terça-feira, 25 de setembro de 2018

TRE suspende guia de Armando que liga Paulo a Operações da PF

“O candidato (Armando) levou a casa dos eleitores um ataque sem precedentes 
e sem nenhum escrúpulo”, decidiu o desembargador Stênio Coelho. (Blog do Jamildo).

O Tribunal Regional Eleitoral suspendeu, nesta terça-feira (25), o guia eleitoral em que o candidato do PTB Armando Monteiro Neto usou as operações Torrentes, Lava-Jato e braço dessa segunda, intitulada de Fair Play, da Policia Federal no Estado de Pernambuco para criticar o adversário e atual Governador do estado Paulo Câmara (PSB). A peça de TV foca na Arena Pernambuco e na investigação que teve como alvo a Casa Militar do Palácio do Campo das Princesas e foi ao ar nesta segunda-feira (25).

Os advogados de Paulo Câmara reclamara na Justiça Eleitoral de difamação, argumentando que ele não é réu em nenhuma ação oriunda da investigação federal. A decisão foi proferida pelo desembargador relator Stênio José de Souza Coelho. “O candidato de oposição levou a casa dos eleitores um ataque sem precedentes e sem nenhum escrúpulo”, classificam. “Com o objetivo de macular a honra de Paulo Câmara”

Os advogados afirmam que, com trucagem, o guia de Armando tentou fazer crer que as investigações atingiram Paulo Câmara. O juiz escreveu que a peça foi tendenciosa. Na representação, os advogados reclamam ainda que o PTB usa um trecho de delação da JBC que chegou a citar Paulo Câmara, mas que a Procuradoria Geral da República sequer citou o governador, o que evidenciaria uma descontextualização da questão, com o objetivo de criar um estado mental negativo ao socialista.

Paulo Câmara diz que teve prejuízo com as acusações e pediu direito de resposta ao TRE. O pedido deve ser analisado depois pelo pleno. Na ação, o magistrado não entrou neste ponto, de acordo com a sentença. A equipe de Armando Monteiro negou que tivesse feito difamação, injúria ou calunia e que apenas colocou informações e imagens que foram divulgadas pela mídia e que tirar do ar seria ferir o direito de liberdade de expressão.

Na TV Jornal, no debate desta manha, o debate sobre ética foi tangenciado. Apenas no começo, nas suas apresentações, Armando Monteiro iniciou o debate falando sobre “a campanha difamatória e de mentiras que foi desencadeada pelo PSB contra a sua candidatura”. “Houve ataques inclusive à minha família. Isso é inaceitável”, disse Monteiro.

“Resta claro que da análise do conteúdo impugnado há propaganda com intuito de desconstruir a imagem do candidato à reeleição, pois o que investigação deu-se no âmbito de outros setores do Palácio do Campos das Princesas e não no Gabinete do governador como induz a propaganda ora suspensa por esta decisão judicial”, escreveu o magistrado.

Assim, pelo exposto, presentes os requisitos autorizadores, excepcionalmente, defiro a pretensão liminar, para suspender imediatamente a veiculação de toda a propaganda impugnada, integral ou parcialmente, em programa eleitoral de bloco ou em inserções, na TV, no rádio e na internet, sob pena de pagamento de multa de R$ 100.000,00 (cem mil reais) por cada descumprimento, ao veicular novamente os mesmos vídeos”, disse o juiz.

A peça foi ao ar nesta segunda-feira, trazendo pela primeira vez o debate sobre a questão ética na campanha de TV. Ela ocorreu menos de uma semana de a campanha socialista afirmar que Armando Monteiro votou na reforma trabalhista e teria ajudado a despir os trabalhadores dos seus direitos, como que ajudando em trabalho escravo.

O magistrado manda ainda que se notifique o Facebook para cumprimento da decisão, a fim de que seja suspensa imediatamente a veiculação do conteúdo exibido na página do candidato do PTB. A polêmica ainda será votada pelo pleno. O TRE disse que, considerando a proximidade da eleições, incluiu o feito na pauta desta quarta, dia 26/09/2018, na sessão das 14 horas, para apreciação colegiada desta decisão, facultando aos advogados sustentar oralmente.
.

