segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Sábado, foi dia de Haddad e Paulo em apoio a Lula em Garanhuns

Câmara: "É motivo de alegria saber que a gente vem numa tarde de sábado a essa cidade, 
junto com Fernando Haddad, a gente faz a maior caminhada da história de Garanhuns”.

Mais de 20 mil pessoas acompanharam emocionadas, na tarde do último sábado (01/09), em um comício realizado no centro de Garanhuns, a leitura de uma carta enviada pelo ex-presidente Lula ao povo pernambucano. No texto, lido pelo presidente da CUT, Wagner Freitas, Lula diz que a aliança com o PSB é fundamental e que ele na Presidência da República e Paulo Câmara no Governo do Estado irão recuperar o melhor momento da história de Pernambuco. A carta foi trazida ao ato pelo candidato a vice na chapa do PT, Fernando Haddad, que, ao lado de Paulo Câmara, comandaram o ato em Garanhuns.

"É motivo de alegria saber que a gente vem numa tarde de sábado a essa cidade e junto com Fernando Haddad, a gente faz a maior caminhada da história de Garanhuns. Isso só mostra o comprometimento do povo de Pernambuco, do povo do Agreste e do povo do município por essa causa maior, que está acima de todos que é fazer o Brasil voltar a ser feliz novamente. E vocês sabem como fazer o Brasil voltar a ser feliz. É, no dia 7 de outubro, a gente ter mais uma vez a capacidade de dar uma bonita vitória para o presidente Lula e Fernando Haddad", discursou Paulo.
.

O governador lembrou que, apesar da crise e da perseguição do Governo Temer, conseguiu fazer muito à frente do Estado, citando a conquista da melhor Educação Pública do País, os avanços na prestação dos serviços na área da Saúde e investimento de mais de R$ 1,5 bilhão em recursos hídricos. Paulo frisou que com a ajuda de Lula e Haddad poderá realizar muito mais. "E queremos fazer muita obra ao lado de Lula e Haddad. Continuar a fazer  os investimentos em água, continuar a trazer água aqui pro Agreste Meridional, para todo o Agreste e para todo o Sertão pernambucano. E concluir as obras que essa crise não deixou. E acima de tudo estar junto com o povo do campo, com a agricultura familiar, com aquelas pessoas que mais precisam. Pernambuco tem uma construção, tem um caminho, que começou lá atrás com Miguel Arraes, avançou com Eduardo Campos e a gente tem a responsabilidade de continuar", destacou Câmara, diante da multidão.

Em seu discurso, Fernando Haddad reforçou o seu compromisso e de Lula em fazer de Pernambuco e do Nordeste grandes parceiros para o desenvolvimento regional. O petista pontuou que, a partir de 2019, o País contará com um Governo determinado a transformar áreas fundamentais."O que Lula tem insistido, Paulo, é que tem duas palavras que vão guiar o nosso governo: a primeira é Educação e a segunda é Trabalho. Com trabalho e educação tudo mais se resolve. Se o jovem tem oportunidade, ele não vai para o crime. Todo mundo quer ter uma vida decente, todo mundo quer ter uma vida em segurança", disse.
.

O candidato a vice realçou que o começo do caminho para resgatar as conquistas do Governo Lula será no dia da eleição." E a resposta é sempre votar 13 no Governo Federal e 40 no Governo Estadual, elegendo o presidente com compromisso e o governador com compromisso. Vocês vão ver como a crise vai ficar melhor. Ela vai ficando cada vez melhor, porque o Brasil é muito grande, o Brasil é muito forte", atestou. "Lula ama o Nordeste, Lula ama Pernambuco", concluiu Haddad sob muitos aplausos aqui em Garanhuns.

Antes do comício, vale registrar, o atual Governador Paulo Câmara e Fernando Haddad comandaram uma animada caminhada pelas ruas de Garanhuns, que contou com um grande conjunto de prefeitos, parlamentares e lideranças de toda a região.
.

