quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Garanhuns: Meta do Ideb é superada na Rede Municipal de Ensino

Izaías: “Nós sabemos que isso é resultado de investimento público que conseguimos fazer nos últimos anos.
Esse indicador diz muito sobre como estamos trabalhando por esse desenvolvimento”. (Secom/PMG).

O Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) tem o intuito de medir a qualidade do aprendizado nacional e construir metas para melhoria de ensino, por meio da realização de uma prova que ocorre a cada dois anos. Na última segunda-feira, dia 3 de setembro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou os resultados do índice de 2017 e a Rede Municipal aqui de Garanhuns atingiu uma média maior do que a estipulada para os Anos Iniciais no índice anterior. Nos Anos Finais, a média da Rede Municipal de Garanhuns ficou em 3,7. 

A Prova Brasil, que conta com questões de português e matemática, e o fluxo escolar servem para medir o Ideb das escolas públicas. Na Rede Municipal de Garanhuns, a meta estipulada ainda no ano de 2015 foi de 4,4 para os Anos Iniciais e o resultado, nesse novo resultado, chegou a 4,7. A secretária de Educação de Garanhuns, a professora Eliane Vilar, ressalta a importância desse avanço na superação da meta. “É na educação de base, nos anos iniciais, que começamos a desenvolver o poder que a Educação tem em nossas vidas e no futuro da sociedade. Estamos contentes com o resultado e iremos continuar trabalhando para superar novos números”, conclui revela a secretária

O prefeito Izaías Régis destaca que o investimento na Rede Municipal de Ensino tem crescido nos últimos anos. Para ele, educação é prioridade. “Nós sabemos que isso também é resultado de investimento público que conseguimos fazer nos últimos anos. É preciso reconhecer esse esforço que estamos tendo com os pequenos, com as futuras gerações, seja na escola ou na creche, é preciso dar infraestrutura para que as coisas funcionem e o desempenho dos estudantes cresça. Esse indicador diz muito sobre como estamos trabalhando por esse desenvolvimento”, destaca o Prefeito.
.

Ibope: Bolsonaro lidera, mas perde para quase todos no 2º turno

Péssimo desempenho do candidato do PSL no segundo tempo da disputa, 
pode estar ligado a sua rejeição, que bateu 44%, segundo levantamento Ibope. (G1)

O Ibope, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, divulgou nesta quarta-feira, dia 5 de setembro, o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. Sobre esse levantamento, o Ibope divulgou a seguinte nota:

"Como informado ontem, na pesquisa de intenção de votos realizada entre os dias 1 e 3 de setembro, para seguir as decisões decorrentes do indeferimento da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, que proibiram, entre outras coisas, que o ex-presidente participasse, como candidato, de atos de campanha, o Ibope deixou de aplicar o questionário em que o nome de Lula aparecia como postulante ao cargo de presidente da República, como constava do registo da pesquisa feito no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O instituto pesquisou apenas o cenário em que o nome de Fernando Haddad, candidato a vice-presidente pelo PT, aparecia juntamente com os candidatos que pediram registro. O Ibope indagou ao TSE se este procedimento estava correto. Em sua decisão de hoje, o ministro Luiz Felipe Salomão explicou que, segundo a lei, o TSE está impedido de responder a consultas como essa durante o período eleitoral.

Diante disso, e convicto de que agiu de boa fé e dentro da lei, e, ainda, no intuito de não privar o eleitor de informações relevantes sobre a situação atual das intenções de voto na eleição presidencial, o Ibope, decidiu liberar os resultados da pesquisa para divulgação, decisão que contou com o apoio dos contratantes TV Globo e o 'Estado de S.Paulo'."

Vamos aos números:

Jair Bolsonaro (PSL): 22%
Marina Silva (Rede): 12%
Ciro Gomes (PDT): 12%
Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
Fernando Haddad (PT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
João Amoêdo (Novo): 3%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Vera (PSTU): 1%
João Goulart Filho (PPL): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 21%

Não sabe/não respondeu: 7%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S.Paulo". É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT).

