sábado, 30 de junho de 2018

Garanhuns: Governador suspende peça onde Cristo é Transexual

Decisão, foi anunciada no início da tarde deste sábado (30), por meio de nota 
distribuída à imprensa, pela Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco. Confira, abaixo:

"O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico (Fundarpe), decidiu cancelar a apresentação "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu"  da Mostra de Teatro Alternativa do Festival de Inverno de Garanhuns de 2018, diante da polêmica causada pela atração e da possibilidade de prejuízos das parcerias estratégicas e nobres que o viabilizam. O Festival de Inverno de Garanhuns foi criado para unir e divulgar nossas expressões culturais e não para dividir e estimular a cultura do ódio e do preconceito. O Governo de Pernambuco também repudia todas tentativas de exploração eleitoreira feitas do episódio."

Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco.

--------------------------------------------------------------------------------------------------


Izaías nega que tenha feito política em torno
           da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”.

NOTA OFICIAL

O Governo Municipal de Garanhuns, na sua representação oficial o prefeito Izaías Régis, vem a público manifestar sua satisfação de ver que o clamor da sociedade de Garanhuns num pedido expresso de respeito à fé cristã, que foi transmitido para todo o Estado a partir de uma entrevista sua a uma emissora de rádio, reforçado pela população nas redes sociais, bem como ratificado por instituições religiosas que externaram o seu posicionamento, tenha sido ouvido pelo Governo do Estado de Pernambuco, culminando com a suspensão da apresentação em Garanhuns, do espetáculo "O Evangelho segundo Jesus - a Rainha dos Céus"

Lamentamos, portanto, que o Governo Estadual, tenha tentado desvirtuar o fato, querendo relacionar a questões políticas. A figura institucional, o Prefeito Izaías Régis, é a representação oficial da população de Garanhuns, e essa representatividade legal a ele outorgada por meio do voto, foi usada para se posicionar, colocando-se não contra a liberdade de expressão artística, mas sim contra a que essa liberdade não viesse a desrespeitar nenhum símbolo sagrado de uma religião, e de todos os seus seguidores.

O que não podemos deixar de ressaltar é que infelizmente, esse tipo de situação ocorre, porque o Festival que é de Garanhuns, é discutido e formatado sem nenhuma participação do povo de Garanhuns. Mas, sigamos, que tenhamos um Festival de Paz e que Deus continue nos abençoando.

Gabinete do Prefeito
.

Betânia repudia peça polêmica que será exibida em Garanhuns

Em nota distribuída à imprensa, parlamentar estocou:
“Figuras religiosas e sagradas não podem ser "expostas ao ridículo".

A vereadora Betânia da Ação Social, aqui de Garanhuns, emitiu nota através de sua assessoria de imprensa, na manhã deste sábado, 30 de junho, onde repudia com veemência a apresentação aqui na cidade, nos próximos dias 26 e 27, agora com local inserto, do monólogo: “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”.

Diante de tamanha repercussão negativa em Garanhuns e em todo o Estado, a parlamentar tornou pública toda sua indignação com a decisão do Governo de Pernambuco, que viabilizou a apresentação da peça teatral, aqui na cidade, detalhe: Betânia integra a base do Governo Paulo Câmara aqui em Garanhuns. Apesar de sua posição política, ela não se furtou de se posicionar. Não ficou em cima do muro e com isso já é bastante elogiada pela postura e por sua coragem de se expor, como fez o Prefeito Izaías na última sexta.

Abaixo, você confere na íntegra, a nota divulgada
pela assessoria da parlamentar:

“Escrevo para manifestar meu completo repúdio à apresentação da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, que será realizada no Festival de Inverno de Garanhuns. Entendo que o título já é uma agressão. O direito de liberdade de expressão não pode cercear outros direitos, como o de liberdade de fé.

A peça, embora os responsáveis aleguem ser respeitosa, está gerando polêmica e instigando o ódio, por isso não podemos silenciar, permitindo que um absurdo como esse continue! Figuras religiosas e sagradas não podem ser "expostas ao ridículo".