Garanhuns: Genivaldo é acolhido como candidato a estadual em PE

No sábado (1), ex-prefeito de Águas Belas esteve na suíça pernambucana. Na ocasião, ele 
participou de caminhada promovida pela campanha de Haddad e Paulo aqui na cidade.

O mês de setembro começou movimentado na agenda do candidato a deputado estadual de Pernambuco Genivaldo Menezes (PCdoB). Após realizar reuniões e visitas em municípios da região Agreste Meridional do estado, o ex-prefeito da cidade de Águas Belas teve como foco no sábado (01) a cidade de Garanhuns. O primeiro compromisso de Genivaldo foi a caminhada organizada pelo candidato à reeleição como governador, Paulo Câmara (PSB), e a recepção ao presidenciável, Fernando Haddad (PT). Todos fizeram juntos o percurso que recepcionou o candidato apoiado por Lula para presidente do Brasil.

Ainda no início da noite, Genivaldo se apresentou junto ao candidato a Deputado Federal, Renildo Calheiros, a um grupo de cidadãos de Garanhuns, levando a história política de cada um deles e as propostas. O último compromisso público do dia foi no Salão da Catedral de Santo Antônio, em evento  promovido pela Escola Fé e Política Irs.

“Parabenizo a todos que organizaram o encontro. Esse tipo de discussão é necessária. Estamos numa campanha muito difícil, na qual o eleitor não tem interesse pela política, após tantas decepções. Eu sempre digo que a melhor forma de fazer a diferença é votando em pessoas nas quais você realmente acredita. Não podemos nos calar e o voto é a nossa voz”, declarou Genivaldo cercado de amigos e diversas lideranças regionais.

A agenda do candidato reservou para o domingo (02), a cerimônia de entrada dos índios Fulni-ôs no Ouricuri, retiro religioso e espiritual realizado sempre neste período todos os anos. O último compromisso de Menezes no dia foi a Cavalgada no assentamento Lagoa do Serrotinho, em Iati, cidade distante de Garanhuns cerca de 50 quilômetros.
.

.

7ª Arte: Sesc Garanhuns realiza nova mostra de cinema gratuita

Mostra, será em alusão ao centenário do cineasta sueco Ingmar Bergman.
Na ocasião, três produções de sua autoria serão exibidas

Entre os próximos dias 3 e 5 de deste mês de setembro, a unidade Serviço Social do Comércio, Sesc Garanhuns realiza a Mostra de Cinema “O Lobo à Espreita – Uma Homenagem ao Centenário de Ingmar Bergman”. O encontro tem como objetivo celebrar o centenário de um dos mais importantes e influentes cineastas do século XX. Na ocasião será apresentada uma seleção dos principais filmes do sueco, cujas histórias lhe renderam importantes prêmios, entre eles três Oscars de Melhor Filme Estrangeiro.

Nesta segunda, dia 3 de setembro, a programação será iniciada com o drama “O sétimo selo” (1959 / 12 anos). Após dez anos, um cavaleiro (Max Von Sydow) retorna das Cruzadas e encontra o país devastado pela peste negra. Sua fé em Deus é sensivelmente abalada e enquanto reflete sobre o significado da vida, a Morte (Bengt Ekerot) surge à sua frente querendo levá-lo, pois chegou sua hora. Objetivando ganhar tempo, convida-a para um jogo de xadrez que decidirá se ele parte com a Morte ou não. Tudo depende da sua vitória no jogo e a Morte concorda com o desafio, já que não perde nunca. 

No dia seguinte (4/9) será a vez de “Persona” (1966 / 18 anos). O enredo conta a história de Elisabeth Vogler, atriz que, após uma crise emocional em uma apresentação, para de falar. Uma enfermeira é designada a cuidar dela em uma casa reclusa, perto da praia, onde as duas permanecem sozinhas. Para quebrar o silêncio, a enfermeira começa a falar incessantemente, narrando diversos episódios relevantes de sua vida. A crítica acredita que se trata da obra mais enigmática de Bergman. 