No levantamento anterior, feito de 17 a 19 de agosto, os percentuais de intenção de votos no cenário em que o candidato do PT é Haddad foram os seguintes: Bolsonaro, 20%; Marina, 12%; Ciro, 9%; Alckmin, 7%; Haddad, 4%; Alvaro Dias, 3%; Eymael, 1%; Boulos, 1%; Meirelles, 1%; Amoêdo, 1%; Cabo Daciolo, 1%; Vera, 1%; João Goulart Filho, 1%; Branco/nulos: 29%; Não sabe/não respondeu: 9%.

Sobre a última pesquisa:

          Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 2.002 eleitores
Quando a pesquisa foi feita: 1 a 3 de setembro
Registro no TSE: BR05003/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

0% significa que o candidato não atingiu 1%. Traço significa que o candidato não foi citado por nenhum entrevistado.

Simulações de 2º turno
Ciro 44% x 33% Bolsonaro  - (branco/nulo: 19%; não sabe/não respondeu: 4%)
Alckmin 41% x 32% Bolsonaro  - (branco/nulo: 23%; não sabe/não respondeu: 4%)
Marina 43%  X 33% Bolsonaro - (branco/nulo: 20%; não sabe/não respondeu: 3%)
Haddad 36% x 37% Bolsonaro  - (branco/nulo: 22%; não sabe/não respondeu: 5%)

Rejeição - O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, vale registrar, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices.

Bolsonaro: 44%
Marina: 26%
Haddad: 23%
Alckmin: 22%
Ciro: 20%
Meirelles: 14%
Cabo Daciolo: 14%
Eymael: 14%
Alvaro Dias: 13%
Boulos: 13%
Vera: 13%
Amoêdo: 12%
João Goulart Filho: 11%
Poderia votar em todos: 1%
Não sabe/não respondeu: 10%

Observações: os entrevistados podem citar mais de um candidato, portanto os resultados somam mais de 100%; não é possível comparar os resultados desta pergunta com os da rodada anterior, já que Lula não constou como opção de resposta porque sua candidatura foi indeferida.

Senado: Jarbas e Humberto crescem no novo levantamento Ibope

Enquanto os candidatos de Paulo melhoraram sua pontuação, os da chapa encabeçada por 
Armando caíram dois pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. (JC Online).

Os dois candidatos ao Senado da chapa do atual Governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB) - Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT) - cresceram na pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo Nordeste, divulgada nesta quarta-feira, dia 5 de setembro. Jarbas, que já liderava no primeiro levantamento, passou de 26% para 33%. Humberto foi de 25% para 30%.

Se por um lado os candidatos de Paulo cresceram, por outro, os dois postulantes da chapa encabeçada por Armando Monteiro Neto (PTB) caíram dois pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. Mendonça Filho (DEM) caiu de 25% a 23%, mas está em terceiro na pesquisa. Bruno Araújo (PSDB) foi de 10% para 8% e está em quinto lugar.

Em quarto lugar, à frente do tucano, está o deputado federal Silvio Costa (Avante), que cresceu dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais, passando de 10% para 12%. Pastor Jairinho caiu de 6% para 5%. Adriana Rocha (Rede) caiu de 4% para 2%. Eugênia Lima (PSOL) e Hélio Cabral (PSTU) caíram de 2% para 1%. Albanise Pires (PSOL), Alex Lima (PCO) e Lídia Brunes (Pros) seguem com 1%.

Brancos e nulos para a primeira vaga caíram de 26% para 22%. Para a segunda vaga, subiram de 34% para 35%. Este ano, há duas vagas para o Senado. O percentual dos que não sabem ou não responderam caiu de 26% para 24%.

Pesquisa - Esta é a segunda rodada da pesquisa Ibope JC/TV Globo, registrada no TRE com o protocolo 240/2018 e no TSE com o número 01246/2018. Foram entrevistados 1.204 em 56 municípios de Pernambuco, entre os dias 2 e 4 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Nova Pesquisa Ibope: Paulo lidera com 9 pontos de vantagem

Candidato da Frente Popular chegou a 33% das intenções
de voto, contra 24% de Armando Monteiro. (JC Online).