É lastimável que o Governo do Estado, que deveria contribuir e interagir com a sociedade de maneira saudável e profícua, favoreça atividades como esta que em nada proporcionam o crescimento da sociedade, mas ferem e ridicularizam a fé da grande maioria com o pretexto de dar visibilidade a minorias.”

Vereadora Betânia da Ação Social

Nilva: "UPA 24h será transformada em Centro de Especialidades"

Decisão pela mudança do Governo Municipal, foi revelada pela
atual Secretária de Saúde, em entrevista exibida pela a TV Asa Branca.

Reportagem produzida pelo jornalista Diogo Franco, exibida nesta sexta-feira (29), pela TV Asa Branca, emissora filiada a Rede Globo, traz entrevista da atual Secretária de Saúde aqui de Garanhuns, Nilva Mendes, sinalizando que o Governo Municipal decidiu transformar a UPA, Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas, que vem sendo erguida no bairro da Cohab II, em um grande Centro de Especialidades.

A obra, orçada em pouco mais de 3 (três) milhões de reais, que vem sendo erguida pela Prefeitura Municipal com recursos federais, ainda não foi concluída, apesar disso, informou o Secretário de Planejamento e Gestão, Carlos Carvalho, na mesa reportagem, que isso deve ocorrer ainda este ano, com previsão para o mês de dezembro, já que de acordo com ele, a construção está em sua fase final.

Atualmente, Garanhuns já conta com um centro de atendimento dessa natureza, o Luís Lessa. Nele, diariamente são oferecidos exames de ultrassom, raio-x e consultas especializadas. Apesar disso, segundo informou Nilva na reportagem, o centro não comporta toda a demanda da cidade, motivo pelo qual ele será expandido.

A transformação da UPA em Centro de Especialidades a que se refere Nilva, será possível graças ao decreto de número 9.380, de 23 de maio de 2018, assinado pelo Presidente da República, Michel Temer. Na prática, ele autoriza a readequação da rede física do SUS, com recursos repassados pelo Fundo Nacional de Saúde. “Eu quero dizer a população de Garanhuns, que fique tranquila, pois esse prédio não vai ficar ocioso. Ele vai ser reestruturado, concluído e nós vamos abrir ele com toda qualidade para dar dignidade a população”, destacou a Secretária de Saúde, ao falar sobre a decisão do Governo Municipal.

Secretário confirma que peça onde Jesus é um travesti será exibida

Marcelino sobre decisão de Izaías: “Não compete ao governo proibir uma manifestação artística.
Interpreto isso mais como uma questão de alinhamento político com o campo de oposição.” (JC online)

Independentemente da postura adotada pelo Prefeito aqui de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), a Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco junto a Fundarpe afirmam, segundo a fala do Secretário de Cultura de Pernambuco, veiculada em reportagem do Jornal do Commercio versão online deste sábado (30), que a peça teatral “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, será exibida aqui na cidade dentro da programação oficial da 28ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG).

Conforme publicamos ontem, sexta-feira (29), o prefeito Izaías Régis, afirmou em entrevista à Rádio Jornal Garanhuns nesta sexta-feira (29), que irá vetar a apresentação do monólogo protagonizado pela atriz Renata Carvalho, marcado para acontecer nos dias 26 e 27 de julho. A obra, que é uma das atrações da Mostra de Teatro Alternativo do Festival de Inverno de Garanhuns, cujo tema este ano é Um Viva à Liberdade, põe em evidência as vivências transexuais a fim de combater o preconceito.

Durante a entrevista, Izaías assegurou que a motivação para a proibição surgiu após observar supostos protestos nas redes sociais. Segundo ele, o fato da peça já ter sido censurada em outras cidades, como Salvador e Jundiaí, corroborou sua decisão, além do fato de ele, “como cristão”, como ressaltou, se sentir incomodado. Izaías afirmou ainda que não foi procurado por nenhuma igreja, mas clamou por apoio à sua decisão. Procurada pela redação, a Diocese de Garanhuns não se posicionou sobre a questão.

