domingo, 16 de setembro de 2018

Garanhuns: Fernando Rodolfo realiza grande caminhada no Magano

Ato, foi em homenagem ao ex-vereador Paulo Gomes, importante liderança política 
do bairro, que morreu vítima de um infarto no último dia 25 de agosto.

O jornalista e candidato a deputado federal Fernando Rodolfo - PHS, realizou na noite da última sexta-feira (14) uma mega caminhada pelas ruas do Bairro Magano, em Garanhuns. A caminhada foi em homenagem ao ex-vereador Paulo Gomes, que morreu vítima de um infarto no último dia 25 de agosto de 2018. O evento arrastou uma multidão entusiasmada que contou ainda com os apoios do ex-prefeito de Caetés, Zé da Luz, e do candidato a deputado estadual pelo PTB, Romero Filho. Em seguida foi realizado ato público no qual as algumas lideranças locais e os candidatos discursaram diante do público.

No Magano, Rodolfo reafirmou seu compromisso de lutar por melhorias nas áreas da segurança, saúde e educação para a cidade de Garanhuns e toda a região Agreste Meridional do estado, juntamente com o candidato a deputado estadual, Romero. "Eu lá na capital federal, Brasília e Romero na Assembleia Legislativa, não vamos medir esforços para trazer recursos para o interior do Estado. O povo já cansou de ver delegacias sucateadas e hospitais sem medicamentos. E nós estamos juntos para acabar com as práticas políticas atrasadas que reinam em Garanhuns e em todo Agreste, que muitas vezes se vendem em troca de luxo e conforto e acabam esquecendo da população.”

Durante a caminhada, as pessoas iam para as portas de suas residências esperar por Fernando e Romero. Todos queriam um abraço, um aperto de mão e poder falar um pouco de suas insatisfações com a atual situação de Pernambuco. “A minha família sofre com o descaso nos hospitais, mas você é gente da gente Fernando, e tenho certeza que vai trabalhar pelo desenvolvimento e melhorias de Garanhuns”, disse uma moradora.
.

Eleitor pode ser multado em até R$ 329 mil por enquete na internet

Proibição, divulgada pelo TRE de Tocantins nas redes sociais, é nacional e pode ser aplicada
a qualquer pessoa; Casos de condenação já aconteceram. (Diário de Pernambuco).

O eleitor que fizer uma enquete nas redes sociais perguntando em quem seus amigos pretendem votar pode ser multado em até R$ 329 mil. A punição está prevista no artigo 23 da Resolução 23549/2017 do TSE. O texto prevê que “é vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.

Como não específica se pessoas físicas estão, ou não, incluídas na proibição, ela pode ser aplicada para todos os cidadãos ou empresas no país. O TSE confirmou, por telefone, que a proibição é nacional e vale para pessoas físicas. De acordo com o TSE, porém, para que seja aplicada a cobrança, é preciso investigação por parte do Ministério Público Eleitoral e condenação por descumprimento da legislação.

Mariana Rabelo, chefe da seção de propaganda e anotações partidárias do TRE-MG, explica que a investigação pode acontecer tanto a partir de uma representação para o MPE, que é quando alguma pessoa ou entidade pede para que o órgão abra um inquérito, quanto por fiscalização própria do Ministério Público Eleitoral.

Rabelo afirma, ainda, que “casos práticos” de pessoas condenadas em outras eleições por causa da criação de enquetes já ocorreram. “Um candidato ou um partido político que se sinta prejudicado pelo resultado da enquete, por exemplo, pode entrar com uma representação contra a pessoa”, ressalta. 

Repercussão nas redes - A regra veio à tona nesta semana por causa de tuíte do TRE de Tocantins, no qual informava que “as enquetes nas redes sociais estão proibidas não só para candidatos e partidos, mas também para qualquer cidadão”.

Em resposta à publicação, brincadeiras e críticas surgiram. “Você é contra proibirem enquetes?”, publicou o influencer Cid, dono do blog Não Salvo. “E a liberdade de expressão?”, questionou um internauta. Outro, ainda provocou o órgão e criou uma enquete: “Em quem você votará para presidente da República?”.
.