3ª Pesquisa Ipespe mostra Paulo dez pontos à frente de Armando

Nessa terceira rodada do Instituto, ambos oscilaram apenas 
um ponto percentual. (Com informações da Folha de Pernambuco).

O governador Paulo Câmara (PSB) permanece na liderança das intenções de voto para o Governo do Estado, na terceira pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco. No levantamento feito entre os dias 22 e 23 desse mês, Paulo aparece com 36%, enquanto o segundo colocado, Armando Monteiro Neto (PTB), tem 26% das menções. Ambos oscilaram apenas um ponto percentual e mantiveram uma diferença de 10 pontos.

O ex-deputado federal Maurício Rands (Pros) e o ex-prefeito de Petrolina Julio Lossio aparecem empatados, com 2% cada. As candidatas Dani Portela (Psol), Simone Fontana (PSTU) e Ana Patrícia Alves (PCO) também apareceram empatadas, pontuando, cada uma, 1% das intenções de voto. Os votos nulos e brancos representam 22% dos entrevistados e os indecisos figuram em 9%. Em relação à última pesquisa, esses postulantes não tiveram variação do percentual de menções.

Usando uma metodologia face a face, o Ipespe ouviu 800 pessoas abordando critérios de sexo, idade, localidade, renda familiar, instrução e condição do município. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%, o que significa que a pesquisa tem uma probabilidade de 95% de representar a realidade. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo PE-04472/2018.
.

Disputa pela Câmara Alta - Os candidatos ao Senado oscilaram, todos, dentro da margem de erro de 3,5 pontos percentuais e a corrida segue “embolada”, segundo a última pesquisa de intenções de voto realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) em parceria com a Folha de Pernambuco. Jarbas Vasconcelos (MDB) lidera a corrida com 37%, seguido do senador Humberto Costa (PT), com 30%, e Mendonça Filho (DEM), 24%. O detalhamento da pesquisa para o Senado - e também do levantamento para o Governo de Pernambuco - será publicado na edição impressa da Folha de Pernambuco desta quarta-feira (26).

Os deputados federais Silvio Costa (Avante) e Bruno Araújo (PSDB) aparecem empatados na quarta posição, com 10% cada um. Enquanto Silvio manteve seu desempenho, o postulante tucano oscilou dois pontos positivamente. Pastor Jairinho (Rede) apresentou 4% das intenções de voto, mantendo seu desempenho anterior.

Os candidatos Albanise (Psol), Adriana Rocha (Rede), Helio Cabral (PSTU) e Lidia Brunes (Pros) apresentaram 1% das intenções de voto, cada um. Já Eugênia (Psol) e Alex Lima Rola (PCO) não pontuaram no atual levantamento. A quantidade de votos Brancos e Nulos, para o primeiro voto, é de 23% e, para o segundo voto, de 30%. Os indecisos, segundo o levantamento, representam 27% do eleitorado.

Usando uma metodologia face a face, o Ipespe ouviu 800 pessoas abordando critérios de sexo, idade, localidade, renda familiar, instrução e condição do município. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%, o que significa que a pesquisa tem uma probabilidade de 95% de representar a realidade. O levantamento foi registrado no TSE sob o protocolo PE-04472/2018.
.
.

AGA comemora 88 anos homenageando dois ex-presidentes

José Luciano Oliveira e Oziel Lima, foram os agraciados com o reconhecimento da Associação. 
“São dois grandes baluartes da história do nosso clube”, destaca o atual Presidente Executivo da Aga.

Duas semanas atrás, a Associação Garanhuense de Atletismo (AGA), completou idade nova: 88 anos. Para celebrar a data, um encontro entre dirigentes e associados aqueceu o Restaurante Chalé, localizado na Avenida Rui Barbosa. Na ocasião, dois ex-presidentes da associação foram homenageados; o empresário José Luciano Oliveira (proprietário do Café Ouro Verde) e Oziel Lima.

Atual Presidente Executivo da AGA, Nilo Almeida destaca a importância desses ex-dirigentes. “São dois grandes baluartes da história do nosso clube. Luciano em especial, podemos dizer, carregou a AGA em seus ombros. Vivia o dia a dia do clube, daí portanto nossa singela homenagem a ele. A ambos”, revelou ele ao Blog.

