sábado, 16 de junho de 2018

Garanhuns: Zeca e Álvaro prestigiam festejo junino no Manoel Chéu

Nesta sexta (15), Creche Lúcia Helena recebeu, além dos deputados, cerca de 
quinhentas pessoas, que acompanharam diversas apresentações culturais.

Com as presenças dos deputados Federal, Zeca Cavalcanti e Estadual, Álvaro Porto, do Secretário de Governo de Garanhuns, Mewitton Araújo, dos vereadores Ary Júnior e Luzia da Saúde, todos do PTB, a Creche Lúcia Helena, localizada aqui em Garanhuns no bairro Manoel Chéu, realizou na última sexta-feira (15), seu tradicional festejo junino. Na ocasião, diversas atividades lúdicas e apresentações culturais marcaram o evento.

O pontapé inicial do festejo, foi dado pelo padre José Bento, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Cohab 2); que a convite da entidade, celebrou uma missa de ação de graças nas primeiras horas desta sexta-feira. De acordo com informações dos organizadores, cerca de quinhentas pessoas estiveram presentes.

Responsável pelo atendimento de cerca de 300 crianças, que recebem aulas diariamente de informática, judô, música, dança, além de futebol; através do Projeto “Crianças do Futuro”, a Creche Lúcia Helena está sob o comando da Associação Mulheres Unidas de Garanhuns (AMUG), e quanto ao seu funcionamento, ele decorre de parceria firmada entre a entidade e a Prefeitura Municipal.

Atuando a pouco mais de três anos na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, o padre Bento destaca o compromisso da Creche com o bairro Manoel Chéu. “É preciso mais creches como essa em nossa cidade. Aqui tudo dirige essas crianças para um futuro melhor, para um futuro mais digno e portanto, promissor”, frisa ele.
.

2017: 69% dos homicídios em Pernambuco não foram esclarecidos

Números, são da Secretaria de Defesa Social do Estado (SDS). 
(Com informações do Ronda JC – Foto: JC Imagem).

O segundo semestre de 2018 se aproxima, mas pendências de 2017 ainda desafiam a polícia pernambucana. Dos 5.426 homicídios investigados no Estado, apenas 1.694 tiveram as investigações concluídas com seus respectivos inquéritos apontando os autores dos crimes. Isso significa que 69% dos assassinatos contabilizados no ano passado ainda não foram esclarecidos. Uma vitória da impunidade.

As estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS) foram obtidas por meio da Lei de Acesso à Informação. Segundo os dados, dos 790 homicídios registrados no Recife em 2017, a Polícia Civil concluiu as investigações de 234 até agora. No entanto, em cinco inquéritos os policiais não conseguiram apontar quem foram os responsáveis pelos crimes.

No Interior, a dificuldade em identificar a autoria dos homicídios é ainda maior, como mostram as estatísticas. No ano passado, oficialmente, 3.060 pessoas foram mortas de forma violenta. Só 1.166 investigações foram concluídas com definição de autoria do crime. A Polícia Civil concluiu outros 85 inquéritos, mas não conseguiu identificar os criminosos.

Já na Região Metropolitana (sem englobar a capital), 1.576 inquéritos de homicídios foram abertos em 2017. Do total, 299 foram encerrados com a identificação dos responsáveis. Outros oito foram remetidos à Justiça sem apontar a autoria.

CRESCIMENTO DA VIOLÊNCIA - Levantamento feito pelo Blog Ronda JC, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, aponta que nos três primeiros anos da gestão do governador Paulo Câmara (2015 a 2017), Pernambuco registrou 13.795 homicídios. Se comparado com o mesmo período do segundo mandato do ex-governador Eduardo Campos (2011 a 2013), quando 9.928 mortes foram contabilizadas, houve aumento de 39% nos assassinatos. O ano de 2017 fechou como o mais violento da história. 

PERFIL DAS VÍTIMAS - As estatísticas da SDS também demonstram a desigualdade de raça. Do total de homicídios registrados em 2017, 95% têm como vítimas negros e pardos. Para especialistas, esse resultado não é surpresa e é reflexo da ausência de políticas públicas, que persiste na sociedade.

