terça-feira, 9 de outubro de 2018

Na próxima quinta, Câmara sediará prestação de contas da Saúde

Na ocasião, informações sobre setores da Secretaria serão 
disponibilizadas. Momento será aberto ao público. (Secom/PMG).

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza na próxima quinta-feira (11), na Câmara de Vereadores de Garanhuns, às 09h, a apresentação do relatório de prestação de contas referente ao segundo quadrimestre de 2018.

Na ocasião, serão evidenciados os números e ações desenvolvidas que subsidiam a prestação de contas da administração pública. O momento será aberto para a população, com o intuito de despertar a análise e debates acerca do relatório.

De acordo com o Executivo Municipal, serão disponibilizadas informações sobre setores da Secretaria de Saúde. Ao fim da apresentação, segundo informa a Prefeitura, os presentes poderão solicitar esclarecimentos e debater temas do relatório, de acordo com o regimento interno do encontro, oferecendo sugestões para fortalecer os serviços na área.

O montante e a fonte de recursos aplicados, auditorias realizadas e em fase de execução, a oferta e produção de serviços públicos e indicadores de saúde da população serão alguns dos assuntos a serem explanados na ocasião.

Assembleia Legislativa de PE renova mais da metade das cadeiras

Em 2019, será do PSB a maior bancada, com 11 deputados.
O PP, terá a segunda maior representação, 10 parlamentares. (Alepe).

Mais de cinco milhões de pernambucanos foram às urnas neste domingo (7) escolher os representantes do País e do Estado para os próximos quatro anos. Na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), 24 dos 49 deputados atuais conseguiram se reeleger, o que significa que haverá uma renovação de mais da metade do Parlamento (25 vagas). Entre os deputados com mandato atualmente, cinco optaram por concorrer para a Câmara Federal, em Brasília (DF). Desses, três obtiveram êxito.

Para a composição da 19ª Legislatura da Alepe (2019-2022), a maioria dos votos foram nominais (93,97%) e 7,03% do eleitorado deu preferência a votos nas legendas. As bancadas partidárias sofreram alteração com o pleito. Em 2019, será do PSB a maior bancada, com 11 deputados. Hoje com o maior número de representantes na Casa – 14 -, o PP elegeu dez parlamentares. Quatro siglas sem representação atualmente na Assembleia se somam à próxima legislatura: Avante, PCdoB, PHS e PRTB.

Outra novidade é o crescimento da presença feminina. Atualmente, seis mulheres integram a Casa, das quais cinco foram eleitas em 2014 e uma assumiu na suplência. Nessa eleição, dez conquistaram mandatos. O resultado é recorde na história da Alepe, cuja primeira parlamentar mulher foi eleita em 1945, Adalgisa Cavalcanti. Até então, o maior número de mulheres na instituição havia sido registrado na 15ª Legislatura (2003-2006), quando nove cadeiras foram ocupadas por deputadas.

O primeiro turno foi encerrado com 17,9% de abstenções. Votos em branco para o cargo de deputado estadual foram 301.226, o que representa 5,59% do total. O número de nulos foi 578.960, um percentual de 10,74% do eleitorado. Para conferir o resultado oficial divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral, clique aqui.

2º Turno: PSB decide apoiar Haddad, mas libera dois governadores

Márcio França, que disputa o governo de São Paulo, e Rodrigo Rollemberg, que postula 
o Executivo do Distrito Federal, terão autonomia para optar entre Haddad e Bolsonaro. (JC Online).

A Executiva Nacional do PSB aprovou nesta terça-feira (9) o apoio formal do partido à candidatura do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) no segundo turno da disputa presidencial. A sigla, porém, liberou os governadores de São Paulo, Márcio França, e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, para se posicionarem nos seus estados.

"Eles vão decidir como vão conduzir suas campanhas. Nós asseguramos a liberdade que eles têm. E sabemos que eles vão tomar a decisão mais correta dentro da situação que cada um vive nos seus estados", afirmou o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

França apoiava Geraldo Alckmin (PSDB) e Rollemberg defendia Ciro Gomes (PDT) no primeiro turno da corrida presidencial. Ambos disputam o segundo turno em estados onde Jair Bolsonaro (PSL) venceu no primeiro turno. Após a reunião, Siqueira, evitou dizer à imprensa se há veto a que os governadores endossem a candidatura de Bolsonaro.

