quarta-feira, 18 de abril de 2018

Ao revelar investimento, Alcindo sai em defesa da Magia do Natal

Segundo parlamentar, este ano, aumento no aporte de recursos destinados ao evento, será 
de R$ 171 mil reais, e não de 306 mil, como vem alegando seu colega, vereador Tonho de Belo.

Na última quarta-feira (11), o Vereador Tonho de Belo Do Cal, do PSDB, pediu vistas a tramitação que ocorre na Câmara Municipal, do Projeto de Lei nº 05/2018. O PL, que é de autoria do Poder Executivo Municipal, sendo aprovado, habilitará a Associação Casa do Artesão, a ser responsável pela decoração natalina da Magia do Natal em 2018.

Conforme publicamos na terça-feira, o principal motivo que levou Belo do Cal a pedir mais tempo para análise do PL, é que de acordo com ele, para o ano passado, a Prefeitura teria repassado para a Casa do Artesão cerca de R$ 539 mil reais de recursos próprios para o custeio da decoração, que inclui pagamento dos artesãos, gastos com alimentação e compra de material, sendo que este ano, a cifra alcançaria R$ 845 mil; algo, que refletiria um aumento de R$ 306 mil reais para executar o mesmo trabalho feito em 2017, sem a devida identificação em planilha, de onde esses valores estariam sendo acrecidos.

Líder do Governo Izaías na Câmara, o vereador Alcindo Correia PCdoB, contesta a afirmação de Belo do Cal. Segundo ele, já no ano passado, a Prefeitura Municipal de Garanhuns investiu em valores reais no serviço: R$ 674 mil, já que o valor inicial de R$ 539 mil apresentado por Tonho, recebeu acréscimo de 25%, através de Termo Aditivo noº 002/2017. Para este ano, confirmou Correia, a proposta é que o valor bata a marca dos R$ 845 mil, sendo que o aumento no investimento não alcança os R$ 306 mil assegurados por Belo, mas sim, de pouco mais da metade desse valor: R$ 171 mil.
.

O aumento dos valores estimados e apresentados pela Associação Casa do Artesão no Projeto de lei, segundo defende Alcindo, dizem respeito a parte da ornamentação da Magia do Natal do ano de 2018 e ao reajuste do pro labore, isto é, a remuneração dos artesãos que trabalham no evento, além dos custos dos encargos sociais, como horas extras, décimo terceiro salário e outros encargos legais.

Os custos foram feitos em face das novas demandas e aumentos de insumos relativos ao ano de 2017 para o ano de 2018, o que é absolutamente normal. De acordo com a proposta para este ano, o número de dias de evento passará de 50 para 56, novos locais irão receber ornamentação, além dos distritos que já são contemplados. O aumento, obviamente, reflete nos valores finais a serem investidos este ano.

Ao apresentar os números na Câmara, durante a reunião plenária da casa, nesta quarta-feira (18), Alcindo aproveitou para revelar a importância do evento para a cidade. Disse na ocasião, que ao todo, no ano passado, quase R$ 35 milhões de reais foram injetados na economia local, a partir da realização do evento criado pelo Prefeito Izaías; que vale dizer, contemplou 16 pólos de animação, no decorrer dos 50 dias em que ocorreu.
.

Pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que revela um aumento no movimento da rede alimentícia de 122% durante os fins de semana de A Magia do Natal de 2017, também foi apresentada por Correia. Mesmo levantamento, demonstrou Alcindo, ainda apontou que nessas mesmas datas, foram ocupados os 2,5 mil leitos disponíveis na rede hoteleira da cidade. Além disso, 89% da rede registrou aumento na ocupação durante os dias considerados úteis: de segunda a quinta-feira, o que na prática, motivou 54% dos hotéis instalados aqui no município e ainda 44% da rede alimentícia a fazer novas contratações durante o período.

Não satisfeito, ainda destacou o vereador, a Magia do Natal apresentou outro dado significativo para a cidade ano passado. É que de acordo com o líder do Governo Izaías, em 2017, o evento proporcionou um aumento no volume nas vendas do comércio de 38%, enquanto que na Casa do Artesão, esse número alcançou 80%.

“O investimento é necessário, pois com ele, poderemos realizar um natal ainda mais grandioso e atrativo. Ao contrário de Gramado, no Rio Grande do Sul, onde se paga cerca de R$ 200 reais para ter acesso ao Natal Luz, aqui em Garanhuns, moradores e turistas tem acesso a tudo gratuitamente. Nosso investimento é pequeno, se considerarmos que lá, são cerca de R$ 50 milhões de reais”, destacou Alcindo ao Blog.
.

2018: Rede Garanhuns pode lançar candidato a deputado estadual

Candidato a vereador pela legenda na última eleição municipal (2016), Jhonathas William pode 
se juntar a outros quatro nomes locais que já admitiram ser pré-candidatos a Alepe. (Roberto Almeida)

Mais um pré-candidato a deputado estadual pode ser lançado em Garanhuns. O Partido Rede iniciou diálogo com lideranças locais com o objetivo de escolher um nome para concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O nome mais cotado pelos que fazem a Rede no município é o de Jhonathas William, que assina o Blog Garanhuns Notícias e administra um grupo no Facebook com mais de 40 mil seguidores.

Ele foi candidato a vereador pelo partido na eleição de 2016. O partido Rede é liderado no âmbito nacional pela ex-ministra Marina Silva, que deve mais uma vez ser candidata a presidente da República. Em Pernambuco, o partido tem como pré-candidato à sucessão de Paulo Câmara o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio.