Para o Ministério Público de Pernambuco, a pesquisa aponta uma omissão das instituições em relação aos negros. “Existe, inclusive, uma má vontade do Estado de fazer esse recorte nas estatísticas. E, quando as vítimas são negras, a polícia não se empenha em fazer investigação e não identifica os autores dos crimes, porque a vida daquelas pessoas não tem muito valor. Há uma indiferença das instituições. A realidade é que não há políticas para desconstruir ou minimizar isso”, afirma a procuradora de Justiça Maria Figueiroa. A PC pontua que todos os homicídios são investigados com o mesmo empenho.

Ex-secretário é investigado por suposto desvio de dinheiro público

Investigações que envolvem Milton Coelho, começaram no início deste ano na Delegacia de Polícia 
de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp). (Ronda JC – Foto: Guga Matos).

O ex-secretário estadual de Administração Milton Coelho (PSB) está sendo investigado por suspeita de crime de peculato, ou seja, desvio de dinheiro público. De acordo com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o inquérito foi aberto pela Polícia Civil para apurar supostas irregularidades na conduta do ex-gestor.

Milton Coelho foi secretário de Administração do governo Paulo Câmara entre dezembro de 2015 e abril deste ano, quando deixou o cargo para concorrer nas próximas eleições. Milton Coelho já foi presidente estadual do PSB e também vice-prefeito do Recife.

As investigações começaram no início deste ano na Delegacia de Polícia de Crimes contra a Administração e Serviços Públicos (Decasp). No entanto, como Coelho tinha foro especial por prerrogativa de função, a delegada Patrícia Domingos solicitou ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) autorização para dar continuidade ao inquérito. Antes mesmo da decisão judicial, ele pediu exoneração da secretaria e perdeu o foro.

Em parecer à Justiça, o MPPE se manifestou favorável ao “prosseguimento do inquérito pela autoridade policial, com a tomada das providências que entender cabíveis”. Por telefone, a delegada Patrícia Domingos confirmou ao Ronda JC que está investigando o ex-secretário, mas informou que por enquanto detalhes estão sob sigilo.
.

Segundo o Código Penal Brasileiro, a pena para o crime de peculato é de dois a 12 anos de prisão, além do pagamento de multa arbitrada pela Justiça. Na noite desta sexta-feira (15), a assessoria de Milton Coelho se pronunciou por meio de nota. Leia na íntegra:

“Peço a imediata correção dessa publicação infeliz que traz absurdo e inaceitável ataque ao meu nome e à minha honra, baseado em informação falsa a meu respeito. Não sou alvo, nem nunca fui alvo, da investigação mencionada na referida matéria. Segundo informações reiteradas em mais de um documento da lavra da própria delegada Patrícia Domingos, nem o Secretário de Administração nem a Secretaria eram alvos de investigação do inquérito n° 09.905.9030.00251/2017 e, ainda que fosse, daria todos os esclarecimentos e demonstraria de forma cabal a correção dos meus atos. Reagirei duramente à exploração irresponsável do meu nome em notícias falsas como tem sido comum nos tempos atuais.”

Ronda JC, Blog responsável pela matéria publicada acima, esclarece que o documento citado por Milton Coelho tem a data de 31 de janeiro de 2018. E reforça que nesta sexta-feira (15/06) tanto o Ministério Público de Pernambuco (por meio de nota) como a delegada Patrícia Domingos (por telefone) confirmaram que a investigação está em curso.
.

Eleições: Prefeito de Serrita declara apoio a Armando e Mendonça

Erivaldo Coelho: "É desejo de todos os pernambucanos a vontade de mudar
Pernambuco e eu também tenho esse sentimento". (Fotos: Léo Caldas).

Durante passagem pelo Sertão Central, neste sábado (16), os pré-candidatos a governador e senador Armando Monteiro (PTB) e Mendonça Filho (DEM), respectivamente, receberam o apoio do prefeito de Serrita, Erivaldo Oliveira (PSD) para a disputa eleitoral deste ano. O gestor apontou que Armando e Mendonça são os nomes mais preparados e capazes de construir um novo projeto de desenvolvimento para Pernambuco e região.

"É desejo de todos os pernambucanos a vontade de mudar Pernambuco e eu também tenho esse sentimento. Com Armando e Mendonça, vamos abrir uma nova história para o nosso Estado", afirmou Erivaldo Cordeiro. Ele prometeu engajar-se na campanha da Frente das Oposições, mobilizando prefeitos da região para eleger Armando governador e Mendonça senador. "Vou convocar todos de Serrita e os prefeitos da região para que, juntos, possamos mudar nossa realidade, principalmente para nós do Sertão, onde a população é uma das mais prejudicadas", completou o gestor sertanejo.

