segunda-feira, 18 de junho de 2018

Prefeitura adquire novos veículos para integrar frota de Garanhuns

A partir de agora, município conta com um novo caminhão pipa para abastecimento d'água e duas 
vans, que estarão a serviço da Secretaria de Educação. (Secom/PMG – Fotos: Camila Queiroz).

A Prefeitura de Garanhuns adquiriu um caminhão pipa e duas vans que serão utilizados pela Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (SDRMA) e Secretaria de Educação (Seduc), e foram apresentados oficialmente, nesta segunda-feira, 18 de junho, em frente ao Palácio Celso Galvão. Os veículos que já estão prontos para integrar a frota do Governo Municipal, foram adquiridos com recursos próprios, totalizando um investimento de R$ 646 mil reais. Os três veículos também serão apresentados durante a tarde de hoje, em frente ao Parque Euclides Dourado, das 15h às 18 horas.

O caminhão pipa de 15 mil litros vai beneficiar diretamente à população, por meio da distribuição de água em Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), escolas da Rede Municipal de Ensino e para moradores da área rural de Garanhuns. Já, segundo informa o Governo Municipal, estarão à disposição da Secretaria Municipal de Educação, a fim de realizar o transporte dos supervisores de Ensino durante a rotina de visitas às escolas do município.

O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis, destaca a importância da aquisição em benefício da população. “Conseguimos estes veículos com recursos próprios, demonstrando o nosso compromisso com a população. Por meio destes estaremos beneficiando diretamente áreas como Educação, e os moradores da área rural de Garanhuns”.

Garanhuns: Marília virá ao Distrito de São Pedro no final de junho

Além de distrito, nova agenda da petista no Agreste Meridional inclui visitas 
as cidades de Iati e Bom Conselho. (Com informações do Blog do Wellington Freitas).

Vereadora do Recife e pré-candidata ao governo do estado de Pernambuco, Marilia Arraes (PT), volta ao Agreste Meridional no próximo dia 29 de junho. Na ocasião, ela participa de agenda nos municípios de Iati, Bom Conselho e Garanhuns, neste último caso, no distrito de São Pedro. A agenda, segundo informa a assessoria da pré-candidata, foi acertada na última semana, entre o vereador, líder do Governo Izaías na Câmara, Alcindo Correia (PCdoB), Wellington Freitas de Saloá e Robério Paes da cidade de Bom Conselho.

Agenda - Em Iati, a petista participa de um ato no Sindicato dos Trabalhadores Rurais, por intermédio do Vereador Erlan Tenório, que vale dizer, ainda no mês de março, já declarou apoio a Arraes, a convite de Alcindo. Em São Pedro, a pedido de Correia, a agenda prevê que a pré-candidata acompanhe uma tradicional procissão religiosa. Encerrando o giro pelo Agreste Meridional, Marília segue a Bom Conselho. Lá, ela participará de um ato político organizado por Robério Paes e pelo sindicalista Givaldo do Sindicato.

Para encerrar o dia, ainda na terra do papacaça, a neta de Arraes participa do encerramento do tradicional ForroBom, um dos maiores eventos juninos do interior de Pernambuco. “Simpatizantes e apoiadores de Marília de vários recantos do estado devem estar presente em mais esse giro em torno de sua pré-candidatura”, destacou o ex-vereador de Saloá, Wellington Freitas em publicação feita em seu Blog.

"Não abrimos conversa com o PP", diz Armando em entrevista

Sobre as conversas que podem conduzir o PSC e André Ferreira para oposição, Monteiro destacou 
que elas vem ocorrendo com “tranquilidade”. (JC Online – Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem).

Pré-candidato ao Governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro Neto (PTB) negou que tenha aberto conversas com o PP para a chapa de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB). Na última semana, políticos do PP afirmaram que o partido discutia uma possível saída da Frente Popular. "O PP deixou claro que estava conversando apenas com o governo. Nós não abrimos conversa com o PP, não fizemos entendimento com o PP, embora tenhamos boas relações. Mas se amanhã não estiverem na aliança governista estamos abertos, pois conversamos em qualquer latitude", disse.

O deputado federal Eduardo da Fonte pressiona o governo por uma vaga ao Senado. Nos bastidores a informação é de que a pressão pela vaga seria uma forma de barganhar mais espaço no governo. A estrategia pode ter surtido efeito, caso o governador Paulo Câmara confirme a indicação do PP para a presidência do Complexo Portuário de Suape. 

CONVERSAS COM ANDRÉ FERREIRA - O bloco de oposição Pernambuco Vai Mudar anunciou, no último dia 11, metade da chapa majoritária para este ano. Além de Armando, que vai disputar o governo, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) será um dos candidatos ao Senado. As outras duas vagas – de vice e para outro postulante para senador – ficaram em aberto, uma reservada para o PSDB e outra aguardando novos aliados, entre eles possivelmente o PSC do deputado estadual André Ferreira. Armando confirmou que as conversas com o PSC "vem se desenrolando de forma tranquila". Sobre a vice, o senador disse que não deve interferir, será uma indicação do PSDB. "A questão da vice havia uma definição que seria uma indicação do PSDB.