Uma das mais importantes associações pernambucanas, a AGA manteve equipes de futebol de salão, voleibol e natação, ao longo de muitos anos. Nas três modalidades, além de erguer títulos, o clube revelou talentos que atuaram no Brasil e no exterior.

No futebol de campo, seu maior forte, o clube acumula inúmeros títulos, dentre eles, o de memorável Campeão Pernambucano amador do ano de 1968; o de inesquecível Tri-Campeão da Copa do Interior em 1972 e o de célebre Heptacampeão de Garanhuns. 

Parada - De 1985 a 1999, o clube paralisou suas atividades em campo. Retornou nos anos 2000. Três anos após seu retorno, sagrou-se 4º colocado na primeira divisão do Campeonato Pernambucano. Em 2004, no entanto, foi rebaixado para segunda divisão estadual e desde 2005 não disputa competições oficiais, promovidas pela Federação Pernambucana de Futebol. O Presidente Executivo da Aga não descarta o retorno do time às competições, todavia, revela que essa possibilidade ainda é remota, já que no momento, a Aga trabalha para desenvolver equipes de Natação e futebol infantil; no segundo caso, com esse desenvolvimento ocorrendo a partir de um convênio com a Associação Descobrindo Talentos (ADT), dos empresários Élysson Azevedo e Mano Imóveis.

Entretenimento – Sem o futebol de campo em atividade, a AGA concentra suas atenções em oferecer lazer à seus associados. Atualmente, a associação dispõe de salão de bailes, um moderno restaurante, clube de sinuqueiros, torneio de dominó, jogos de futebol de botão, sauna a vapor e um amplo parque aquático, com piscina semi olímpica.

Reconhecimento – Além de homenagear, como fez com dois ex-dirigentes, a AGA também vem sendo homenageada. No início do ano, através da atuação parlamentar do vereador Audálio Ramos (DC), a associação foi agraciada com uma menção de votos de aplausos. A homenagem foi realizada em ato solene na Câmara Municipal. Ano passado, mesma iniciativa partiu do vereador Daniel da Silva. Em 2018, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), mesmo voto de aplausos foi conferido à Aga, por resolução proposta pelo deputado estadual Claudiano Filho (PP). Para os três casos, o reconhecimento é justificado pelos relevantes serviços prestados pela Aga à Garanhuns, a região Agreste Meridional, e ao estado como um todo.

Filiados a REDE em PE apoiam expulsão de Júlio Lossio do Partido

Posição oficial da legenda, tornou-se pública, a partir de uma nota remetida imprensa. Nela, dirigentes,
parlamentares, militantes, candidatas e candidatos se manifestam a favor da saída de Júlio. Confira:

Nota Oficial – REDE/Pernambuco

“Os dirigentes, parlamentares, militantes, candidatas e candidatos da REDE Sustentabilidade - Pernambuco, signatários da presente nota, vêm a público manifestar seu apoio à decisão da Executiva Nacional da REDE de expulsar, por infidelidade partidária, o Sr. Júlio Lóssio, ex-candidato ao Governo do Estado por nossa legenda.

Quando procurou a REDE para se filiar e teve amplo acolhimento, o Sr. Júlio Lóssio concordou com o estatuto e com os princípios e valores do partido, se comprometendo a construir conosco um projeto de desenvolvimento sustentável, em âmbito nacional e local, e a representá-lo como candidato ao governo de Pernambuco.

Lamentavelmente, no decorrer da campanha, ficou patente a falta de compromisso do agora ex-candidato com o nosso partido, chegando ao absurdo de fazer alianças políticas e eleitorais com candidatos de legendas com as quais a REDE não está coligada, e que, em Pernambuco, são os principais líderes do projeto político de Bolsonaro, que representa uma grave ameaça de retrocesso democrático ao nosso país.

Tais atitudes, expressas em sucessivos atos políticos, entrevistas, postagens nas redes sociais e em amplo material publicitário, além de representar uma deslealdade ao projeto político da REDE e às suas candidaturas, constitui um flagrante desrespeito à legislação eleitoral e às normas partidárias.

Essas práticas da velha política foram respondidas com firmeza pela direção da REDE e, longe de arrefecer nossos ânimos, nos impulsiona a trabalhar com mais garra e afinco para eleger Marina Silva presidente da república, pois sua trajetória política comprova que ela é a melhor alternativa para acabar com a polarização que afundou nosso país na grave crise em que se encontra. Nessa reta final das eleições, Marina será reconhecida como a única candidata capaz de neutralizar os extremos para unir o Brasil em defesa da democracia, da ética na política e de um projeto econômico e social justo e sustentável.”