Paulo culpa a crise por problemas enfrentados em seu Governo

Em campanha nas cidades de Brejinho e Itapetim, Governador ainda se apoiou nas 
figuras de Arraes e Eduardo Campos, para dar maior legitimidade ao seu governo. (JC Online)

No Sertão do Pajeú, o governador Paulo Câmara ressaltou que pretende continuar a “história” que começou com os ex-governadores, Miguel Arraes e Eduardo Campos, este último de quem foi secretário. O discurso do gestor aconteceu na manhã deste sábado (15), quando o socialista percorreu as principais ruas dos municípios de Brejinho e Itapetim. Além disso, Câmara também voltou a justificar os problemas enfrentados no seu governo, com a crise econômica que assolou o País nos últimos anos.

“Vamos honrar o que Miguel Arraes já fez, o que Eduardo Campos já fez e vamos continuar a melhorar Pernambuco para mudar a vida do nosso povo, que é um povo tão guerreiro. Nossa responsabilidade é muito grande. Nosso Estado precisa continuar a andar na frente. Passamos por períodos muito duros, uma crise sem precedentes, que afetou a economia, a política e a vida do povo brasileiro”, assegurou o socialista. 

Acompanhando a agenda, o senador Humberto Costa, do Partido dos Trabalhadores (PT), ressaltou que Paulo fez uma série ações pelo desenvolvimento de Pernambuco mesmo num tempo de crise financeira, o que o credencia a continuar trabalhando para manter Pernambuco na frente. “Com pulso firme e clareza do que queria, Paulo manteve o governo de pé. Permitiu que salários fossem pagos e fez investimentos em diversas áreas. Na educação, saúde, abastecimento e segurança. É por isso que estamos dia e noite para reeleger o 40 para governar Pernambuco”, pontuou. 

Durante o evento, os prefeitos de Brejinho e Itapetim, respectivamente Tânia Maria e Adelmo Moura, ambos do PSB, agradeceram ao trabalho do gestor.

No Sertão do Pajeú, o discurso usado foi de melhoria da qualidade da educação pública. O ato contou com a participação de poetas e depoimentos de estudantes. No evento, que também aconteceu durante a manhã de hoje, estiveram presentes a chapa completa da Frente Popular de Pernambuco e o deputado estadual Waldemar Borges.


PREFEITURA DE CALÇADO, A FRENTE O PREFEITO EXPEDITO
NOGUEIRA, REALIZA O 30° GRANDE FESTIVAL DA LAVOURA,
ENTRE OS PRÓXIMOS DIAS 28, 29 E 30 DE SETEMBRO:

Confira a programação Oficial do evento:


Sexta-feira 28/09
          22:00 Petrúcio Amorim
          00:00 Forro do Muído

Sábado 29/09

22:00 Alcymar Monteiro

00:00 Dorgival Dantas


Domingo 30/09
12:00 Tradicional Feijoada com
Toinho Chagas
e Walmiro Forró Phoenix
22:00 Gatinha Manhosa
00:00 Geraldinho Lins
.

"Esse governador é mentiroso", ataca Armando em Petrolina

Na ocasião em que promoveu uma grande caminhada ao lado dos Coelhos na cidade, Monteiro 
ainda disparou sobre Paulo: Esse rapaz foi escolhido para ser governado.” (Blog do Jamildo).

O senador Armando Monteiro (PTB), candidato ao governo de Pernambuco, subiu o tom contra o adversário Paulo Câmara (PSB) ao discursar em Petrolina, no Sertão, neste sábado (15). “Esse governador é mentiroso”, afirmou o petebista, ao cobrar o cumprimento de promessas de campanha do socialista em 2014, quando foi derrotado por ele.

“Prometeu dobrar salário de professor e não fez; prometeu bilhete único e não implantou, prometeu quatro hospitais, incluindo o Hospital da Mulher de Petrolina, e não fez; prometeu construir seus UPAs e não fez”, enumerou. “Fez foi ficar devendo ao pessoal da saúde, aos terceirizados. Não paga o pequeno prestador de serviço, não paga o artista”, acusou. “Ele só é bom para cobrar imposto, para arrochar os pequenos”.

