quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Fernando Bezerra é condenado a pagar R$ 5,7 milhões ao Estado

Quando presidiu o Porto de Suape, Senador promoveu doação de areia a empresas que causou 
prejuízo à instituição. Daí a sua condenação. (Folha de Pernambuco – Foto: Reprodução: Blog do Cariri).

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) condenou o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) a pagar R$ 5,7 milhões ao erário estadual pelo prejuízo causado ao Porto de Suape quando ainda era presidente da autarquia. Segundo o Tribunal de Contas, Fernando Bezerra promoveu doação de areia a empresas que faziam o serviço de aterro na área do porto, que desfalcou o orçamento da instituição.

A ação, segundo informa matéria do jornal Folha de Pernambuco, teve início a partir do pedido de rescisão do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), assinado pela procuradora geral Germana Laureano e pelo procurador Cristiano Pimentel.

Apesar de divergências formais sobre o recebimento do processo, os conselheiros votaram de forma unânime por condenar Fernando Bezerra. Votaram a favor da condenação os conselheiros Alda Magalhães, relatora, Carlos Porto, Dirceu Rodolfo, João Campos, Ranilson Ramos e Luiz Arcoverde Filho numa sessão presidida pelo conselheiro Marcos Loreto, atual presidente do Tribunal de Contas do Estado.

Confira a decisão do TCE, na íntegra, clicando aqui.

Fernando Hadad: “Estaremos ao lado de Ciro para vencer o PSDB”

Em entrevista à Rádio Jornal, petista centrou suas críticas ao que chamou de ''PSDB do 
Temer'' e não entrou em rota de colisão com Bolsonar. (JC Online – Sérgio Bernardo).

Assumindo postura de candidato, o ex-prefeito da maior cidade do país, São Paulo, Fernando Haddad (PT), escolhido para vice na chapa do ex-presidente Lula, preso em Curitiba, disse nesta quarta-feira (08), em entrevista à Rádio Jornal Recife, ser "amigo de Ciro" e que eles caminharão "lado a lado" para derrotar o "PSDB de Temer".

A declaração acontece após uma série de articulações do ex-presidente Lula, que garantiram que o ex-governador do Estado do Ceará, Ciro Gomes (PDT) ficasse sem o apoio do PSB. Assim, após ter perdido o "Centrão" (PP, DEM, PRB, PR e Solidariedade) para Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro ficou isolado na corrida presidencial, enfraquecendo sua candidatura no campo da esquerda. "Somos amigos do Ciro, vamos estar junto no segundo turno para vencer o governo do PSDB e do Temer", disse o petista. "Nós estamos no mesmo lado que é para vencer essas turma que está no poder", disse.

Protestos - Questionado sobre as manifestações populares, Haddad defendeu que é necessário que elas sejam antecipadas, para que as autoridades públicas consigam garantir a segurança à população. "O protesto tem que ser feito dirigido a quem está causando problema para a população e não a própria população", pontuou.

Visita a Pernambuco  - Ainda no mês de agosto, o ex-prefeito da capital paulista, São Paulo, Fernando Haddad (PT) deve vir a Pernambuco para eventos da campanha presidencial do Partido dos Trabalhadores; segundo Humberto Costa.

Lançado como vice do ex-presidente Lula (PT) na chapa presidencial, Haddad deve substitui-lo se o petista for barrado pela Justiça Eleitoral. Paulo Câmara já declarou apoio à candidatura presidencial do PT e deve recepcionar o ex-prefeito na campanha local.

Caixa e BB liberam saque PIS/Pasep para correntistas nesta quarta

Nesta segunda etapa, a partir desse mês, empregados de quaisquer idades poderão
solicitar suas cotas. (Agência Brasil – Foto: Bobby Fabisack/JC Imagem).

Cotistas do PIS/Pasep que não fizeram o saque deste ano até junho poderão acessar o recurso a partir da próxima terça, dia 14 de agosto, quando começa a segunda etapa do cronograma de liberações, segundo informa a Agência Brasil de Notícias em seu site. Os valores serão repassados de forma corrigida, segundo o Ministério do Planejamento.

Na segunda etapa, a partir desse mês, empregados de quaisquer idades poderão solicitar suas cotas. A suspensão durante o mês de julho será utilizada para o cálculo do rendimento do exercício 2017-2018. No ano passado, o rendimento foi de 8,9%.

Quem tem direito as cotas do PIS/Pasep - As cotas são retiradas anuais de recursos depositados em contas de trabalhadores entre 1971 e 1988, quando ficaram inativas em razão da Constituição Federal. Até 2017, o saque era permitido para pessoas com mais de 70 anos, em caso de aposentadoria e em outras situações específicas. A partir do ano passado, o governo federal flexibilizou o acesso para pessoas de todas as idades.