Futebol: Luka Modric é eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa

Croata, deixou para trás outros dois concorrentes, Cristiano Ronaldo e Mohamed Salah. 
Cerimônia para entrega do prêmio, foi realizada em Londres, na Inglaterra. (JC Online - Foto: AFP).

Pela primeira vez desde 2007, nem Lionel Messi e nem Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa. O responsável por interromper a longa hegemonia da dupla e faturar o prêmio da temporada 2017/2018 foi o croata Luka Modric, que recebeu a honraria na festa The Best da entidade realizada nesta segunda-feira, em Londres.

Modric deixou para trás os outros dois finalistas, o próprio Ronaldo e o egípcio Mohamed Salah, para ficar com o troféu pela primeira vez na carreira. Aos 33 anos, aliás, esta era a primeira vez que o croata aparecia entre os três melhores do mundo.

"É uma grande honra, um sentimento lindo estar aqui com este troféu. Antes de mais nada, quero dar o parabéns ao Cristiano e ao Salah pela grande temporada. E tenho certeza que eles terão a chance de lutar novamente pelo prêmio em breve. Este troféu não é só meu, é dos meus companheiros no Real, colegas na Croácia e meus técnicos. Muito obrigado a todos", declarou o meia.

De fato, Modric teve uma temporada marcante em 2017/2018. O croata foi fundamental na campanha de mais um título da Liga dos Campeões pelo Real Madrid, seu quarto pelo clube, mas, principalmente, levou seu país a uma campanha histórica na Copa do Mundo da Rússia. Afinal, a Croácia surpreendeu, chegou à final pela primeira vez e só não foi campeã porque perdeu a final para a França.

Tal desempenho na temporada já havia dado a Modric dois prêmios individuais bastante importantes. Ele foi eleito o melhor jogador da Copa da Rússia, apesar da derrota na final, e também foi escolhido o principal atleta da Uefa em 2017/2018, deixando para trás justamente Ronaldo e Salah.

Atual bicampeão da premiação e dono de cinco troféus no total, Ronaldo viu pesar contra si a fraca campanha de Portugal na Copa do Mundo. Se foi um dos destaques do título europeu do Real Madrid, o astro teve bom desempenho na Rússia apenas nas duas primeiras partidas e não impediu a eliminação precoce nas oitavas de final para o Uruguai.

Situação semelhante à de Salah. Após ser o grande destaque no futebol inglês em 2017/2018 e quebrar o recorde de gols em uma temporada do Campeonato Nacional, o egípcio caiu na decisão da Liga dos Campeões com o Liverpool, justamente para o Real, e, prejudicado por uma lesão no ombro, foi apenas discreto na queda de seu país ainda na primeira fase da Copa.

Esta também foi a primeira vez em 11 anos que Messi ficou fora até do pódio, apesar de ter sido o maior artilheiro da Europa na temporada 2017/2018 e de ter levado mais um título do Campeonato Espanhol. Ele vinha ocupando o palco desde 2007 e, como Ronaldo, também ganhou o troféu em cinco ocasiões.

Antes de Modric, o último nome que não Ronaldo ou Messi a ganhar o prêmio foi o agora aposentado Kaká, ainda em 2007. De lá para cá, Neymar ficou na terceira posição da eleição em duas oportunidades - 2015 e 2017 - e foi o brasileiro que mais se aproximou de ganhar com o prêmio.

Confira abaixo os vencedores:
Melhor jogador - Modric (Croácia)
Melhor jogadora - Marta (Brasil)
Melhor jovem - Mbappé (França/PSG)
Melhor técnico (masculino) - Didier Deschamps (França)
Melhor técnico (feminino) - Reynald Pedros (Lyon)
Melhor goleiro - Thibaut Courtois (Bélgica/Real Madrid)
Gol mais bonito - Salah (Liverpool)
Prêmio para os fãs - Torcedores do Peru
Fair Play - Lennart Thy
Seleção FifPro: De Gea; Daniel Alves, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Modric, Kanté e Hazard; Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo