terça-feira, 26 de junho de 2018

Igreja Católica realiza mega São Pedro em Distrito de Garanhuns

No dia 1 de julho, além de cavalgada, Igreja promoverá um leilão de animais. 
Padre Roberto Júnior é o responsável pela organização da festividade.

Entre os dias 27 e 28 de junho, além de 1 julho, a Igreja Católica realiza sua tradicional festa de São Pedro no distrito que carrega o nome do santo católico aqui em Garanhuns. A frente da organização da festividade, está o Padre Roberto Júnior (foto), atual pâroco da Igreja Catedral de Santo Antônio, situada no centro da cidade.

Além das tradicionais liturgias, a Igreja Católica promoverá no Distrito de São Pedro no próximo dia 1ª de julho uma cavalgada e um grande leilão de animais. Em ambos os casos, as rendas serão revertidas para obras religiosas da Paróquia. Com a realização do São Pedro em São Pedro, a Igreja mostra que mantém viva as suas tradições.

Festa de gênero – Em se tratando dos shows musicais, o vereador Alcindo Correia é o responsável por eles. Já na quinta (28), se apresentam no distrito, a dupla Adriano e Luciano, seguidos da apresentação do forrozeiro Nando Azevedo. Já na sexta (29), sobem ao palco a banda Brazzavile e a cantora Belinha Lisboa.

Em 2018, todos os artistas que se apresentarão no São Pedro do Distrito, são Garanhuenses. “Com isso, estamos valorizando e projetando os cantores da terra, que lembro, estão presentes todos os anos no evento”, revelou Alcindo, em contato com o Blog.

.

Programação do FIG será anunciada na quinta aqui em Garanhuns

Na ocasião, onde haverá uma coletiva de imprensa, Governo
do Estado também anunciará o homenageado do evento deste ano.

Um viva à liberdade! É com esse tema que o 28º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que acontece de 19 a 28 de julho, homenageia o mais importante dos valores da condição humana: a liberdade. A programação completa, que será anunciada na próxima quinta-feira (28), no Garanhuns Palace Hotel, as 11 da manhã, vai refletir em todos os polos o compromisso do Governo de Pernambuco com a promoção das liberdades artística, estética, política, religiosa e de expressão, como um marco de enfrentamento dos preconceitos, da intolerância e da afirmação do Estado democrático de direito.

“Nesses tempos em que a regressão civilizatória do neoliberalismo tenta impor o pensamento conservador e moralista ao aparelho de Estado, aos meios de comunicação e à cultura atacando a livre manifestação artística, estimulando a intolerância, promovendo a perseguição política e absurdos como boicotes punições a mostras, filmes e a outras obras de arte, estamos garantindo que o Festival de Inverno de Garanhuns, será novamente um território livre para fruição da nossa diversidade, da liberdade criativa e de todas as vivências artísticas e culturais”, defende Marcelino Granja, Secretário Estadual de Cultura.

De acordo com Márcia Souto, atual Presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) “o Governo do Estado segue empenhado em construir uma programação artística democrática, onde caibam todas as nossas expressões, abrindo espaço para a novidade sem perder de vista a valorização das tradições populares”.

O Festival de Inverno de Garanhuns é uma realização do Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe), em parceria com a Prefeitura de Garanhuns, o SESC-PE, SEBRAE, Conservatório Pernambucano de Música, Virtuosi e a Cepe Editora.
.

Academia de Letras abre Ciclo de Conferências no próximo sábado

Ciclo será aberto ao público e será realizado
na sede própria da Academia de Letras de Garanhuns.

No intuito de promover debates plurais entre Literatura e temas paralelos, a Academia de Letras de Garanhuns (ALG) realizará, no período de junho de 2018 a dezembro de 2018, o seu I Ciclo de Conferências. O evento contará com diversos conferencistas, tanto membros da própria ALG quanto participantes-conferencistas não ligados à Academia.

No próximo sábado (30/06), a partir das 19h30, a Academia abre esse Ciclo, a partir da Conferência do poeta Paulo Gervais (foto acima), que na ocasião, segundo informações da assessoria da Academia, falará sobre “Uma experiência poética – o Livro de Esdras”.

O I Ciclo de Conferências é aberto ao público e será realizado na Sede própria da Academia de Letras de Garanhuns, localizada na Rua XV de Novembro, nº 287, no centro da cidade de Garanhuns, tendo como ponto de referência,  à Igreja Adventista.