O governador Paulo Câmara (PSB) cresceu seis pontos percentuais em relação à primeira pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo, e chegou a 33% das intenções de voto no levantamento divulgado nesta quarta-feira, dia 5 de setembro, antevéspera de feriado. O socialista ampliou a vantagem na disputa em relação a Armando Monteiro Neto (PTB), que oscilou de 21% para 24% e é o segundo colocado. Os outros candidatos continuam atingindo até 3%.

Rejeição a Paulo Câmara diminui - Além de ter crescido nas intenções de voto, Paulo Câmara teve a rejeição reduzida nesta pesquisa: caiu de 43% na primeira rodada, divulgada no dia 20 de agosto, para 33%. Armando Monteiro também registrou uma queda na rejeição, de 27% para 24%. A rejeição a Dani Portela aumentou de 18% para 24%. Já Ana Patrícia Alves (PCO) teve um aumento de 17% para 25%. Lóssio registrou aumento de 18% para 23%. Maurício Rands, de 17% para 20%. Simone Fontana, de 17% para 22%.

A rejeição a Dani Portela aumentou de 18% para 24%. Já Ana Patrícia Alves (PCO) teve um aumento de 17% para 25%. Lóssio registrou aumento de 18% para 23%. Maurício Rands, de 17% para 20%. Simone Fontana, de 17% para 22%.

Pesquisa - Esta é a segunda rodada da pesquisa Ibope JC/TV Globo, registrada no TRE com o protocolo 240/2018 e no TSE com o número 01246/2018. Foram entrevistados 1.204 em 56 municípios de Pernambuco, entre os dias 2 e 4 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

Armando empata com Paulo em 1ª pesquisa após o guia eleitoral

Levantamento do Instituto Big Data, registrado no TSE, apresenta Paulo Câmara com 26% 
e Armando com 23%. Considerando a margem de erro, eles estão tecnicamente empatados. Veja:

Primeira pesquisa realizada aqui no Estado de Pernambuco após o início do guia eleitoral na TV e no Rádio, divulgada pela TV Record nacional, apresenta o atual Governador Paulo Câmara (PSB) liderando a corrida eleitoral com 26% das intenções de voto, ante a 23% de Armando Monteiro (PTB). Esses números, mais uma vez caraterizam empate técnico entre os dois candidatos que vem polarizando a disputa. O levantamento, realizado pelo Instituto Real Time Big Data, registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o número 2352/2018, tem margem de erro de três pontos percentuais.

O conjunto das oposições já soma 12 pontos acima de Paulo Câmara, levando-se em consideração a pontuação de Armando e de Maurício Rands (6%), Júlio Lóssio (5%), Dani Portela e Ana Patrícia Alves, cada uma com 2 pontos percentuais. Simone Fontana não pontuou. Brancos e Nulos chegaram a 25% e indecisos, 8%. A pesquisa ouviu 1.200 eleitores e foi a campo entre os dias 31 de agosto e 1º de setembro.

A rejeição de Paulo volta a se destaque, com 47% - quase metade dos eleitores entrevistados se recusando a votar na reeleição do governador. Os demais candidatos têm taxas pelo menos 14 pontos menores: Armando (33%), Lóssio (16%), Dani Portela, Simone Fontana, Rands e Ana Patrícia Alves, 14% cada. O empate se repete na simulação de segundo turno, com Paulo Câmara e Armando no mesmo patamar, 35% a 32%.

Câmara Alta - Na disputa pelo Senado, Jarbas Vasconcelos (MDB) surge com 28%, Mendonça Filho (DEM) com 23%, Humberto Costa (PT) 22%, Bruno Araújo (PSDB) 14%, Silvio Costa (Avante) 13%, Pastor Jairinho (Rede) 6%, Eugênia (PSOL) 5%, Albanise (PSOL) 2%, Outros 4%, Indecisos voto 1 chegam a 13%, indecisos voto 2 chegam a 40%, brancos e nulos voto 1 chegam a 13% e brancos e nulos voto 2 atingem 17%.