Armando Monteiro destacou a importância do apoio recebido. "Nós temos a satisfação de ter a presença do prefeito de Serrita se incorporando nessa grande frente política que estamos criando em Pernambuco. Erivaldo é alguém que vai nos ajudar a dar mais força a essa proposta que nós vamos consagrar no nosso plano de governo, e que contempla de maneira muito prioritária o Sertão pernambucano", declarou o petebista.

O pré-candidato a governador afirmou ainda que a adesão do prefeito de Serrita à Frente das Oposições é o primeiro dos muitos movimentos de apoio que virão nos próximos meses. "Tenho certeza que muitos prefeitos se incorporarão à essa Frente. Todos entendem que Pernambuco precisa de outro caminho e de outro rumo e que esse projeto que estamos construindo representa isso", cravou Armando Monteiro.

Mendonça Filho sublinhou que a Frente das Oposições vem se fortalecendo cada dia mais. “O sentimento de mudança tem convocado as lideranças e prefeitos de todas as regiões de Pernambuco. O apoio de Erivaldo fortalece nossa caminhada, que está só no começo”, disse o pré-candidato a senador.

Petrolina: Armando e Mendonça recebem apoio de segmento rural

Monteiro: “Isso, é uma demonstração de que nosso projeto mobiliza os diversos segmentos da 
sociedade de Pernambuco, para que nós possamos nos juntar e construir um novo caminho para o estado".

No auditório lotado do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolina, os pré-candidatos a governador e a senador, Armando Monteiro (PTB) e Mendonça Filho (DEM), respectivamente, receberam, nesta sexta-feira (15), o apoio da presidente e das principais lideranças do maior sindicato de trabalhadores rurais assalariados do Norte e Nordeste. Na ocasião, acompanhado do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho e do deputado federal, Fernando Filho (DEM), os pré-candidatos - que estão no segundo dia de agenda pelo Vale do São Francisco - ouviram as demandas da entidade, que reúne cerca de 50 mil trabalhadores em Petrolina.

"É com muita satisfação que recebemos o apoio dessas lideranças. É uma demonstração de que nosso projeto mobiliza os diversos segmentos da sociedade de Pernambuco, sem preconceitos, para que nós possamos nos juntar e construir um novo caminho para o estado", afirmou Armando Monteiro, destacando a importância e a representatividade da entidade. "Não podemos deixar de considerar que esse é o maior sindicato de trabalhadores rurais do Nordeste. É um sindicato expressivo não só por ter uma base associativa muito grande, mas porque é atuante e cumpre o seu papel como instrumento de reivindicação de toda classe trabalhadora assalariada de Petrolina e do Sertão do São Francisco", completou.

Para Lucilene Lira, mais conhecida por Leninha, presidente do Sindicato, a diretoria está engajada na pré-candidatura de Armando e Mendonça. "As lideranças do sindicato tomaram a decisão de apoiar o senador Armando Monteiro. A gente entende que pela seriedade dele, ele possa estar de fato dando uma melhor assistência ao trabalhador assalariado rural. Vamos percorrer todo o estado. O sindicato está pronto e à disposição para que a gente possa elegê-lo como governador de Pernambuco", garantiu a dirigente.

PROPOSTAS - Durante a manhã, os pré-candidatos se reuniram com representantes da Univasf, CODEVASF, IF-Sertão, Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Embrapa. Na oportunidade, foi possível ouvir as demandas e sugestões do grupo sobre o futuro de Petrolina e região. “Petrolina e o Vale do São Francisco precisam ter um olhar diferenciado do Governo do Estado. Um olhar que diga que o Sertão não é problema, que o Sertão é um caminho para solução dos problemas de Pernambuco. Ratifico aqui meu compromisso com a região”, destacou o pré-candidato ao Senado, Mendonça Filho.

VISITAS - Ainda na cidade de Petrolina, Armando e Mendonça visitaram obras que foram garantidas quando Mendonça Filho era ministro da Educação e que estão a pleno vapor no município. Junto ao prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, a dupla visitou a obra da escola da COHAB 6 e a creche do bairro Antônio Cassimiro. Durante a tarde, Armando e Mendonça foram recebidos por pastores da cidade e região. O dia foi encerrado com a festa de abertura do São João de Petrolina.
.