindo. O vice-prefeito Haroldo Vicente, o Engenheiro João Guido, da secretaria de Planejamento de Garanhuns, e o secretário de Obras e Serviços Públicos de Garanhuns, Pedro Maia, também se fizeram presentes.
.

O documento libera a operação do aterro e comprova que o empreendimento está de acordo com as exigências legais e adequado às medidas de controle ambiental. Hellder informou que não é tão simples conseguir essa licença. “Parabenizamos toda equipe de Garanhuns, a CPRH só concede a licença quando todos os procedimentos estão devidamente dentro das normas técnicas. A CPRH constatou a evolução das condições gerais do Aterro e o plano de ações futuras, como a implantação de uma unidade de compostagem”, afirma o diretor.

A obtenção da licença é resultado de uma série de ações feitas na atual gestão para regularizar o aterro, que recebe por ano aproximadamente 5.219 toneladas de resíduos sólidos urbanos do próprio município e dos municípios de São João, Lagoa do Ouro, Caetés e Capoeiras. Essa Licença de Operação tem validade de um ano, o aterro atualmente é operado pela empresa EMPESA, que também esteve presente na reunião e foi representada por Anna Arruda, Engenheira Ambiental.

A operacionalização do aterro vai fazer com que o município passe a receber, em 2020, o ICMS Ecológico que foi instituído através da Lei Estadual nº 11.899/00, que redefiniu os critérios de distribuição de parte dos recursos financeiros do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços - ICMS que cabe aos municípios, de acordo com critérios que possibilitassem a melhoria das condições de saúde, educação, meio ambiente e aumento da Receita Tributária Própria.
.

Para o prefeito Izaías Régis a nova licença concedida pela CPRH comprova os esforços do município. “O aterro sanitário é uma das principais questões ambientais urbanas do país e também de Pernambuco. Hoje são poucos os municípios que estão conseguindo destinar corretamente os seus resíduos sólidos, para nós a regularização do aterro sempre foi prioridade, pois estamos transformando Garanhuns em um município cada vez mais sustentável”, finalizou o gestor.

Sancionada em 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) determinou quatro anos para os municípios se adequarem à legislação federal e definiu a extinção dos lixões do país e substituição por aterros sanitários, além da implantação da reutilização, reciclagem, tratamento dos resíduos pelos municípios. Infelizmente muitos municípios ainda não conseguiram se adequar à nova legislação.

Após a reunião, Hellder Nogueira, João Guido e Anna Arruda seguiram para uma visita técnica no Aterro Sanitário de Garanhuns.
.

Garanhuns: Gilliard e The Fevers se apresentam na Magia do Natal

Desfile do Papai Noel também promete encantar o público
no sábado (15) e domingo (16), a partir das 18h. (Secom/PMG).

A Magia do Natal traz uma programação com muita música e dança para o fim de semana. O cantor Gilliard e o grupo The Fevers são alguns dos nomes que vão passar pelo Palco Prefeitura na sexta (14) e sábado (15). O domingo também contará com apresentações em frente ao Palácio Celso Galvão. O Desfile do Papai Noel permanece acontecendo a partir das 18h, dos sábados e domingos, até o dia 25 de dezembro.

A programação da sexta-feira (14), será iniciada às 19h. A primeira atração será o cantor garanhuense Marcelo Francisco, seguido por Gilbertto e Banda, grupo criado há mais de vinte anos que já tocou com Bruno e Marrone, Victor e Léo, Raça Negra, Fafá de Belém, entre outros artistas. Gilliard vai encerrar a primeira noite do fim de semana, com um repertório cheio de sucessos de sua carreira, como “Aquela Nuvem”, “Pouco a Pouco” e “Nosso Juramento”.
.

No sábado, as famílias poderão conferir o Polo Infantil do Espaço Cultural Luiz Jardim a partir das 16h, com a apresentação do projeto “Histórias da Caixola”, que tem a frente os artistas Stephany Metódio e Alexandre Revoredo. O Desfile do Papai Noel, uma das atrações mais esperadas pelos turistas, começará 18h, após a apresentação da Ave Maria, cantada por Andrea Amorim e crianças dos Centros de Referência em Assistência Social (Cras’s) de Garanhuns. No Palco Prefeitura, o primeiro show ficará por conta da Orquestra Musical da Escola Técnica Estadual Governador Eduardo Campos, de São Bento do Una (PE), a partir das 19h, seguida por Cafuringa e Banda. O grupo The Fevers promete encerrar o sábado com grandes clássicos dos seus 53 anos de carreira.

O Desfile do Papai Noel volta a encantar o público no domingo (16), também a partir das 18h. A Companhia de Dança Marta Melo inicia a série de shows da noite, às 19h. O Coral do Educandário Santa será a segunda atração, seguida pelo Coral do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). A Banda do 71° Batalhão de Polícia Motorizada finaliza as apresentações do fim de semana.
.