Hoje na base de Paulo Câmara, Ferreira tenta uma vaga ao Senado, mas pode perder o espaço caso a aliança dos socialistas com o PT seja consolidada. Se isso acontecer, uma vaga seria do deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e a outra do senador petista Humberto Costa. Evitando ser limado, Ferreira estaria se articulando também com a oposição. Na chapa governista, apenas o nome de Paulo Câmara é dado como certo.

Armando em Salgueiro: “Vou reestabelecer a autoridade de PE”

Segundo Monteiro, Estado perdeu seu espaço, sua voz e sua força.
(Com informações do Diário de Pernambuco / Foto: Divulgação).

O senador Armando Monteiro Neto (PTB) prometeu, no último sábado (16), "reestabelecer a "autoridade em Pernambuco" caso vença as eleições para governador do estado. Ele fez o discurso ao encerrar uma série de compromissos no Sertão que durou três dias. Estava ao lado do pré-candidato a senador pela Frente das Oposições, Mendonça Filho (DEM). Ambos participaram de um ato considerado de peso no município de Salgueiro.

Após intensa agenda de encontros na cidade de Petrolina com segmentos da sociedade, o evento na “Encruzilhada do Sertão” serviu para fazer uma avaliação da situação econômica e social atualmente vivida no Estado de Pernambuco, ouvir lideranças da região e coletar sugestões e propostas para o futuro programa de governo. Na ocasião, Armando foi aclamado futuro governador por todas as forças políticas presentes.

“Esse é um momento de resgate de Pernambuco e a primeira coisa que eu vou fazer é restabelecer a autoridade em Pernambuco. Autoridade para que Pernambuco possa voltar a ter voz no cenário nacional. Precisamos que Pernambuco restabeleça seu espaço, sua voz e sua força”, disparou Armando no sábado diante de uma plateia de mais de mil lideranças.

Mendonça Filho ressaltou que, nos três últimos dias pelo Sertão, em todos os encontros a palavra que mais ouviu foi decepção em relação à atual gestão. “A descrença com o governo é grande. É preciso falar e não deixar se enganar. Quem governa Pernambuco são os pernambucanos e temos que mostrar isso elegendo Armando Monteiro governador. Daqui até outubro é a luta que temos que travar”, conclamou.

Anfitrião do encontro, o prefeito Clebel Cordeiro, do mesmo MDB de Jarbas Vasconcelos, aliado do atual Governador Paulo Câmara, lembrou que foi uma das primeiras lideranças a apoiar o grupo liderado por Armando e que, por isso, vem sendo retaliado pelo atual governo do Estado. “O governador quando soube do meu apoio cortou tudo que o povo de Salgueiro tem direito. O que ele quer de nós? Qual a resposta que ele terá daqui? Tchau governador. Esse grupo tem compromisso com a minha cidade. Acabaram os quatro anos de atraso”, cravou. “Nós precisamos do grupo político liderado por Armando e Mendonça em Salgueiro. Salgueiro hoje  dá o pontapé inicial para buscarmos esta vitória no Sertão.”

Para o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), que acompanhou os pré-candidatos pelo Sertão, Pernambuco andou para trás nos últimos anos e Armando é o nome certo para assumir os destinos do Estado. “Não tem ninguém mais preparado para assumir o estado do que Armando. Por isso, peço a vocês para sair daqui e trabalhar para eleger Armando e Mendonça. Vamos trabalhar, com a alavanca no canto, farol aceso e alto”, afirmou.

Comentários de Lula sobre a Copa começam nesta segunda-feira

Análise do ex-presidente será trasnmitida pela TVT,  a partir
das 18 horas. (com informações do JC Online – Foto: O Povo Online).

Começa, nesta segunda-feira (18), a transmissão da análise do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva sobre os jogos da Copa do Mundo 2018, que acontece na Rússia.  O petista vai dar seus pitacos futebolísticos no programa do jornalista José Trajano (ex-ESPN), na TV dos Trabalhadores (TVT), que é mantida pelo Sindicado dos Metalúrgicos do ABC.

No Twitter, @ultrajano divulgou a participação de Lula. Nos comentários, alguns internautas questionam a participação: "Como pode um cara preso participar de um programa ao vivo? Meu deus, q pais é esse?!". Outros, garantem audiência: "É o único programa que me fará prestar um pouco de atenção".

Mesmo preso em Curitiba, o ex-presidente vai comentar as partidas através de cartas. "Ele vai escrever suas impressões, manda para a gente, a gente coloca na tela com aspas, você vai poder ler e ouvir na voz de um locutor", explica José Trajano. 

Para especialistas ouvidos pelo Jornal Estadão, a colaboração, mediada pelo jornalista José Trajano, não é ilegal. "A comunicação com pessoas fora da prisão por meio de cartas não é proibida e qualquer pessoa presa pode se comunicar com amigos e família. Neste caso, sendo o Trajano amigo dele, não existe nenhum impedimento legal", avalia o advogado Francisco Monteiro Rocha Júnior.

Segundo ele, nem mesmo o conteúdo das cartas poderá sofrer algum tipo de censura. "Se não houver nada relacionado a atos ilícitos, qualquer assunto fica liberado e o ex-presidente pode falar de tudo: dia a dia, questões políticas, futebol. Não há na lei nada que o impeça de tocar em determinado assunto nessas correspondências", explica.