Para finalizar a programação “Morangos silvestres” (1957 / com classificação 10 anos) é a atração da próxima quarta-feira, dia 5 de setembro. Isak Borg (Victor Sjöström) é um professor de medicina que revisita vários momentos marcantes de seu passado durante uma viagem de carro até sua antiga universidade, onde ele irá receber uma honraria. Durante a viagem ele conhece uma garota adolescente que em muito se assemelha a Sara, seu antigo amor. A jovem pega carona com o professor e Marianne. Esses sentimentos se afloram quando ele encontra seu filho, igualmente frio e ressentido.

Todas as exibições serão realizadas no Laboratório de Autoria Literária Luzinette Laporte, sempre às 19:30. Segundo informa a assessoria do do Sesc, a entrada é gratuita. O Laboratório está localizado na Rua Manoel Clemente, 136, no Centro.

Serra Talhada: Prefeito Luciano Duque decide apoiar Armando

Decisão de Duque,  ocorreu tendo em vista a lealdade de Monteiro a Lula. Senador votou 
contra o impeachment e permaneceu na condição de ministro, ao lado de Dilma.

Forte eleitor de Lula no Sertão pernambucano, principal aliado e coordenador da campanha de Marília Arraes, o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, do Partido dos Trabalhadores (PT), adere nesta segunda-feira (3) à candidatura de Armando Monteiro a governador de Pernambuco. O ato, que deve reunir outras lideranças do grupo de Duque, acontece durante entrevista coletiva, às 11 horas da manhã, no Recife Praia Hotel.

Luciano Duque comandou desde o ano passado a mobilização em favor da pré-candidatura da vereadora do Recife, Marília Arraes, também do PT, que acabou sendo arrancada da disputa por pressões de caciques ligados ao governo do Estado. A entrevista coletiva acontecerá às 11h, no Salão Boa Vista, no Recife Praia Hotel.

A decisão de apoiar Armando se deu de maneira natural, tendo em vista a lealdade do senador a Lula, inclusive por ter votado contra o impeachment e ter permanecido, na condição de ministro, ao lado de Dilma. Armando também foi candidato e palanque para Lula e Dilma nas últimas três eleições presidenciais.

Caruaru: Armando cobra término de hospital entregue pela metade

Monteiro: "Bastou que nós viéssemos aqui verificar
de perto que eles arrumaram uma enganação".

As promessas não cumpridas pelo governador Paulo Câmara (PSB) na área de saúde foram alvo de duras críticas por parte do palanque da coligação Pernambuco Vai Mudar durante ato que precedeu uma carreata em Caruaru, no Agreste no final de semana.  "O governo da mentira e da mistificação não conclui e inaugura obras sem que estejam prontas. Mas o povo não é bobo e sabe que são ações meramente eleitoreiras", disparou o candidato a governador de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB), em discurso na inauguração do comitê dos deputados e candidatos à reeleição Priscila Krause (estadual), do DEM, e Daniel Coelho (federal), do PPS. Também marcaram presença a prefeita da cidade, Raquel Lyra, acompanhada de seu pai, o ex-governador João Lyra, ambos do PSDB.

"Bastou que nós viéssemos aqui verificar de perto que eles arrumaram uma enganação", disse Armando. O candidato se referiu ao Hospital São Sebastião, fechado há anos, visitado pelo candidato no primeiro dia de campanha oficial, 16 de agosto. No último dia 31, o governo "inaugurou" a unidade. "Não podemos permitir que o governador diga que inaugurou. O hospital continua fechado, sem estrutura", reforçou João Lyra, que também foi complementado pela prefeita. "Só 20 dos 80 leitos prometidos estão lá. O esgoto corre a céu aberto, não tem ar-condicionado, muito menos ventilador", acrescentou Raquel.

Armando, João Lyra e Raquel também lembraram o Hospital da Mulher, prometido para Caruaru e, como tantas outras obras, não foi concluído.  "Iniciamos a obra em nosso governo e era para estar pronto em 2015. Até agora nada", disparou o ex-governador.