“[Tomei a decisão] como cristão e em respeito à população cristã de Garanhuns, que é a grande maioria, 99 ou 100% da população. Respeito também os transexuais, agora, apresentar uma peça onde diz que Jesus é transexual, é um negócio que a gente fica meio chateado”, disse, que tem sido apoiado massivamente pela população.
.

Em nota oficial, Izaías reafirmou não ter preconceito. “Não temos nenhum preconceito relacionado a opção sexual de quem quer que seja. Mas, não podemos comungar com manifestações que ferem símbolos sagrados da fé cristã. Chegou a nosso conhecimento que o espetáculo deve ser apresentado no Sesc Garanhuns. Neste caso, não nos compete. Mas no Centro Cultural do município, não haverá a disponibilidade”, diz o texto.

Para o secretário de Cultura do Estado, Marcelino Granja, a atitude de Izaías, que é aliado de Armando Monteiro, opositor de Paulo Câmara (PSB) na disputa pelo Governo do Estado, tem tons políticos. “É uma atitude estranha para um gestor público. Ele conhece a lei e a Constituição é clara em defender como cláusula pétrea a liberdade de expressão artística. Não compete ao governo proibir uma manifestação artística. Interpreto isso mais como uma questão de alinhamento político com o campo de oposição. Mostra, também, o acerto do tema do festival de defender o estado democrático de direito”, reforçou.

A presidente da Fundarpe, Márcia Souto, assegura que a peça está programada para ser encenada no Salão Jaime Pincho, no Sesc local, espaço onde acontecerá a Mostra de Teatro Alternativo, voltada para o público adulto, às 23h para 100 pessoas.

“Essa é uma questão muito mais em cima da política, por ser ano eleitoral, e está rebatendo fortemente na cultura. Acho que a gente precisa ter esse olhar de que estamos fazendo o FIG em homenagem à liberdade. Então, que contradição é essa? A programação é selecionada através de edital e temos que garantir a liberdade de expressão. O festival serve também para que a gente possa refletir sobre o que estamos passando no País”, enfatiza Márcia. Marcelino afirmou ainda que, caso a prefeitura de Garanhuns mantenha sua posição de proibição à peça, já há espaços alternativos disponíveis para recebê-la.
.

O ESPETÁCULO - O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu é baseado no texto da escocesa Jo Clifford. A obra é protagonizada por Renata Carvalho e lança a seguinte questão: e se Jesus voltasse hoje e fosse uma travesti? A partir dessa indagação, o texto busca quebrar preconceitos e provocar reflexão e empatia sobre as vivências trans. A peça já foi apresentada no Recife, no início de junho, dentro do Trema! Festival de Teatro, e lotou o Teatro Apolo, onde foi aclamada pelo público.

“Mais uma tentativa de barrar a apresentação do Evangelho… sem ao menos ler ou assisti-lo. Isso deve-se a construção social e a criminalização da travesti. Jesus é a imagem e semelhança de todos, menos de nós, pessoas trans. A folclorização que se construiu e se constrói da imagem da travesti não é de hoje. Isso deve-se à exclusão, à marginalização desses corpos. Precisamos desmistificá-los, precisamos naturalizar e humanizar nossas identidades, vivências e corpos e isso só conseguiremos convivendo com estes corpos, com esses corpos presentes nos espaços. No mais convido o prefeito e a todos de Garanhuns a irem assistir ao espetáculo e conhecer a obra de Jo Clifford e, se mesmo assim, depois disso, vocês acharem um desrespeito estamos abertas a conversar. Fazemos essa peça para abrir mentes e corações mostrando a realidade de um corpo trans no país que mais mata pessoas trans no mundo. Queremos parar de morrer”, disse a atriz ao JC.

ABAIXO-ASSINADO - Diante do posicionamento do prefeito de Garanhuns, a classe artística criou um abaixo-assinado na plataforma Avaaz contra a proibição do espetáculo. Até a noite de ontem, o documento digital já havia sido assinado por 290 pessoas.
.