Na primeira etapa do cronograma, encerrada no dia 29 de junho, 1,1 milhão de trabalhadores fizeram o saque, retirando uma soma de R$ 1,5 bilhão. Os valores foram disponibilizados apenas para empregados com idade acima de 57 anos.

Na segunda etapa, serão disponibilizadas, inicialmente, as cotas dos correntistas da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. O crédito em conta será efetuado automaticamente no dia 8 de agosto. A partir do dia 14, correntistas de quaisquer bancos poderão reivindicar o recurso. O prazo ficará aberto até 29 de setembro.

Band realiza primeiro debate entre presidenciáveis nesta quinta

Ao total, oito candidatos serão sabatinados na emissora.
Debate inicias as 22 horas. (Flávio Rico/Uol – Foto: Reprodução Huffpost).

Nesta quinta-feira, as 22 horas, a Band promoverá o primeiro debate entre os já definidos candidatos à Presidência da República e por aí entenda-se: Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Jair Bolsonaro, Guilherme Boulos, Álvaro Dias, Cabo Daciolo, Henrique Meirelles e Marina Silva. O Jornalista Ricardo Boechat mediará o debate.

Será a primeira vez que os nomes já ratificados pelas respectivas convenções de seus partidos se enfrentarão cara a cara nestas eleições. Em caso de segundo turno os candidatos à presidência se encontram na Band no dia 11 de outubro.

Não por ser o primeiro a ser realizado neste primeiro turno, mas por todo o cenário que envolve, o debate da Band está despertando grande atenção, tanto aqui como fora do país. Nada menos do que 120 jornalistas foram credenciados, no meio deles, correspondentes do Japão, Estados Unidos, China e agências internacionais.

Candidato pelo Partido dos Trabalhadores (PT), o ex-presidente Lula, que está preso desde abril em Curitiba, no Paraná, pediu à Justiça para comparecer ao debate, mas teve o pedido negado. O PT pediu, então, à Band para enviar o candidato a vice na chapa, ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o que também foi negado.

        Portanto, você eleitor, tem um encontro marcado com a democracia e com a cidadania. Será nesta quinta-feira (9), na Band, a partir das 22 horas, no primeiro debate eleitoral com os candidatos a presidência da República.

       Saiba mais. Saiba como será o debate:

Armando: “É preciso ouvir mais as mulheres para errar menos”

Candidato ao Governo de Pernambuco, Monteiro celebrou o aniversário
da Lei Maria da Penha, na última segunda (6). (Foto: Ricardo Labastier/Divulgação).

No aniversário de 12 anos da Lei Maria da Penha, celebrado  ontem, (7), o candidato ao governo do Estado pela coligação Pernambuco Vai Mudar, Armando Monteiro (PTB), defende a ampliação do atendimento no aparato policial às mulheres vítimas de violência. “Toda delegacia deve ter um profissional que tenha essa condições de poder acolher, de ouvir”, afirmou o petebista, em roda de diálogo com um grupo de mulheres. 

Armando também ressaltou a necessidade de combater a cultura do machismo, enfatizando a importância de aprender com elas nesse processo de luta contra a violência. “É preciso ouvir mais para entender mais e errar menos”, reforçou.

Uma das participantes a integrar a roda de diálogo com Armando é Célia Santos, 36 anos, voluntária do Instituto Maria da Penha da capital pernambucana, Recife. “As políticas públicas estão muito fragilizadas, não tem uma rede fortalecida. Todo mundo conhece alguém que foi vítima de violência. Enquanto não tem uma morte, a sociedade fica omissa”, observou Célia. A constatação da voluntária é embasada nos dados oficiais. Em Pernambuco, entre janeiro e junho deste ano, 127 mulheres foram assassinadas, sendo 37 por feminicídio, segundo levantamento "Uma Por Uma", do Jornal do Commercio, baseado nos dados da Secretaria de Defesa Social (SDS).

Na segunda (6), mais uma mulher perdeu a vida em Pernambuco. A pastora evangélica Josefa Silva, 42 anos, foi assassinada com três tiros pelo ex-companheiro da mulher com quem teria um relacionamento homoafetivo. “A gente precisa se libertar em grande medida dessa cultura machista que é transmitida desde o início em casa, na formação. Tem aí todo um trabalho na educação que precisa ser feito”, defendeu Armando.

Para Armando, Pernambuco está sem condições de acolher as vítimas de violência. O candidato a governador destaca que é preciso reformular a forma como o Estado atende às mulheres. “A ideia da Delegacia da Mulher se dá por conta do total despreparo do sistema normal para tratar as questões mais específicas de gênero”, destacou, em vídeo com a roda de diálogo publicado nas nossas redes sociais.
.