Em Pernambuco, o governador Paulo Câmara (PSB) já apoiava Haddad no primeiro turno e prometeu se engajar no segundo turno da campanha petista.

Eleições: Após resultado das urnas, Genivaldo convoca: “até 2020”

Ex-Prefeito da cidade de Águas Belas, ele sagrou-se majoritário na eleição deste ano em sua cidade. 
Lá ele enfrentou o atual Prefeito, a maioria dos vereadores e ainda outras correntes políticas.

Genivaldo Menezes, candidato a deputado estadual de Pernambuco pelo PCdoB, respondeu ao resultado desfavorável nas urnas, com uma afirmação: “Vamos para 2020!”, fazendo referência às próximas eleições municipais. O candidato do PCdoB teve, no total, quase 10 mil votos em diversos municípios do estado. Genivaldo foi prefeito de Águas Belas de 2009 a 2016 e conseguiu eleger o sucessor, que rompeu a aliança logo após a posse. Para se candidatar este ano, Genivaldo filiou-se ao PCdoB, partido de Luciana Santos e Manoela D'Ávila. A primeira, vice governadora eleita de Pernambuco, e a segunda candidata a vice presidência da república ao lado do presidenciável, Fernando Haddad (PT).

Águas Belas é o reduto eleitoral de Genivaldo, diante do histórico dele como vereador e prefeito. No município, ele teve mais de 7 mil e 400 votos, número muito superior a Doriel Barros (PT), principal adversário político local; Isaltino Nascimento (PSB) e Claudiano Filho (PP), que também realizaram campanha local. A principal proposta da campanha de Genivaldo foi destravar a conclusão da Adutora do Agreste, obra que beneficiará milhares de famílias em cidades como Tupanatinga, Iati, Itaíba e Águas Belas.

Agora, ele afirma que trabalhará para o próximo pleito municipal. “Quero agradecer a todos e todas pelo empenho na minha campanha. Não tivemos uma vitória eleitoral, mas tivemos uma vitória política. Fizemos uma campanha com muitas dificuldades, de calúnia, enfrentamento da máquina pública em Águas Belas. Fomos majoritários enfrentando a máquina da prefeitura, nove vereadores e o sindicato dos trabalhadores rurais. Fizemos a campanha só com a coragem, a fé e o apoio da população. Muito obrigado a todos e todas e vamos para 2020, se Deus quiser. Obrigado de coração”, declarou.

Setor industrial no estado de Pernambuco cresce 11,7% em agosto

Paulo: “Pernambuco mostra, mais uma vez, que reuniu as condições 
necessárias para enfrentar a crise de âmbito nacional e recuperar a economia”.

Na comparação com o mês de agosto de 2017, o setor industrial do Estado de Pernambuco cresceu 11,7% em agosto deste ano. Foi o segundo maior crescimento do Brasil, perdendo apenas para o Rio Grande do Sul, que expandiu 12,3%. Os números foram divulgados hoje (09/10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional. No mesmo período, informou o IBGE nesta terça, a indústria brasileira cresceu 2%.

Já na comparação entre agosto deste ano e o mês anterior (julho), enquanto o Brasil apontou uma queda representada em 0,3% na produção industrial nacional, Pernambuco demonstrou forte poder de reação, se posicionando entre os três Estados com maior crescimento, com 2,6%, junto a Mato Grosso (3%) e Bahia (2,7%), neste mesmo período. 

“Pernambuco mostra, mais uma vez, que reuniu as condições necessárias para enfrentar a crise de âmbito nacional e recuperar a economia e, principalmente, a geração de empregos, tão necessários para nossa população. Nos últimos dois anos, em que pesem as dificuldades nacionais, a economia pernambucana vem crescendo o dobro da economia brasileira”, avaliou o governador Paulo Câmara.