CARREATA  - Após o ato no comitê, os candidatos e seus aliados saíram em carreata por diversas ruas e avenidas da cidade de Caruaru. Na ocasião, centenas de veículos percorreram cerca de 10 quilômetros, com a população aplaudindo e acenando para Armando, Bruno, Mendonça, Raquel, João Lyra, Daniel e Priscila.
.

Autor de falsa notícia contra Mendonça é punido em R$ 5 mil reais

André Lourenço, condenado no caso, distribuiu vídeos nas redes sociais onde supunha 
recebimento de propina por parte de Mendonça, das empresas Odebrecht e Queiroz Galvão.

A juíza Karina Albuquerque Aragão de Amorim, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Pernambuco, condenou o candidato a deputado estadual, André Lourenço da Silva, com multa de R$ 5 mil por divulgar nos perfis “Indignados de Pernambuco” (Facebook) e “@revoltadospernambuco” (Instagram) notícias inverídicas do candidato ao Senado, Mendonça Filho, e também do candidato a deputado federal, Vinícius Mendonça.

Nas postagens, nas duas redes sociais, foram feitas montagens com vídeos do Jornal Nacional, que fariam referência a suposto recebimentos de propinas por parte de Mendonça Filho, através de doações da Odebrecht e Queiroz Galvão na campanha de 2014. O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, pediu a retirada do nome de Mendonça do processo por ter sido incluído indevidamente. O então ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, acatou o pedido de Janot e determinou a retirada das menções feitas a Mendonça Filho no inquérito que investiga a Lava Jato.  

Na montagem, André Lourenço também incluiu o candidato a deputado federal Vinícius Mendonça. "No contexto apresentado, verifico que o Sr. André Lourenço da Silva, candidato ao cargo de Deputado Federal, posteriormente identificado pelos dados apresentados pelo Facebook como responsável pela postagem, publicada à época com perfil anônimo, utilizou-se do Facebook para disseminar noticia sabidamente inverídica, em relação ao Sr. José Mendonça Filho e citação depreciativa, em relação a seu filho, Sr. Vinícius Vilaça Bezerra Mendonça, com objetivo de praticar propaganda eleitoral negativa, o que caracteriza nítida violação ao Art. 57-D da Lei nº 9.504”, explica, na medida, a juíza.

Além de aplicar a multa de R$ 5 mil, a juíza Karina Albuquerque deu ciência ao Ministério Público Federal para que, caso seja necessário, requisite a abertura de processo investigatório, a fim de responsabilização civil e criminal de André Lourenço da Silva.

Governo Paulo é punido pela Justiça por propaganda irregular

Decisão do Tribunal Regional Eleitoral, estabelece o prazo de 24 horas para a retirada 
da propaganda e estipula multa de R$ 5 mil, por dia, em caso de descumprimento.

O Governo do Estado está fazendo propaganda de maneira irregular nas redes sociais, usando a estrutura institucional da comunicação durante o período eleitoral, prática proibida pela Lei. Foi o que decidiu o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) neste domingo (2), que determinou a retirada imediata da propaganda do Governo na web. 

A irregularidade do Governo Paulo foi denunciada pelo departamento jurídico da campanha de Armando, que apresentou ao TRE prints das páginas de facebook do Governo com material veiculado recentemente. “Além disso, Paulo estava usando imagens oficiais e até logomarca em sua fanpage. Um completo abuso de poder e desrespeito à Lei”, afirmou Walber Agra, coordenador jurídico da campanha de Armando.

A decisão do Tribunal, assinada pelo relator Alexandre Freire Pimentel, estabelece o prazo de 24 horas para a retirada da propaganda feita de forma irregular pela gestão de Paulo Câmara e estipula multa de R$ 5 mil, por dia, em caso de descumprimento.  “Suspensão da exibição de toda e qualquer publicidade institucional atualmente existente nos canais de comunicação social do Governo do Estado de Pernambuco, tanto meio físico quanto na internet, incluindo aquelas que tenham sido veiculadas em período permitido”, afirma Pimentel na decisão que está publicada no site do TRE.