Além de Jhonathas, Garanhuns tem como pré-candidatos à Assembleia o ex-vereador Sivaldo Albino (PSB), o suplente de vereador Damásio Cardoso (DEM), o professor Jailton (PSOL) e ainda Marcelo Torreão pelo PSL. Há ainda a possibilidade do ex-prefeito Silvino Duarte (PTB) e do vereador Audálio Filho se lançarem candidatos.

O prefeito Izaías Régis, porém, não vai apoiar nenhum desses nomes, ficando ao lado do deputado Álvaro Porto (PTB), que foi prefeito de Canhotinho oito anos e este ano disputa o segundo mandato parlamentar na Casa Joaquim Nabuco. Outros nomes que terão apoio de diversas lideranças locais, são os dos deputado: Claudiano Filho (PP), Romário Dias (PSD), Priscila Krause (DEM), Marco Dourado (PSB) e Alberto Feitosa, que por aqui, sempre conquistam votações expressivas

Mourinha, Santana e Jorge de Altinho abrem o Viva Dominguinhos

Grupo Quinteto Violado também se apresentará na noite de abertura do evento. 
Banda, será a segunda atração a subir ao palco nesta quinta-feira (19). (Secom/PMG).

Com a missão de abrir os festejos juninos do Nordeste, a cidade de Garanhuns inicia a V edição do Viva Dominguinhos, que começa nesta quinta-feira (19) a partir das 20h no polo principal, na Praça Mestre Dominguinhos. O evento, que reverencia a história do forró de raiz, também retrata a forte ligação do músico Dominguinhos com sua cidade natal (Garanhuns). Serão mais de 30 shows gratuitos, distribuídos em dois polos, o Colunata que fica no centro da cidade, tem início as 10h na sexta-feira e no sábado e na Praça Mestre Dominguinhos, pontualmente as 20h, na quinta, sexta e sábado.

A festa vai ser aberta com o pernambucano Mourinha do Forró, que está completando 27 anos de carreira como músico e até hoje tem como inspiração a obra de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. Em seguida o grupo Quinteto Violado sobe ao palco, e traz um show em homenagem a dois garanhuenses, Dominguinhos e Toinho Alves. No repertório, músicas que compuseram juntos, a exemplo de “Sete Meninas”.

Na noite em que serão cantados os sucessos, imagens dos artistas já falecidos irão figurar nos telões. Santana é a terceira atração da noite, Dominguinhos era sua maior inspiração musical, e se tornou amigo do artista. Santanna participou de muitos shows de Gonzagão, fazendo a abertura e posteriormente, sendo vocal.

Finalizando a noite, sobe ao palco Jorge de Altinho que promete apresentar os grandes sucessos carreira, que conta com mais de 29 álbuns lançados. Já consolidado no calendário cultural do Nordeste, a expectativa é que mais de 200 mil pessoas passem pela cidade durante os dias de evento, superando o público do ano passado.
.

Garanhuns: Governo prepara campanha de vacinação contra gripe

Objetivo, segundo executivo local, é imunizar 90% 
dos grupos prioritários. (Secom/PMG – Foto: Reprodução).

A Prefeitura Municipal de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e do Programa Nacional de Imunizações (PNI) em Garanhuns, se prepara para realizar no município a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), que está prevista para ser executada entre os dias 23 de abril a 01 de junho de 2018. Seguindo as recomendações do informe técnico emitido pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), a ação tem o intuito de reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrente das infecções causadas pelo vírus da influenza no público alvo da vacinação.

A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários, que estão divididos entre crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade; gestantes e puérperas — até 45 dias após o parto; profissionais da área de saúde; povos indígenas; pessoas com 60 anos ou mais de idade; adolescentes de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadores de comorbidades — doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, estes devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina; e professores das escolas públicas e privadas, que devem apresentar contracheque ou crachá que identifique a atividade profissional.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município estarão realizando a vacinação a partir da próxima segunda-feira (23), sempre das 08h às 16 hpras na área urbana, e das 8h às 14h na área rural aqui do município.

Dia D — O Dia D da Campanha de Vacinação Contra a Influenza será realizado no dia 12 de maio. Em Garanhuns, serão montados dois pontos de apoio para imunizar a população. Localizados no Largo do Colunata e na Praça Souto Filho, popularmente conhecida como Fonte Luminosa.
.

Aprovado parecer de Armando prorrogando incentivos da Sudene

Projeto, seguirá agora direto ao exame da Câmara dos
Deputados. (Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação).

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou, nesta terça-feira, 17 de abril, parecer do senador Armando Monteiro, (PTB-PE), a projeto de lei que prorroga até 31 de dezembro de 2023 os incentivos fiscais da Sudene e da Sudam, que venceriam em dezembro próximo. O projeto seguirá direto ao exame da Câmara dos Deputados.

Numa outra medida, Armando alterou o projeto de lei para possibilitar que seja usada para capital de giro metade da opção dada às empresas instaladas com os incentivos fiscais da Sudene e Sudam de reinvestir 30% do imposto de renda devido. Estima-se que tais recursos, depositados no Banco do Nordeste e no Banco da Amazônia, somem mais de R$ 650 milhões. A outra metade dos 30% do IR devido será destinada obrigatoriamente a reinvestimentos, como compra de máquinas e equipamentos. Este benefício, que vencia em dezembro próximo, foi também prorrogado por cinco anos.

Armando incorporou ao seu parecer – elogiado pelos senadores Eduardo Braga (MDB-AM), Waldemir Moka (MDB-MS) e Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) - emenda da senadora Simone Tebet (MDB-MS) estendendo os incentivos fiscais da Sudene e da Sudam (redução de 75% do imposto de renda) aos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, atendidos pela Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste).
.