Recife: Álvaro Porto alerta para aumento de ataques a bancos

Na avaliação do deputado, governo e governador não conseguem formular nem mesmo 
declarações aceitáveis sobre o assunto. (Fotos: Flávio Japa / Gráficos: Sindicato dos Bancários).

O crescimento dos ataques às instituições financeiras nos últimos dois meses em Pernambuco foi apontado pelo deputado Álvaro Porto (PTB), em discurso na última segunda-feira (06) na Assembleia Legislativa, como a confirmação da falta de comando do governador Paulo Câmara (PSB) sobre o estado. De quebra, o parlamentar fez um contraponto ressaltando a ênfase que Armando Monteiro (PTB) deu “à recuperação da autoridade de Pernambuco” no discurso proferido no último sábado (04.08) durante a convenção que homologou a candidatura do senador ao governo do estado.

Balanços de junho e julho deste ano, em comparação com os mesmos meses no ano passado, mostram que a linha das ocorrências dos ataques é ascendente. Em junho de 2017 foram registrados 11 casos contra 21 em junho de 2018. Já em julho do ano passado foram verificados 22 episódios contra 28 neste ano. Os números informados por Porto na Alepe na segunda, são do Sindicato dos Bancários de Pernambuco.

Ao longo de 2018, de acordo com a entidade, foram registradas, até agora, 125 casos, incluindo explosões, arrombamentos, sequestros, estelionatos e tentativas de roubo às instituições financeiras. Faltando ainda cinco meses para encerrar o ano, o número já se aproxima do total de ocorrências de 2017, que foi de 185 casos. 

“Esta realidade, senhoras e senhores, só reafirma o que já falamos inúmeras vezes: Pernambuco paga caro por ter um governador sem pulso, sem capacidade de comandar, sem autoridade”, disse. "A cada três ou quatro meses, o governo se mobiliza, anuncia medidas, faz propaganda na TV para tentar criar uma imagem de que tem algum controle sobre a segurança pública, mas não tem. E não tem porque falta a este governo a competência para até mesmo inibir os criminosos. Não tem porque falta a este governador a capacidade de chamar para si a responsabilidade e de assumir o compromisso de fazer valer a força do Estado sobre a bandidagem”, arrematou.
.

Em seguida, Porto frisou que sobre o aspecto da inexistência de pulso, o Estado, felizmente, pode começar a ter esperança. “Tem gente com autoridade chegando. O senador Armando Monteiro já deixou bem claro como vai tratar esta questão quando assumir o governo do estado em 1º de janeiro. Ele deu o recado na convenção. Abre aspas: "Nós vamos restaurar a autoridade em Pernambuco. Não vamos nos esconder atrás do balcão. Não estou fazendo promessa, estou dando um aviso: os bandidos não terão vida fácil". 

Na avaliação do deputado, que representa a Região Agreste Meridional, governo e o governador não conseguem formular nem mesmo declarações aceitáveis sobre o assunto. “Impossível não recordar o deboche do secretário estadual de Planejamento, Márcio Stefani, ao afirmar que já foi assaltado em Paris, mas nunca no Recife. Também não há como deixar de lembrar que o próprio governador adjetivou a escalada da violência no estado como ‘desconfortável’. Isso tudo partindo de um governo que bateu, em 2017, o recorde do ano mais violento da história, com mais de 5.500 mil homicídios”, disse .

Ainda em seu pronunciamento na Alepe, Porto afirmou que não é mais possível continuar a viver num Estado em que 75 dos 185 municípios têm suas agências bancárias atacadas por bandidos em sete meses. "Esta situação alarma cidades inteiras, deixando a população refém do medo e órfã de serviços bancários. Sabemos das dificuldades que enfrentam as populações de cidades que estão com os bancos fechados. Além de conviverem com o pavor, as pessoas, muitos aposentadas, estão sendo obrigadas a se deslocar para outras cidades, para realizar transações bancárias, gastando com transporte e se arriscando em estradas em péssimas condições de tráfego", diz.

De acordo com o balanço do Sindicato, o Agreste registra 54 ocorrências em 2018, o maior número entre todas as regiões do Estado. O Sertão já  soma 29 ocorrências, a Região Metropolitana totaliza 28 e a Mata, 14. No balanço estadual, dos 125 casos registrados até agora, 49 foram de explosões. O total de arrombamentos chega 38 e o de assaltos, vai a 24. Por sua vez, a soma de estelionatos é de 11.

“Os números mostram que o Governo continua a sofrer com a falta de comando e a consequente incapacidade de buscar soluções efetivas na área de segurança. A atual gestão, queiram ou não queiram os juízes, chega a reta final marcada por esta deficiência. Felizmente, 2019 está se aproximando", encerrou.