A cobrança de promessas também é usada no guia eleitoral de Armando, que foi questionado no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). A Justiça Eleitoral decidiu inicialmente suspender a propaganda na televisão, mas o petebista conseguiu reverter a determinação. No Facebook, porém, não pode usar o vídeo.

Armando também citou o ex-governador Eduardo Campos (PSB), padrinho político de Paulo Câmara. Em 2010, o petebista se elegeu senador com o apoio do socialista, mas rompeu em 2012, quando decidiu seguir com os petistas após o racha entre os dois partidos na eleição municipal do Recife. “Virou uma homenagem a Eduardo Campos, uma homenagem justa, eu reconheço”, disse o senador petebista.

Mas acrescentou: “esse rapaz não foi escolhido para governar, foi escolhido para ser governado. E quando ficou só ficou sem rumo. Esse rapaz já teve a oportunidade dele e eu venho pedir humildemente que me deem uma oportunidade”.

Nada de Saúde - Em suas últimas palavras, Armando ainda criticou o atual governador, pelo fato dele não ter cumprido diversas promessas feitas no Sertão. "Ele prometeu construir quatro hospitais, inclusive um aqui em Petrolina, o Hospital da Mulher, e não fez nenhum. Não vamos viver de promessas. Vamos restabelecer o controle da segurança e construir um Pernambuco mais forte", disparou.

Álvaro Porto: “Propaganda do Governo do Estado é fake news”

Segundo deputado, que é candidato a reeleição, isso se comprovou, a partir
da divulgação do Ranking dos estados, no decorrer da semana.

Os dados divulgados na última sexta-feira, 13 de setembro, pelo Ranking de Competitividade dos Estados comprovam, na avaliação do deputado estadual Álvaro Porto (PTB), que a realidade é bem diferente da propaganda do governo Paulo Câmara (PSB). “Nosso estado vem perdendo posições desde 2015. Caímos do 13º para o 20º lugar, ficando atrás de Alagoas, Rio Grande do Norte e Tocantins. A atual gestão tenta enganar a população com uma publicidade fake news”, assegura o parlamentar.

O ranking é elaborado pelo Centro de Liderança Pública, em parceria com a revista inglesa The Economist, a maior publicação econômica do mundo. E leva em consideração indicadores oficiais de diversas áreas, medindo os resultados alcançados pelos estados brasileiros. “Pernambuco tem alguns dos piores indicadores do Brasil em setores como eficiência da máquina pública e potencial de mercado. Na segurança pública ficamos na última posição, com uma nota inferior a zero. Enquanto isso o governador vai para a TV afirmar que está tudo bem, não dá para admitir algo assim”, afirmou Álvaro. 

O deputado, cujo mandato na Alepe é marcado por denúncias de falhas na política de segurança do governo de Paulo Câmara, lembrou que nos últimos três anos e oito meses Pernambuco acumula mais de 16.400 assassinatos, um recorde histórico da violência.

Álvaro Porto reafirma parceria com o povo de Lajedo
.

Rua cheia, povo atento e interessado em ouvir e ser ouvido! A noite da última sexta-feira (14) foi de reencontros e renovação de compromissos do deputado estadual Álvaro Porto (PTB) com moradores da cidade de Lajedo, no Agreste Meridional.

Ao lado do atual prefeito daquela cidade, Rossine Blesmany (PSD), Porto participou de comício e caminhada pela Rua Felipe Camarão, que ficou completamente tomada por gente que foi expressar apoio ao trabalho do deputado.

Ao longo dos eventos, Álvaro Porto destacou que a parceria com o prefeito Rossine resultou em repasses de recursos que viabilizaram obras como o matadouro do município.

Também pôde conversar com eleitores, agradecer a confiança dos lajedenses e reiterar seu propósito de continuar a ser a voz do Agreste Meridional, trabalhando em defesa dos interesses da região.  Entre sábado, 15 e domingo 16, o deputado cumpre compromissos de campanha em Brejão, Garanhuns, São Caetano e Canhotinho.
.